Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tubarão-baleia é avistado no Caixa D`Aço em Porto Belo

29 de abril de 2016 0

 

Um visitante raro apareceu nas águas da baía do Caixa D´Aço, em Porto Belo, esta semana. O tubarão-baleia, com cerca de 8 metros de comprimento, foi avistado pelo mestre de barco Aristides Baltazar Filho, que registrou as imagens.

O gigante, que estava bem perto do costão, parece estar um tanto perdido, procurando espaço para voltar para mar aberto.
O pesquisador Jules Soto, curador do Museu Oceanográfico da Univali, confirmou a identidade do grandalhão e disse que se trata de um animal jovem. Provavelmente, se aproximou da costa pela grande disponibilidade de alimento que tem sido observada nos últimos meses.

_ Algum fenômeno oceanográfico, como a força do El Niño, influenciou isso. Esquentou as águas do mar, propiciando a produção e oferta de alimento para os tubarões. É o que chamamos “boom” de alimentos.

Tubarões-baleia se alimentam de pequenos peixes e crustáceos. O gigante da imagem, explica o pesquisador, levanta a cabeça para tentar captar a vibração das embarcações, “lendo” campos elétricos. Por isso, parece fazer movimentos esquisitos.
A recomendação é que os barcos não se aproximem muito do tubarão, que é protegido por lei.

::: Veja outro registro da passagem de um tubarão-baleia pela região

Curiosamente, os avistamentos de tubarões-baleia têm aumentado. Nos últimos dois anos, o Museu Oceanográfico da Univali registrou seis vezes o gigante por aqui. Só o mestre Aristides, que comanda o barco da escola de mergulho Pata da Cobra, em Bombinhas, já avistou tubarões-baleia quatro vezes recentemente, na região da Costa Esmeralda.

Ainda não se sabe se os registros aumentaram porque mais pessoas têm câmeras à mão, ou por efeito de alguma mudança climática.

 

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário