Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Filho do presidente da Federação Catarinense de Futebol é preso com arma em Balneário Camboriú

10 de maio de 2016 0

Delfim de Pádua Peixoto Neto, o Delfinzinho, foi preso pela Polícia Militar na madrugada desta terça-feira, em Balneário Camboriú, por porte ilegal de arma. Delfinzinho é filho do presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF), Delfim de Pádua Peixoto Filho, e mantém um cargo de assessor na entidade.

De acordo com o relato da PM, a polícia suspeitou da BMW de Delfinzinho, que circulava pelo Bairro dos Municípios por volta das 5h da manhã. Os policiais revistaram o carro e encontraram um revólver calibre 38, com seis munições, embaixo do banco do passageiro. Como não tinha registro da arma e nem autorização para andar armado, ele foi detido e levado à Delegacia da Polícia Civil. De lá, foi liberado mediante pagamento de fiança, que não teve o valor divulgado.

O advogado de Delfinzinho, Gastão da Rosa Filho, não foi encontrado.

Calcanhar de Aquiles

No ano passado, quando aberta a possibilidade de Delfim, o pai, assumir o comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o histórico de Delfinzinho, que já envolveu-se em confusões na FCF devido ao temperamento forte, e passou um ano preso, em 2007, por tráfico de drogas, virou notícia nacional.

O drama familiar acabou sendo o calcanhar de Aquiles de Delfim. No início da manhã desta terça, o pai ainda não sabia que Delfinzinho havia sido detido.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário