Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Saia-justa entre Guarda Municipal e PM em Balneário

17 de junho de 2016 4

Uma ocorrência de assalto, atendida pela Guarda Municipal em Balneário Camboriú no fim de semana, provocou saia-justa com a Polícia Militar.  Entende-se que, quando chega a polícia, a guarda teria que abrir mão do atendimento e repassá-lo _ mas, naquele caso, isso não aconteceu e a própria Guarda Municipal levou os presos à delegacia. O comando da PM se reuniu com a Secretaria de Segurança esta semana para acertar as pontas.

Comente e compartilhe

comentários

Comentários (4)

  • Lucio contiero diz: 17 de junho de 2016

    Não acredito que li isso nessa matéria : Entende-se que, quando chega a polícia, a guarda teria que abrir mão do atendimento e repassá-lo.
    Pesquise antes de escrever isso, em flagrante que deteve apresenta não se deve passar para ninguém se não quebra-se o flagrante.
    Pare de sensacionalismo

  • Carlos diz: 18 de junho de 2016

    Dagmara para uma jornalista formada e curiosa vc esta pra tras. Esta enganada. A guarda pode sim comecar e terminar uma ocorrencia sem necessidade de apoio ou supervisao. O que acontece e que os municipios sao diferentes. Dez mil habitantes. Um milhao. Muitas guardas sao precarias. Falta armas. Carros. Mas poder e autoridade todas tem, leia o estatuto das guardas municipais.

  • Gian Marcos Philipps diz: 21 de junho de 2016

    Art. 5o São competências específicas das guardas municipais, respeitadas as competências dos órgãos federais e estaduais:
    XIII – garantir o atendimento de ocorrências emergenciais, ou prestá-lo direta e imediatamente quando deparar-se com elas.
    XIV – encaminhar ao delegado de polícia, diante de flagrante delito, o autor da infração, preservando o local do crime, quando possível e sempre que necessário.

    É o que rege a lei 13.022/14 (Estatuto Geral da Guardas Municipais)

    Seria interessante inteirar-se sobre a legislação vigente antes de publicar tamanha bobagem.

  • ROCHA diz: 21 de junho de 2016

    É tanta ignorância,nem vão atrás de informações e já publicam uma matéria desta. quem disse que a GM não pode encaminhar em flagrante delito???

Envie seu Comentário