Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Boi vítima de farra aparece na praia em Itapema

25 de março de 2016 6

 

Apavorado e provavelmente fugitivo de uma “farra” na madrugada, um boi foi parar no mar ontem na Meia Praia, em Itapema, na altura da Rua 257. O animal foi laçado por um funcionário da Cidasc e resgatado. As imagens _ fotos e vídeos_ foram feitas por Fred Schoenfelder.

 

 

A polícia não sabe onde teria ocorrido a “brincadeira” ilegal com o boi e, como ocorre na maioria das vezes, ninguém foi identificado também _ nem os farristas, nem o dono do animal.

O tempo passa, pessoas morrem em farras, e continuamos a cultuar essa aberração por aqui. Difícil dizer se falta educação, bom senso, ou humanidade mesmo.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (6)

  • Rodrigues diz: 26 de março de 2016

    Darwin estava errado, a evolução a evolução não ocorreu.

  • Sem nome diz: 26 de março de 2016

    Rodeio e Vaquejada não é aberração e não acontece mortes……. aconteceu uma morte em farra do boi seus alienados

  • Sem nome diz: 26 de março de 2016

    “O animal foi laçado por um funcionário da Cidasc e resgatado.” esqueceu de acrescentar “depois morto pela Cidasc”

  • Antonio diz: 26 de março de 2016

    Coisa de matungo desocupado. Essa selvageria esses baderneiros chamam de cultura, cultura é o boi de mamão!

  • Neymar diz: 26 de março de 2016

    POVO: Conjunto de pessoas que se junta na rua para se manifestar contra problemas numa esfera federal mas que não conseguem remover a sujeira do quintal de casa.

  • Tradição é tradição diz: 26 de março de 2016

    Rodeio maltrata animais, mas não é proibido por que gira muito dinheiro, vaquejada o mesmo, e nem são tradições da região, ou do Brasil. Uma brincadeira inocente, distorcida enormemente pela mídia cega por grana e destruidora de tradições tão antigas quanto o Brasil. Nenhum animal é maltratado durante a farra, não enfiam nada em seus orifícios e muito menos mutilam suas genitálias pelo puro “esporte” de ver um boi pulando, como fazem em rodeios, o boi é um animal criado selvagemente e arisco o suficiente pra não se deixar encostar tão fácil na farra, no dia seguinte é morto, como em qualquer abatedouro e a carne é dividida entre os participantes para consumo. Sacrificar um animal e queimar sua carne é que é um crime! Um crime contra as tradições açorianas regionais, que estão se perdendo em meio a tantas falácias de migrantes desinformados.

Envie seu Comentário