Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Equação difícil

25 de dezembro de 2015 1

A cada temporada Balneário Camboriú enfrenta o mesmo problema: a circulação indevida de enormes ônibus de turismo nas áreas centrais, onde as vias são estreitas e o trânsito, atravancado. É claro que numa cidade que tem como principal fonte de receita o turismo o incômodo há de ser tolerado.

Mas é verdade, também, que há maneiras de reduzir o impacto – adotando vans no leva-e- traz, por exemplo, ou fiscalizando as rotas previamente estabelecidas. A solução é urgente: mesmo antes do feriadão o caos já estava instalado.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Renato diz: 26 de dezembro de 2015

    Cara Dagmara, como morador de Baln. Camboriú tenho um regra nessa época do ano. Meu carro simplesmente fica na garagem. Ônibus trazem um grande transtorno, mais “boyzinhos que não podem ver um rabo de saia, causam o mesmo transtorno.
    A verdade é que Baln. Camboriú é uma cidade para “ver e ser visto”. assim, todo mundo reclama do congestionamento mais não abre mão de sair de suas casas em sem carro para simplesmente desfilar.
    Para se ter uma ideia da ignorância, tem moradores no prédio em que resido que tiram o carro da garagem pra andar duas quadras e ir na padaria…
    Eu que vivo minha vida em paz, vou a pé, de bike… e sou muito feliz…

Envie seu Comentário