Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Comissão de ética acompanha parecer e pede cassação do vereador Tonho da Grade

25 de setembro de 2015 1
Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

Foto: Divulgação Câmara de Vereadores

 

A Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Itajaí acompanhou o parecer do relator, vereador Clayton Batschauer (PR), e decidiu pedir a cassação do vereador Tonho da Grade (PP).

Tonho é acusado de ter prestado serviço, através de sua empresa, à Coletivo Itajaí _ conduta que é vetada aos parlamentares de acordo com a legislação municipal.

A decisão, agora, deverá ser apreciada em plenário pelos demais vereadores, em votação única e em voto aberto.

Em entrevista ao blog, Tonho disse esta semana que se cometeu irregularidades, “foi sem saber”.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Marcos diz: 26 de setembro de 2015

    Em Itajaí a negociação de vereador com prefeito para que a “sua empreiteira” realize obras é corriqueiro. Embora sempre fosse crime ou causa de improbidade não se acreditava em punição porque tal prática é ou era regra. O tráfico de influência ou advocacia administrativa estavam distante da compreensão do povo. Quem imaginaria há dez anos que os maiores empreiteiros do Brasil seriam presos?
    O fato é que em Itajaí a prática é a mesma! Vamos torcer agora para ver a população indignada exigir dos vereadores o mesmo que exigiram nas passeatas “Fora Dilma”.

Envie seu Comentário