Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Relatório da CPI da Codetran ficou 18 dias parado aguardando assinatura

06 de abril de 2016 0

Vai a votação hoje à noite, na Câmara de Vereadores de Itajaí, a proposta de decreto legislativo que determina à prefeitura uma auditoria para apurar possíveis irregularidades no contrato de concessão do serviço de pátio de veículos, a retomada de sindicâncias relacionadas ao caso e a aplicação de medidas para reparar os prejuízos aos cofres públicos. As providências fazem parte do relatório da CPI da Codetran, que, com mais de um mês de atraso, chegou esta semana à mesa diretora.

O documento seguiu para a assessoria no dia 2 de março e, cinco dias depois, já haviam sido concluídas as correções _ foi quando começaram a ser coletadas as assinaturas dos membros da CPI.

Em 8 de março, já com a assinatura de Thiago Morastoni (PMDB), Clayton Batschauer (PSD) e Dulce Amaral (PR), o relatório foi entregue no gabinete do vereador Fernando Pegorini (PP), de onde só saiu 18 dias depois.

O relato do atraso provocou saia-justa no Legislativo e discussões acaloradas nos bastidores. Ontem, Pegorini disse que a demorou a devolver os papéis assinados porque seu gabinete não foi informado oficialmente sobre a chegada dos documentos. Ele diz que “faltou comunicação” na Câmara.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário