Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Estado libera ampliação da Portonave

28 de outubro de 2015 0
Foto: Marcos Porto / Agência RBS

Foto: Marcos Porto / Agência RBS

A Fatma entregou à Portonave, em Navegantes, licença ambiental de instalação (LAI) que permite ao terminal portuário preparar terreno (literalmente) para a terceira fase de ampliação. A área tem 156 mil metros quadrados e as obras ainda não têm data para começar, mas representam a aposta alta da empresa na vocação portuária da região.

A licença foi entregue ao superintendente da Portonave, Osmari de Castilho Rivas, pelo governador Raimundo Colombo, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Carlos Chiodini, e o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick. A liberação vem apenas um mês após a Portonave ter passado a operar a segunda fase de implantação, que dobrou de 15 para 30 mil contêineres a capacidade de armazenagem, com investimento de R$ 120 milhões.

O terminal, que mudou a cara e a vocação de Navegantes, opera sozinho mais de 40% dos contêineres que passam por Santa Catarina. Movimentou 700 mil TEUs no ano passado e, apesar do ano instável para o comércio exterior, deve terminar 2015 no mesmo patamar.

A força de Navegantes aumenta no mesmo ritmo em que o Porto de Itajaí, na margem oposta do Itajaí-Açu, vive um calvário. Com o pedido de extensão de contrato da APM Terminals (arrendatária do porto) aguardando resposta há quatro anos em Brasília e dois berços de atracação em obras, o porto enfrenta uma crise sem precedentes, que resultou na perda de linhas. Para os especialistas, uma amostra das diferenças de competitividade entre portos públicos e privados gerada pela nova Lei dos Portos.

Canal fechado

Dona do maior número de escalas nos portos locais, a Portonave foi a maior prejudicada pelo fechamento do canal de acesso, causado pela forte correnteza. Teve 16 paradas canceladas nos últimos dias.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário