Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"Característica física da mancha não condiz com esgoto", afirma gerente da Fatma

18 de janeiro de 2016 0

O gerente regional da Fatma em Itajaí, Arno Gesser Filho, disse no fim da tarde desta segunda-feira que, de acordo com análises preliminares, a aparência da mancha que cobre o Rio Perequê e invadiu o mar em Porto Belo não condiz com características de esgoto sanitário.

Técnicos avaliaram a coloração da água que deixa a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da empresa Conasa – Águas de Itapema e concluíram que o material não está na mesma coloração do que invade as águas.

Segundo Gesser Filho, trata-se de uma análise visual, e uma afirmação mais contundente só será possível após a avaliação das amostras retiradas da água do mar e do Rio Perequê _ o que deve ser divulgado no fim da tarde desta terça-feira.

_ A princípio não se trata de esgoto, a característica física não condiz _ afirma.

De acordo com o gerente regional, é possível que a mancha tenha sido causada por proliferação de algas (que precisaria ter os motivos estudados) ou decomposição de matéria orgânica como raízes das árvores que ficam às margens do rio.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário