Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Procurador preso nesta sexta havia pedido exoneração um dia antes

28 de agosto de 2015 2

O procurador Ricardo Bittencourt, preso nesta sexta-feira pelo Gaeco, havia pedido exoneração na prefeitura de Itajaí um dia antes. Bittencourt havia sido o escolhido pelo prefeito Jandir Bellini (PP) para ocupar o cargo de procurador geral do município após a exoneração de Rogério Ribas, detido na segunda-feira.

Na quinta-feira o prefeito chamou Bittencourt para uma conversa, após ter recebido informação de que ele estava entre os investigados. O próprio procurador teria, então, decidido pedir demissão.

O nome do advogado de Bittencourt ainda não foi divulgado.

Prisões estendidas

A Justiça decidiu estender a prisão temporária de um dos agentes públicos presos, e converteu a prisão de outros dois em preventiva, por tempo indeterminado. Com isto, a expectativa de que o ex-procurador Rogério Ribas, o ex-secretário de Habitação, Sadi Pires, e o ex-secretário de Urbanismo, Paulo Praun, pudessem deixar a prisão ainda nesta sexta-feira foi afastada.

O ex-secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Douglas Cristino, foi detido em prisão preventiva e já não tinha data prevista para sair da prisão.

Os quatro estão sendo mantidos na ala de isolamento da Penitenciária da Canhanduba, em Itajaí.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Marcos diz: 29 de agosto de 2015

    A RBS também protege o Jandir e sua patota? Por que não divulgam os comentários? São nestas horas que vemos a parcialidade da imprensa.

  • Ricardo diz: 30 de agosto de 2015

    O prefeito de Itajaí, escolhe bem seus secretários, é ele escolher e a justiça prender.
    Não tem mais para onde correr prefeito, pensa bem antes do senhor escolher seus subordinados, pois ainda tem muitos para ir para canhamduba. Boa sorte.

Envie seu Comentário