Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dados do Caged revelam queda no número de empregos em Itajaí

22 de janeiro de 2016 1

O ano difícil para a economia brasileira se refletiu na evolução do mercado de trabalho de Itajaí em 2015. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados, o município – que foi o segundo maior empregador de SC em 2014, fechou o ano com um saldo de 2.801 vagas fechadas. Em todo o Estado, foram 58.599 postos encerrados.

O Caged mostra também que, do total de vagas encerradas em 2015, mais da metade veio da indústria de transformação (1.601). Nos setores de comércio e de serviço, também fortes empregadores da cidade, foram mais 1.806 demissões sem recontratações.
Apenas dois dos sete setores analisados na base de dados do Ministério do Trabalho e Emprego tiveram resultado positivo – criaram mais vagas que demitiram.

Na administração pública, que envolve as contratações em prefeituras e demais órgãos oficiais, 71 postos foram abertos e o ano fechou com uma evolução de 40,8% neste nicho. Já a construção civil ficou praticamente estável, com saldo positivo de 0,29% – em 2014, o setor comemorava crescimento de 15,3%.

Na vizinha Balneário Camboriú os números também não são animadores. A cidade perdeu 644 vagas na construção civil – queda de 9,3% no ano – e 203 no comércio, duas de suas principais matrizes econômicas. Sinal de que nem mesmo a aposta na classe A e nos prédios de luxo conseguiram reverter a força da crise.

(Larissa Guerra)

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Rodrigo diz: 23 de janeiro de 2016

    E vai no balcão de emprego da prefeitura…maior mentira que existe..espero que esse comentário não seja apagado…la no SEDEER divulgam vagas inexistentes…eh uma vergonha. Sequer te chamam pra entrevista…o Brasil ta um lixo…desemprego batendo a porta…acorda povo…vamos a luta…vamos parar de alimentar esse governo frouxo e corrupto ! O que aconteceu no passado ja era…não vamos comparar…

Envie seu Comentário