Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cursos da UFSC em Itajaí e Itapema podem ser cancelados

10 de agosto de 2015 1

Cursos à distâcia oferecidos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em Itajaí e Itapema estão ameaçados pela falta de repasses do governo federal à Universidade Aberta do Brasil (UAB). O problema não é localizado, atinge cursos em todo o país. Só em Santa Catarina há 11 graduações feitas através do sistema em todo o Estado, e mais sete especializações.

As aulas seguem neste início de semestre, “com precariedade”, segundo fontes da UAB/UFSC. Bolsas foram cortadas e foi necessário buscar recursos em outros setores da universidade para não fechar as portas antes do tempo. Porém, o risco de cancelamento dos cursos continua.

Em Itajaí a UAB mantém cursos de graduação em Letras, com opções em Português e Espanhol. Em Itapema há cursos de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas.

Na sexta-feira a professora Sonia Maria Silva Corrêa de Souza Cruz, coordenadora do Ensino à Distância da UFSC, esteve reunida com outros responsáveis de todo o país para estudar medidas. Extraoficialmente, fala-se em paralisação.

Aliás, servidores do Instituto Federal Catarinense (IFC) Camboriú aderiram à greve dos institutos. As aulas não chegaram a ser canceladas, mas em alguns cursos há remanejamento porque parte dos professores está parada. As principais demandas são em relação à carreira docente nos institutos federais.

O IFC Camboriú foi uma das escolas mais bem colocadas da região na lista do Enem. Pública e gratuita, ficou atrás apenas dos particulares Carlos Renaux, de Brusque, e Salesiano, de Itajaí.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Patria Enducadora, só que não diz: 10 de agosto de 2015

    o governo federal mais uma vez agindo contra o povo catarinense… mas os bilhoes arrecadados eles queres, né… quando surge um movimento separatista, ficam todos ouriçados… vamos nos separar, urgente…

Envie seu Comentário