Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ferrari de R$ 3,4 milhões chega a Balneário Camboriú para lançamento nacional

02 de setembro de 2015 8
Fotos: Marcos Porto

Fotos: Marcos Porto

 
A Ferrari 458 Speciale Aperta já chegou a Balneário Camboriú para o lançamento nacional, que será feito no sábado durante o Festival Náutico Tedesco Marina. A joia avaliada em R$ 3,4  milhões precisou de transporte especial, em caminhão fechado e coberta por uma capa. Desde que desembarcou, na terça-feira, é mantida em local secreto e longe dos olhares curiosos. O único detalhe que conseguimos fotografar, nesta quinta-feira, foi o escudo da marca italiana estampado no amarelo vivo do esportivo.

 

ferrari 1

 

O lançamento é aguardado com expectativa. O carro é de versão limitada, com 500 unidades produzidas e apenas duas enviadas para o mercado brasileiro _ nenhuma delas vendida, pelo menos por enquanto.

O carrão é conversível e está entre os esportivos mais rápidos do mundo: alcança de zero a 100 km/h em menos de três segundos e chega a 325 km/h.

 

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (8)

  • Sandro diz: 2 de setembro de 2015

    Eu moro em Florianópolis e posso dizer com conhecimento de causa: a capital do Estado não serve para nada mesmo. Até lançamento de carros de luxo é feito em outra cidade, no caso, Balneário Camboriú. Ourtro exemplo é que uma das etapas da Volvo Ocean Race, a principal regata de Volta ao Mundo do planeta, tem sua estadia em Itajaí e não em Florianópolis. Além disso, a Capital perde para Itajaí e Joinville quando o assunto é Produto Interno Bruto Nominal, e também fica atrás de Joinville em termos populacionais. Florianópolis é um sorvedor de dinheiro; exemplo é a eterna novela da ponte Hercílio Luz, que já consumiu milhões em dividendos e está (muito) longe de ser reaberta à população e ao tráfego de veículos. Comentando sobre a ponte ocorreu-me também em falar do trânsito, que nos momentos de pico durante os dias de semana é completamente parado. Resido no centro e só me desloco de carro no período noturno ou nos finais de semana. Há tempos já se tornou inviável circular pelas ruas do centro de automóvel, durante os dias de semana. Outro ponto é que fala-se muito das belezas naturais da Ilha; ok, mas também existe o lado nefasto dos muitos pontos impróprios para o banho de mar, e por aí vai. É importante esclarecer que não sou ligado a qualquer partido politico; sou apenas um cidadão de Florianópolis, mas afirmo sem medo de errar que a Câmara de Vereadores da Capital é um péssimo exemplo de gestão pública. Florianópolis deve muito ao Estado; embora, infelizmente, não reconheça isso! De outro modo, acho que os catarinenses desconhecem o que ocorre na sua capital; do contrário, acho que haveria um forte movimento para que se tirasse de Florianópolis a condição de capital do Estado. Iniciativas não faltaram ao longo do tempo, e juro que um pensamento minimamente racional irá concordar com a total inviabilidade de se manter, em Florianópolis, a condição de capital de Santa Catarina. Mas os interesses econômicos estão por trás de tudo (ou de quase tudo), e apenas isso pode justificar a insistência em manter, aqui, a estrutura político-administrativa de uma capital. Por outro lado, essa estrutura é que oferece à Florianópolis algum papel de relevância no contexto estadual. Do contrário, o que esperar dessa cidade, cuja grande parte está situada em uma ilha e onde a total e completa falta de vontade e iniciativa política contribui e muito para colocá-la, em muitos aspectos – alguns dos quais aqui citados -, em uma situação de vexatória frente a outras cidades do Estado!
    Pensemos e refletimos, pois, a respeito…

  • Marcos diz: 2 de setembro de 2015

    Como assim? Vão lançar um modelo que já saiu de linha?

    Só pra brasileiro, mesmo…

  • pantaneiro diz: 2 de setembro de 2015

    KKKKKK, vai só mostrar; comprador? A turma que compraria (lava jato) ou está presa ou então, como se diz na gíria, caiu na “folha”, kkkkkkkk

  • Ronaldo Daniel Bastos diz: 2 de setembro de 2015

    Tá e daí?

  • Adriano diz: 3 de setembro de 2015

    Se as duas forem de cor diferente arremato logo as duas….

  • Felipe Castro diz: 3 de setembro de 2015

    Não entendi o comentário do Sandro…quer dizer que Florianópolis é melhor que BC ou Itajaí…só pq é a capital…não significa que o mundo tem que girar em torno dela…sim…Itajaí é uma cidade receptiva e linda…BC…tb tem seus atrativos…e é destaque mundo a fora…floripa…tá deixando muito a desejar…tudo longe….abusivamente cara…elitiza demais quem pode frequentar seus eventos…a VOR…abre os portões para o público em geral…em nem por isso…é uma festa de povão…ao contrário…é uma festa de gente bacana…acessível ao público…que sabe se comportar e por isso volta a ser a casa desse evento mundial…BC…merece sim lançar uma Ferrari…não importa se está na moda ou não…mas com certeza vai trazer público de vários lugares do país…inclusive de floripa para abrilhantar mais ainda nossa região…moro em Itajaí há 29 anos…e me orgulho dessa terra…que msm com todo os defeitos…cm em qq cidade do mundo…ela sabe se manter e atrair pessoas de diversas nacionalidades! Então meu querido…se vc não está contente com sua cidade…mude…more onde lhe convém mais…ou more num lugar onde somente a “nata” possa ir…pq pelo jeito…vc é um daqueles inconformados com a vitória alheia!

  • RAGE diz: 3 de setembro de 2015

    Enquanto alguns compram e se babam por ferraris de 4 milhões, não muito longe crianças bebem água da poça no continente africano e refugiados morrem afogados na Eurozona tentando fuigir da guerra civil… A humanidade é um fracasso mesmo!!

  • gustavo diz: 3 de setembro de 2015

    Sandro nem queira comparar FLORIANÓPOLIS com BALNEÁRIO CAMBORIÚ né Amigo conheço bem as duas cidades mas é como querer comparar chevette com corvette. P floripa chegar ao nível de balneário precisa muitooooo…

Envie seu Comentário