Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Pedágio de Bombinhas volta a valer no domingo com novas regras

11 de novembro de 2015 17
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

O pedágio ambiental de Bombinhas volta a se cobrado neste domingo, 15 de novembro, com novidades. Uma alteração na lei vai permitir que os proprietários de imóveis que não têm carros emplacados na cidade possam cadastrar quantos veículos quiserem para obter gratuidade _ desde que estejam em seu nome.
A legislação permitia, até então, apenas um carro por proprietário.

A limitação provocou ações judiciais movidas por donos de imóveis de veraneio, que acabaram conquistando na Justiça o direito à gratuidade (vale lembrar que, para quem tem carro emplacado em Bombinhas, a gratuidade é automática).

::: Leia mais sobre o pedágio

Haverá também mais pontos de registro das placas dos veículos que entram na cidade para cobrança. Quando a taxa voltar a valer o acesso alternativo a Bombinhas, pelo Morro de Zimbros, terá equipamentos instalados. Com isto, todos os pontos de entrada e saída do município estarão cobertos.

A boa notícia é que, agora, os valores do pedágio serão arredondados para baixo. A taxa para os carros, por exemplo, passará de R$ 21,83 para R$ 21,50. Para motos, a redução é de R$ 2,73 para R$ 2,50.

Cobrança

O município ainda tem a arrecadar com o pedágio R$ 3,5 milhões, que não foram pagos na última temporada. A prefeita Ana Paula da Silva (PDT) afirmou ontem que, enfim, conseguiu firmar o convênio necessário para o envio da cobrança pelos Correios. A expectativa é que isso ocorra até o fim deste mês.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (17)

  • Raio X diz: 11 de novembro de 2015

    Vou continuar passando lobe de Bombinhas, chega de pagar taxas, impostos (tributos) sem qualquer retorno palpavel.

  • Osni José Hartkopp diz: 11 de novembro de 2015

    Ministro da Justiça determinou Multas pesadas e uso da Força se necessário, referente ao movimento dos Caminhoneiros, explicando que o Movimento impede o direito do Cidadão de Ir e Vir. E em Bombinhas, não temos este direito? Temos de paga-lo para ter o direito de Ir e Vir. Está certo isso Sr. Ministro? O Processo final já foi votado no TJ de SC? se não quando será? Pagaremos mais um ano? Tantas perguntas. MP SC não tem nada que pode ser feito em relação a este Absurdo?

  • edson nunes diz: 11 de novembro de 2015

    Boa tarde sou morador de Porto belo sc
    e gosto muito de frequentar Bombinhas vou e volto dos os dias como fica ?
    tenho que pagar todos os dias os c$ 21,50 ?

  • Alles Blau diz: 11 de novembro de 2015

    Gostaria de saber se as visitas da Senhora Prefeita que moram fora da cidade tambem pagam qdo. vem visita-la no periodo do pedagio, pq, os meus nao vem, meus proprios filhos tem que pagar pra me visitar, e a esposa qdo. sai da cidade no retorno paga. Incrivel 1 carro por propriedade.
    Turista paga uma vez e não vem mais, pra nos proprietarios so nos restam mudar de lugar.
    Enquanto isso da-lhe construir mais predios………………….
    Parabens

  • ANTÔNIO CARLOS diz: 11 de novembro de 2015

    Concordo com a política adotada pela Prefeitura. Os turistas, que são bem vindos por trazerem divisas ao município, também causam prejuízos, como o aumento do lixo, o aumento dos gastos com água(que falta direto), engarrafamentos, etc, etc. Nada mais justo que contribuam para poder voltar noutro ano e encontrar a cidade em melhores condições de visitação.

  • Alles Blau diz: 11 de novembro de 2015

    Cade meu comentario? Abre espaço e não se pode comentar

  • sibele diz: 11 de novembro de 2015

    Olha Antonio Carlos, quem polui não são os turistas. Tivemos verão passado e nenhum lixo sobre qualquer lugar. Mas a cidade carece de infrestrutura. No município vizinho da minha cidade, conseguiram terminar muito mais rápido o asfalto das ruas principais do que a praia de Bombas. O dia que a cidade conseguir implantar o dinheiro realmente em bem estar e no meio ambiente, todos vão ter vontade de pagar a taxa. É um inferno pensar que tu vai viajar e não pode sair da cidade, pois sabe que se sair no outro dia vai pagar outra taxa. Enfim, antes de cobrar, deveriam ter melhorado a cidade… Fazer as entradas das praias pois daqui um tempo não vai ter como entrar pois os prédios invadiram a beira mar.

  • Karoline diz: 12 de novembro de 2015

    É Antonio Carlos, concordo com você, porém se o dinheiro arrecadado com o pedágio fosse realmente para isso. Se você ler a lei que foi feita ano passado irá ver que o valor pode ser utilizado até para despesas administrativas da prefeitura, então resumindo de TPA não tem nada!
    É uma lastima…

  • aline diz: 12 de novembro de 2015

    Você paga pra andar no barro das ruas centrais, com desvios infinitos….pra andar no lodo até as praias como sepultura…infelizmente o dinheiro não esta sendo bem gasto pela administração Municipal.

  • jean diz: 12 de novembro de 2015

    Em primeiro lugar voce tem que ter um jipe e com a suspenção bem alta já para entrar em Porto Belo, logo após passar por aquela trilha que sai da BR 101 cai na praia de Bombas ai meu amigo tem que ser bom de braço estão ate querendo trazer um evento internacional Paris rally Dakar, “Porto Bello Rally Bombinhas” prova de alto nível técnico, em fim pelo menos aquela chinelada com carro rebaixado o som podre brega nas altura não vão conseguir chegar la.

  • Sandro diz: 12 de novembro de 2015

    Está certo, tem que cobrar taxa mesmo… a maioria das pessoas vão lá para acumular mais lixo e depredar o local, que é um dos mais lindos do país.
    Cabe a cobrança junto à administração pública para que o dinheiro seja de fato investido naquilo que se propôs.
    Situações como a do amigo que precisa passar por lá todos os dias deve ter um tratamento diferenciado, aos demais, visitem outro lugar.

  • Du diz: 12 de novembro de 2015

    Maravilhoso. A gentalha não vai aparecer de novo. Tem q cobrar mais caro ainda.viva o pedagio

  • Paulo Daniel diz: 12 de novembro de 2015

    É um absurdo a cobrança desse pedágio. Bombinhas tem o IPTU mais caro de Santa Catarina e o 6º mais caro do Brasil, sendo que 90% dos imóveis ficam fechados durante todo o ano, mas pagando a Taxa do Lixo que não é nada barata. Outro detalhe é que o lixo é pago por tonelada e nenhum caminhão é pesado. É muito dinheiro mal administrado e se houvesse Planejamento, a cidade seria outra. E como seria bom se fosse prestado contas da cobrança do ano passado…

  • Alex diz: 12 de novembro de 2015

    Porto Belo a causa de turistas que passan pra otras praias… também esta sendo poluida….tem que cobrar pedágio a todos que van a Bombinhas y voltan. É Justo no?

  • JOSÉ EMILIANO REBELO diz: 12 de novembro de 2015

    Quanta hipocrisia política! A Prefeita Municipal Ana Paula da Silva (PDT), quando no exercício do cargo de Secretária de Administração – 2001/2004, juntamente com o prefeito Kanô e o presidente da câmara Júlio César Ribeiro, todos filiados ao PDT; promoveram uma supressão de 43% dos dispositivos legais do capítulo de meio ambiente da Lei Orgânica do Município de Bombinhas, que só beneficiou a especulação imobiliária e provocou a degradação ambiental. Agora falar em TPA para quem sempre negou a preservação ambiental é contraditório e anti-ético. Mesmo porque os recursos arrecadados na temporada passada serviram para contratar três empresas: banheiros químicos, limpeza da praia e compra de latões de 200 litros para coleta de lixo. Isso tudo, a prefeitura municipal vem realizando desde 1992, ano da criação do município, sem onerar o bolso do cidadão e o mais grave, tudo isso nada tem haver com preservação ambiental, mas saneamento. Para que tanta encenação?

  • Vilmar Boni diz: 12 de novembro de 2015

    Que prefeita boazinha! Quanta sensibilidade! Estou comovido. só uma perguntinha: a quem ela quer agradar com essa decisão “magnânima” de permitir o cadastramento de mais de um veículo (“quantos quiser”, segundo a reportagem), desde que “em nome do proprietário do imóvel residencial”. Humor negro, prefeita? Essa decisão, boçal e demagógica, deve atingir 0,0000000000001% das pessoas. Ou será que a sra. pensa que há muitas pessoas nessas condições? Nós, proprietários de imóveis e contribuintes esfolados pela sua sanha arrecadadora, queremos apenas JUSTIÇA: QUE NOSSOS FILHOS POSSAM VISITAR-NOS (com os veículos que lhes pertencem) SEM TER QUE SUBMETER A ESSA EXTORSÃO.

  • Pedágios Forever diz: 12 de novembro de 2015

    acho que precisam criar pedagio para respirar, para pensar, para ir no vaso sanitario… afinal , pagamos pouquissimos impostos… obrigado governantes – I love you…

Envie seu Comentário