Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Corte do orçamento para 2016 afeta obra de duplicação da BR-470

07 de setembro de 2015 4

O orçamento da União para 2016, enviado pelo governo ao Congresso às vésperas do feriadão, traz um balde de água fria para a aguardada conclusão das obras de duplicação da BR-470. Estão previstos no projeto de lei R$ 64 milhões, quase 30% menos do que os R$ 100 milhões reservados para a obra em 2015.

A redução ameaça a continuidade dos trabalhos, especialmente porque ainda há no caminho várias etapas de desapropriações a serem concluídas.

A obra não foi a única afetada: o plano do orçamento, marcado pela previsão de déficit de R$ 30 bilhões, contém uma série de cortes em diversos setores e em todo o país. O projeto ainda pode ser alterado até a aprovação e mesmo depois, a qualquer momento, desde que haja recurso disponível – o que, pelo andar da carruagem, é pouco provável.

Outra obra que, aparentemente, vai ter que esperar até 2017 é a Via Expressa Portuária de Itajaí. O orçamento passou de R$ 9 milhões em 2015 para apenas R$ 500 mil no ano que vem. Não paga nem as desapropriações.

Por outro lado, a previsão de recursos para os estudos e obras de contenção de cheias e inundações na bacia do Itajaí-Mirim foi mantida em R$ 27,4 milhões e deve, de fato, sair do papel. A obra é promessa de reduzir as enchentes na região de Brusque e Itajaí, que são diretamente afetadas pelo Itajaí-Mirim.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • Jackson diz: 7 de setembro de 2015

    O montante de R$ 27, 4 milhões para “obras” de contenção chega a ser o “fim da picada”, gasta-se milhões em “obras e sues aditivos” por outro lado se aprova nos municípios a redução da mata ciliar nas câmaras de vereadores, reduzindo áreas de inundação, aumentando o aporte de sedimentos nos leitos dos rios, consequentemente aumentando o assoreamento, que por sinal vem parar na foz do Itajaí, e logo querem investir em dragagens da foz, “enxugando gelo”, a minha curiosidade maior é saber quantos metros de área irão recuperar com espécies arbóreas de mata ciliar, destes R$ 27,4 milhões

  • Ivan diz: 7 de setembro de 2015

    Manifestem-se eleitores desse maldito governo. Qual é a justificativa? Qual o argumento?
    Vamos sofrer mais 3 anos e PT nunca mais.

  • Antonio diz: 7 de setembro de 2015

    Sr.Ivan, por favor! Não precisamos ir à Brasília. Em Itajaí, a corrupção que levou Secretários Municipais e Vereadores para o presídio da Canhanduba, tem gente do PP (Partido do Jandir) do PSD (Partido da Vice-Prefeita), PMDB. Em Penha o Prefeito do PSDB está sendo afastado.
    Pior é ver certos cidadãos que estão umbilicalmente ligados a esses políticos locais indo à rua bater suas panelas “sujas” pedindo o impeachment da Presidente Dilma.
    Temos que varrer primeiro a nossa casa.

  • Paulo Roberto diz: 8 de setembro de 2015

    Acho que o Sr Antonio não leu a materia com atenção, mas vou traduzir ao senhor, quem sabe ate desenhar.
    A matéria fala sobre a diminuição de verbas DO GOVERNO FEDERAL para as obras na região, portanto os comentários são sobre este assunto.
    Independente do partido, O GOVERNO FEDERAL retirou verbas para obras importantes a região. Isso que esta em pauta.
    TALVEZ O SENHOR QUE ESTEJA LIGADO UMBILICALMENTE AO PARTIDO DO GOVERNO FEDERAL E ESTAJA SE AUTODEFENDENDO.

Envie seu Comentário