Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 2 dezembro 2015

Vídeo: Redes ilegais provocam massacre de tartarugas em Navegantes

02 de dezembro de 2015 5
Fotos e vídeo: Lucas Correia

Fotos e vídeo: Lucas Correia

 

Redes de pesca ilegais provocaram um massacre da vida marinha na Praia de Gravatá, em Navegantes, nesta quarta-feira. Pelo menos 10 tartarugas enredadas lutavam pela vida sob o olhar assustado dos moradores, que procuraram os órgãos ambientais.

O socorro demorava e a situação dos animais comoveu o guarda-vidas Robson Cazara que, apoiado em uma prancha, resolveu começar o resgate por conta própria. As tartarugas, todas da espécie verde, foram levadas à praia e retiradas da rede uma a uma.

Técnicos da Fundação do Meio Ambiente de Navegantes e do Projeto de Monitoramento das Praias, da Univali, esperavam para tratá-las. Parte dos animais precisou de massagem cardíaca de ressuscitação, mas apenas três sobreviveram.

 

Veja como foi o resgate:

 

 

Para as tartarugas, emalharem-se em redes de pesca significa uma lenta morte por afogamento. De acordo com os técnicos, todas as que foram resgatadas em Navegantes ainda eram juvenis, e sequer tinham chegado à idade reprodutiva. Quando adultas, as tartarugas-verdes podem chegar a 1,5 metro de comprimento.

Ilegais, mas comuns

As redes do tipo feiticeira, que causaram a morte das tartarugas em Navegantes, são uma armadilha ilegal e difícil de evitar. Esse tipo de rede é proibida porque, além de ser instalada próximo a costões, a malha captura qualquer tipo de animal que se aproxime.

O Ibama recebe denúncias de redes ilegais toda semana, mas não consegue identificar os responsáveis porque, via de regra, não conseguem flagrar a instalação.

No último mês, já atenderam ocorrências similares em Porto Belo, Bombinhas e Balneário Piçarras. Todas impunes.

 

tartaruga 2

 

 

O caso desta quarta-feira também será marcado pela impunidade. Um barco artesanal que estava próximo chegou a ser abordado pelo bote dos bombeiros, mas não se confirmou o envolvimento e os pescadores foram liberados.

O Ibama Itajaí, que recentemente conseguiu a posse do único barco mantido pelo órgão ambiental no Estado, não conseguiu retirar as redes. O motivo? o seguro obrigatório da embarcação está atrasado.

O superintendente do Ibama no Estado, Adenilson Perin, não foi localizado para explicar por que o barco está parado.

A morte das tartarugas, nesta quarta, é o reflexo de nossa falta de estrutura para lidar com o problema e da certeza de impunidade.

 

Cassado, Zé Ferreira ainda pode ser considerado inelegível pela Comissão de Ética do Legislativo em Itajaí

02 de dezembro de 2015 0
Foto: Lucas Ferreira

Foto: Lucas Correia

 

A decisão da presidência da Câmara de Vereadores de Itajaí de cassar o mandato do vereador Zé Ferreira (PP), inédita no Estado, não o livrou do processo que corre contra ele na Comissão de Ética do Legislativo. O caso continua em análise, mesmo com ele afastado da Câmara, e pode ter consequências mais sérias: se cassado pela Comissão, Zé pode se tornar inelegível por oito anos.

Embora os advogados de Zé Ferreira tenham informado que vão tentar um mandado de segurança na Justiça, até a manhã desta quarta-feira o presidente da Casa, Luiz Carlos Pissetti (DEM), ainda não havia recebido nenhum documento nesse sentido.

Pissetti afirmou nesta quarta que a decisão de perda de mandato não foi influenciada pela pressão popular:

_ A interferência foi zero, não tenho preocupação com a ditadura do Facebook.

Logo após a leitura da decisão, na noite de terça-feira, parte dos manifestantes passou a gritar que seria a vez de afastar outros vereadores que também foram presos em operações do Gaeco, o que leva a entender que os protestos vão continuar a ocupar o Legislativo. Pissetti diz que a decisão sobre reforço de segurança nas próximas sessões dependerá da Polícia Militar, que tem acompanhado as movimentações nas redes sociais.

Durante a sessão de terça à noite, tenentes e sargentos do setor de inteligência da PM estiveram infiltrados em meio ao público.
Além do alto preço à imagem da Casa, o reforço de segurança também tem custado caro aos cofres da Câmara. O Legislativo desembolsou mais de R$ 4 mil à empresa prestadora de serviço de segurança para reforçar o número de agentes.

Extraordinárias

A suspensão de duas sessões consecutivas, na semana passada, deve causar a convocação de sessões extraordinárias. Com a Lei de Diretrizes Orçamentárias dominando a pauta das sessões da semana que vem, sobrarão apenas três antes do recesso para zerar as matérias.

Governador autoriza início das obras da nova bacia de evolução

02 de dezembro de 2015 0
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

O governador Raimundo Colombo (PSD) entregou nesta terça-feira à superintendência do Porto de Itajaí a licença ambiental de instalação (LAI) da nova bacia de evolução e anunciou que a ordem para o início dos trabalhos será dada ainda nesta quarta.

A construtora Triunfo, vencedora da licitação, aguarda ainda uma análise nos condicionantes da LAI para definir de que forma será o início da empreitada. A princípio, a ideia é retirar primeiro as guias submersas que ficam junto ao Molhe de Navegantes.

O trabalho pela frente será complexo: a abertura da nova área de manobras envolve a remoção de estruturas antigas e um grande volume de dragagem. Tudo isso, sem prejudicar as escalas de navios nos portos de Itajaí e Navegantes – o que vai exigir um grande esforço de logística.

Toda a primeira etapa da obra, orçada em R$ 103 milhões, é custeada pelo governo do Estado. O governador afirmou ontem que a importância do porto para a economia catarinense justifica o investimento.

O próximo desafio para o Complexo Portuário será garantir os recursos para a segunda etapa da obra, que serão responsabilidade do governo federal. A demora no início dos trabalhos da primeira fase impedia que a verba fosse reservada em orçamento para o ano que vem. O governador disse que está empenhado em garantir a liberação em Brasília.