Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Marina Itajaí inaugura em novembro com 330 vagas

29 de setembro de 2015 2
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

A data de inauguração da Marina Itajaí foi anunciada nesta segunda-feira à noite durante reunião itinerante da Associação Empresarial de Itajaí ( ACII).
A estrutura será aberta oficialmente no dia 20 de novembro.

Antes disso, porém, já estará funcionando para auxiliar no receptivo aos barcos da Regata Jacques Vabre, a partir de 1 º de novembro. Nesta primeira fase serão oferecidas 330 vagas, 160 secas e 170 molhadas – 50 já estarão ocupadas com embarcações que vão desde motos aquáticas até iates com mais de cem pés.

Os principais clientes da Marina, no momento, são dos três estados do Sul. Gente disposta a pagar mensalidades que variam de R$ 600 a R$ 6 mil para manterem as embarcações em Itajaí.

Manuel Carlos Maia de Oliveira, diretor do Complexo Marina Itajaí, diz que novas negociações estão em andamento e que devem intensificar após a abertura. Afirma que a crise não chegou a afetar as expectativas que cercam o empreendimento porque o Brasil carece de vagas de marinas, em especial no Sul do país.

A primeira fase da Marina concentrará as principais construções necessárias para o funcionamento. Salas comerciais e o boulevard ficarão para a segunda etapa do empreendimento, que poderá ter até 900 vagas para embarcações.

A marina abre as portas com cerca de cem funcionários, entre empregados diretos e indiretos. Com a lotação das primeiras 330 vagas, o número deve saltar para mais de 2 mil.

Sustentável

Uma empresa do Bahrein é responsável pela instalação de uma usina de geração de energia eólica na Marina Itajaí. A fonte alternativa vai abastecer toda a estrutura de LED do empreendimento. É a primeira marina do Brasil a utilizar esse tipo de tecnologia.

Com vista

Tiago e Mello e Rafael Pinheiro, sócios que comandam o restaurante Zen, de Joinville, são os responsáveis pelo restaurante da Marina Itajaí, o Zephyr, que abre no dia 1 º de novembro.

O menu está a cargo do chef André Fontana, que promete surpreender : incluiu nas especialidades da casa pratos tailandeses e indonésios.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Jackson diz: 29 de setembro de 2015

    Esta Marina e outras tantas, são um retrocesso aos direitos da maioria, privatizar espaços públicos, ainda que beneficiem algumas categorias, são lamentáveis, áreas de preservação permanente ocupadas pelos”amigos do rei” esperamos que a marina, seja logo, e não ano quem ou em 17, seja brutalmente afetada pela mudança do clima, sem ser profeta, mas olhando para os relatórios do IPCC, logo, irá surgir “cretinos” falando “choveu demais” e ignorantes, medíocres acreditando, “foi muita chuva”

  • Daniel Ramos diz: 29 de setembro de 2015

    Muiti bom o uso da energia eólica na estrutura da Marina, sem dúvida está será um grande gerador de renda para a cidade de Itajaí, e observa-se que ela está a todo momento preocupada com o meio ambiente, e irá trazer novamente a qualidade para aquele espaço que até pouco tempo atrás estava fadada ao lixo, esgoto sanitário e outras poluições das mais diversas, muito provavelmente a Marina terá a mesma representatividade que teve para tantos outros países, especialmente na Europa, onde a estrutura proporcinou um requilibrio ambiental e principalmente um novo impulso a diversas áreas anteriormente abandonada, e é bom sempre lembrar que está área apesar de ser administrada e construída pela iniciativa privada, irá pertencer ao Porto de Itajaí, ao qual daqui 25 anos poderá reaver a área ou novamente privatizá-la, o que é inédito no Brasil e certamente servirá de exemplo para outras cidades.

Envie seu Comentário