Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Empresa de Itajaí envia pescado com etiqueta da prefeitura de Salvador a supermercado e provoca confusão

04 de novembro de 2015 2

Atualizada 

A empresa Vitalmar, de Itajaí, que atua com comércio e industrialização de pescados, provocou um mal-entendido que por pouco não terminou em escândalo em Salvador (BA). Por um erro de logística, acabou enviando para supermercados de Goiás peixes embalados com a logomarca da prefeitura bahiana.

Como era de se esperar, um consumidor percebeu a falha, a história virou notícia e acabou causando uma grande confusão. Uma rede de TV goiana chegou a mostrar, dentro de um supermercado, as embalagens de peixe com a etiqueta do município de Salvador.

O assunto chegou à Bahia e a prefeitura foi acusada de revender produtos que fazem parte da merenda escolar.

Feito o estrago, a Vitalmar precisou se explicar. Nesta terça-feira emitiu nota oficial, publicada no site da prefeitura de Salvador, em que assume o erro e pede desculpas pela confusão.

Dario Vitali, diretor-executivo da Vitalmar, disse que o erro ocorreu na fábrica em Itajaí, quando, na hora de embalar o peixe que seria entregue a uma distribuidora de alimentos que fornece à prefeitura de Salvador, um funcionário esqueceu de colocar a etiqueta com identificação do destino dos produtos no lado de fora da caixa. Ou seja: as embalagens individuais tinham a etiqueta, mas as cinco caixas onde foram acondicionadas, não.

O produto acabou sendo enviado a supermercados como qualquer outro, e o distribuidor também não percebeu o equívoco. As embalagens eram de cação em posta e, além da etiqueta da prefeitura, tinham um aviso de venda proibida.

De acordo com Vitali, a empresa já recolheu os produtos enviados aos supermercados equivocadamente.

Leia a nota na íntegra:

“A Vitalmar lamenta o ocorrido e informa que uma falha pontual na etiquetagem e identificação de alguns lotes ocasionou o envio incorreto do produto à loja do Atacadão de Valparaíso de Goiás.

Assim que identificada, a falha foi prontamente corrigida e os lotes recolhidos dos pontos de venda. A empresa reforça que este incidente não afeta a qualidade do produto.

Neste momento, a Vitalmar trabalha para ajustar o abastecimento dos seus clientes afetados. No caso específico da Merenda Escolar, produziu e entregou à empresa vencedora da licitação a quantidade solicitada, portanto cumprindo com o estabelecido ao responsável pelo fornecimento à Prefeitura de Salvador, reforçando ainda que não houve nenhum prejuízo aos beneficiários da Merenda municipal de Salvador”.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (2)

  • Parabens aos honestos diz: 5 de novembro de 2015

    Pelo menos assume o erro e conserta, diferente dos indiciados da dupla face, que mesmo com mil provas, negam tudo…. haja cadeia pros malévolos…

  • Styllus Semi Joias diz: 5 de novembro de 2015

    Que gafe… Um erro que coloca a reputação da Prefeitura à perder e pode até colocar os responsáveis, depois de investigado, atrás das grades.

    Parabéns pela informação Dagmara,

    Sucesso!!!

Envie seu Comentário