Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tratamento para o câncer

02 de novembro de 2015 2

O Legislativo de Itajaí aprovou um requerimento, proposto pelo vereador Luiz Carlos Pissetti ( DEM), para que seja enviado um ofício à presidente Dilma Rousseff ( PT), ao Ministério da Saúde, à Anvisa, ao Senado e ao Governo do Estado pedindo empenho para que a fosfoetanolamina sintética, conhecida como a “ pílula do câncer”, seja reconhecida como medicamento.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Renato diz: 2 de novembro de 2015

    Parabéns… já pode ganhar o premio de legislador do ano!! Pra que existem órgãos reguladores no país? Populismo nesses casos pode ser muito perigoso. Como usam em seres humanos um medicamento que sequer passou nas fases iniciais de testes? A própria universidade falou que é uma pesquisa autônoma. Talvez o nobre vereador não saiba, mais existe uma série de etapas a serem cumpridas para que um medicamento seja liberado para uso em humanos. Vejam a polêmica atrás do canabidion, que até agora, apesar de seu uso ser liberado e diversos países, ainda não foi liberado pela Anvisa.
    Mais aproveitando a deixa, poderiam incluir no ofício a garrafada do Seu Tião, que para curar a prisão de ventre não tem nada melhor… Quem sabe assim as idéias sejam clareadas…

  • jean diz: 3 de novembro de 2015

    O senhor renato é medico ou farmacêutico, porque o remédio é provado, inclusive prenderam um senhor em Pomerode, por ter administrado em sua mãe de 80 anos e ficou curada, depois de ter passado por uma pessoa da mesma cidade que também curou, ambas ditas pelos médicos que não tinham mais cura. Médicos estão igual a políticos falam muito mais na pratica querem apenas faturam muito dinheiro, e só indicam tratamentos e até que os pacientes morram.

Envie seu Comentário