Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Judiciário protesta a favor de Sérgio Moro em Itajaí

17 de março de 2016 6
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

Juízes, procuradores e servidores da Justiça Federal e do Ministério Público Federal protestaram em Itajaí no início da tarde desta quinta-feira em apoio ao juiz paranaense Sérgio Moro e à Operação Lava Jato.

Uma nova manifestação é prevista para o fim da tarde, junto à sede do Ministério Público Federal (MPF). A Associação dos Juízes Federais (Ajufe) publicou uma nota “pela independência judicial” _ leia abaixo.

Durante a noite houve panelaços em Itajaí e Balneário Camboriú. Na madrugada, por volta das 2h, um grupo parou a BR-101 na altura do km 114. Cerca de 30 manifestantes contrários ao governo atearam fogo em objetos e interromperam o fluxo no sentido Norte da rodovia.

O protesto provocou três quilômetros de fila. A Polícia Rodoviária Federal e os Bombeiros foram chamados, mas não houve confusão. O trânsito foi liberado por volta das 3h.

 NOTA AJUFE

Pela Independência Judicial

“Nós, juízes federais aqui reunidos, juntamente com todos os juízes federais brasileiros que se encontram neste momento perante as sedes da Justiça Federal, manifestamos nosso total apoio à independência judicial do juiz federal Sérgio Moro e de todos os magistrados federais que atuam nos processos da Operação Lava Jato.

A construção de uma sociedade livre, justa e solidária exige um Poder Judiciário forte e independente. Isso somente será possível se for assegurada aos juízes a liberdade para decidir conforme seus entendimentos, devidamente fundamentados no ordenamento jurídico.

Os juízes federais do Brasil reafirmam a sua independência e renovam o compromisso assumido quando da posse no cargo: manter, defender e cumprir a Constituição Federal e as leis do País.

Estamos vigilantes e atentos a tentativas temerárias de ingerência nas decisões judiciais por outros meios que não os estabelecidos na ordem jurídica e rechaçamos com veemência qualquer ameaça dirigida a membros do Poder Judiciário. O sistema judicial prevê o modo como as decisões dos juízes podem ser impugnadas e modificadas.

A Justiça Federal brasileira, da qual fazemos parte, ao lado do juiz federal Sérgio Moro, tem uma história centenária pautada pela defesa dos direitos dos cidadãos e da ordem democrática, com observância aos princípios fundamentais.

Temos consciência que o Judiciário está em constante aperfeiçoamento. Jamais aceitaremos qualquer retrocesso, especialmente por intermédio de intimidações, para atender determinadas situações especiais.

Uma Justiça independente e sem temores é direito de todo cidadão brasileiro e a essência do Estado Democrático de Direito, motivo pelo qual estamos ao lado do juiz federal Sérgio Moro e de todos os demais juízes, desembargadores e ministros que atuam nos processos da Operação Lava Jato”.

 

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • Marasmo Carlos diz: 17 de março de 2016

    O bem vai prevalecer… Precisamos combater o mal intensamente, diariamente, eternamente….

  • Marvado diz: 17 de março de 2016

    Protesto é outra coisa, isso é apoio, que, aliás, a Dra. Sonia Moroso também mereceria. Bom, lá vai: VIVA A DRA SONIA, ABAIXO O ZÉ!!!

  • edu diz: 17 de março de 2016

    Mexeu com o MORO, mexeu comigo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • André Bolsonaro diz: 17 de março de 2016

    Parabéns ao juiz que vem ignorando totalmente a constituição federal e atuando em prol desse regime inquisitorial. Como diz o Lênio Streck “desensinando processo penal”, mas fiquem tranquilos o cnj também está a favor do golpe.

  • Isi diz: 17 de março de 2016

    Aproveitando, o pessoal bacana e ilibado do Judiciário poderia dar uma moralizada naquelas situações ridículas de filhas de juízes, que já têm filhos adultos, netos, etc, mas não casam no papel, para não perder sua boquinha vitalícia de pensão do papai juiz. Os filhos marmanjos também. Que a viúva os sustente! Por que merecem salário gordo?Que sejam como todos os brasileiros, que se viram para estudar e trabalhar. Há inúmeras famosas curtindo pensão do Judiciário, o que é muito mais indecente do que uma mísera bolsa-família, coisa que existe na Europa, nos EUA… Comecem dentro de sua casa! Defendam o que quiserem: mas perdi a fé no Moro pela arbitrariedade e narcisismo; e a Justiça se desmerece com aquele debilóide Cata Preta, que fica debochando do povo humilde que nunca vai à Miami e nem se preocupa se o dólar sobe ou cai, porque está sempre por baixo. Servidores aproveitaram para revanche porque não tiveram seus belos reajustes, que queriam de qq forma, mesmo que outros servidores não ganhassem nada. Aliás, nas suas greves, não quiseram se reunir com outros servidores, por que se acham MAIS!

  • Raio X diz: 18 de março de 2016

    Dilam reclama do que? Ela mesma bisbilhota sem o menor pudor as contas correntes de todos os brasileiros e sabe quando temos debitos iguais ou maiores do que R$ 2.000,00 ao mes. Fora que todos os aposentados devem comprovar de tempos em tempos que permanecem vivos pois todos roubam a previdencia….. e por ai vai. Seguem a velha maxima do Pastor: Faz o que eu digo e nunca faz o que eu faco.

Envie seu Comentário