Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Racha no PMDB de Itajaí provoca desfiliações

26 de janeiro de 2016 6
Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Um dos nomes mais fortes do PMDB em Itajaí, Eliane Rebello assinou a desfiliação do partido na noite de segunda-feira. Ela e um grupo de cerca de 200 pessoas decidiram deixar o partido após o lançamento da pré-candidatura a prefeito de Volnei Morastoni. Rachado, o partido estava sob intervenção do diretório estadual desde outubro do ano passado, que cancelou as convenções municipais e instaurou o comando temporário por 90 dias.

Eliane explica que a partir de agora o grupo vai iniciar uma campanha de desfiliação e em breve irá oficializar a ruptura. A expectativa é que a debandada atinja os mil desfiliados, segundo ela.

— O partido está surdo, mudo ou não nos quer. Como não há nenhum movimento para chamar a convenção municipal, vamos buscar um espaço democrático, onde podemos discutir e ser ouvidos — afirma.

De acordo com Eliane, o grupo já recebeu vários convites de partidos, como PDT, PT e PSD. Em 20 dias a intenção é definir o número de desfiliações para dar início a escolha do futuro partido. Há mais de 40 anos no PMDB, Eliane diz que há uma insatisfação municipal e nacional em relação ao partido.

— Saímos por causa dele (Volnei Morastoni), ele acabou virando o interventor do partido, foi uma candidatura super imposta. Eu fui militante, leal, companheira do partido, vivi intensamente minha militância e agora chegou ao fim. Claro que fica uma mágoa pela forma como fui tratada, mas é hora de começar vida nova — completa.

O atual presidente do partido em Itajaí, Gaspar Laus, disse que a decisão é uma posição do grupo e que não comentaria o assunto. Laus acredita que a saída de Eliane e seus apoiadores não terá impacto no partido e que a convenção municipal deve ocorrer dentro do prazo legal.

— Não vejo nenhuma modificação com essa decisão deles. O partido está tomando novos rumos, com força total — observa.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • ana acarolina diz: 26 de janeiro de 2016

    Fizeram com o mesmo que a muitos anos atrás ela fez com Arnaldo Schmidt.

  • waltencir diz: 26 de janeiro de 2016

    Este PMDB é um câncer nacional, partido que sempre quer mais e mais poder

  • Cristiano Gonçalves (Frank) diz: 26 de janeiro de 2016

    Creio que está tenha sido a melhor alternativa para o esquecimento de que o D da sigla é de democrático.

  • Jean Reinert diz: 26 de janeiro de 2016

    ana acarolina, você NÃO SABE o que diz: Pergunta pro próprio Arnaldo sobre qual a posição que ele está tomando sobre esse assunto, e saiba, que o Arnaldo NÃO saiu do PMDB. Continuou, na época, e ainda teve seu filho como candidato. O qual EU apoiei também.

  • Itajaí diz: 27 de janeiro de 2016

    A verdade é que Volnei ndependente de PT ou PMDB, não muda em nada.
    NÃO VAI MUDAR NADA, já teve sua chance e não fez NADA…

    PT e PMDB já mostram em cenário nacional o que são capazes de fazer.
    ACORDA POVO Itajaiense.

  • jonatan herz diz: 27 de janeiro de 2016

    Nada mais previsível que o ÓBVIO.
    Achar que um fervoroso partidário petista fosse pedir favor para entrar…por favor!
    Esta senhora fez pouco. Quem ficar contra ela é suspeito.
    O DNA petista nunca morre.
    O PT e o PMDB são ZUMBIS da política brasileira.
    Espere um pouco mais, uma mordida te transformará no semelhante.

Envie seu Comentário