Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Balneário Camboriú, Itajaí e Florianópolis têm os imóveis mais caros do Sul do país

13 de maio de 2016 1
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

Balneário Camboriú, Itajaí e Florianópolis estão entre as cinco cidades com os imóveis novos mais caros no Sul do país, de acordo com levantamento feito pela consultoria paranaense Brain e divulgado pela revista Exame esta semana.

Nas áreas mais valorizadas de Balneário, ocupadas por prédios luxuosos, o metro quadrado pode custar até R$ 10 mil.

Em Itajaí, o boom é alavancado por construções de alto padrão especialmente nas regiões da Fazenda e da Praia Brava – recentemente tomadas por imóveis milionários.

As três cidades também integram a lista dos municípios que têm os imóveis usados com preço mais alto, segundo dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas ( Fipe).

Nesse ranking, se unem a Bombinhas e Itapema, que também têm alta valorização no mercado imobiliário.

De acordo com a pesquisa, Itapema é a única catarinense entre as seis cidades no país que tiveram variação acima da inflação nos imóveis usados: 11,5%.

O alto preço se explica pela proximidade do mar e pela escassez de terrenos, denominador comum entre os municípios citados pelas pesquisas.

Como as cidades são cercadas por áreas de preservação, há limitação para as construções e os espaços disponíveis têm uma valorização acima da média.

A aposta em construções de luxo, com foco no mercado AA, também impulsiona os valores para cima.

Curiosamente, é também o que mantém o mercado da construção civil em alta: quando se trata de imóveis de altíssimo padrão, a retração econômica parece ter ficado no lado de fora.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (1)

  • Luiz Carlos diz: 22 de maio de 2016

    Excelente matéria ! realmente em Balneário Camboriu os imóveis valorizam muito possuem liquidez imediata, pois a cidade é maravilhosa para viver sendo o sonho de moradia de pessoas do mundo inteiro.

Envie seu Comentário