Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Itajaí atrai investimentos na hotelaria

04 de julho de 2016 0
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto, Arquivo

 

Itajaí caiu nas graças do setor hoteleiro. De 2011 para cá, ganhou 500 novos leitos graças à instalação e reforma de antigos hotéis – e o segmento continua em alta. Há hoje seis novos empreendimentos em construção ou com obras prestes a iniciar. A estimativa da Secretaria de Turismo é que, em cinco anos, a cidade terá dobrado o número de leitos – de 2,5 para 5 mil.

O mais recente boom se deve à chegada das grandes redes. Entre os que já estão em obras, incluem-se unidades das marcas Quality Inn, Tulip Inn, Mercure e Accor Novotel, que ocupará a reforma do antigo hotel Mariner. Também já foram aprovados hoteis das redes Blu Tree e da norte-americana Super 8.

A tendência de crescimento atinge ainda hotéis mais tradicionais e conhecidos na cidade, como o Ibis Itajaí e o Hotel Sandri, que inauguram ampliações ainda este ano.

Além do desenvolvimento econômico e do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a realização de duas edições da Volvo Ocean Race, um dos eventos esportivos mais importantes do mundo, é considerada um dos principais atrativos para aguçar o interesse da hotelaria. O acompanhamento estatístico da Secretaria de Turismo indica que o setor começou a aquecer com a primeira parada da regata por aqui, em 2012, e amadureceu nos anos seguintes.

Tanto que a organização da prova, na época, optou por hospedar-se em Balneário Camboriú. Em 2015 escolheu hotéis em Itajaí. Apesar disso, o então CEO da prova, Knut Frostad, afirmou na passagem pela cidade que a hospedagem ainda era um item a ser melhorado – e os empresários parecem ter compreendido.

Eventos de negócios e viagens corporativas são o que mantêm hoje a rede hoteleira em Itajaí. Surpreendentemente, a cidade registra há dois anos uma média de pelo menos 50% de ocupação todo mês, sem baixa temporada.

Comente e compartilhe

comentários

Envie seu Comentário