Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Resultados da pesquisa por "marina"

Salão náutico Marina Itajaí prevê geração de R$ 40 milhões em negócios

18 de julho de 2016 0
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia, Arquivo

 

Enquanto a retração econômica provoca uma corrida desesperada pela sobrevivência em diversos setores, a náutica continua navegando em mar de almirante. Em parte porque o cliente das embarcações de luxo não foi afetado pela crise – mas também porque as indústrias resolveram surfar a onda das exportações, apostando na alta do dólar. Prova de que o mercado anda aquecido, o Salão Náutico Marina Itajaí, que inicia na próxima quinta-feira, tem previsão de gerar R$ 40 milhões em negócios.

Cerca de 60 expositores confirmaram presença, entre estaleiros nacionais e internacionais, como Azimut Yachts, Bayliner, Sea Ray, Intermarine, Fibrafort e Chris Craft, além de empresas fornecedoras de produtos e serviços do ramo, que vão expor motores, acessórios, decoração, moda náutica, despachantes e serviços financeiros. Carros e imóveis também fazem parte do rol de exposição.

O Salão Náutico receberá embarcações de todos os tamanhos, de jet skis a iates luxuosos que custam mais de R$ 12 milhões. E para quem tiver dúvidas sobre o modelo escolhido, algumas empresas vão oferecer test-drive e condições especiais de parcelamento. Esta é a primeira vez que o Estado recebe um salão desse porte, e a expectativa é de que 5 mil pessoas circulem pelos estandes durante os quatro dias do evento – entre os convidados, potenciais clientes das marcas vindos de todo o país, o que promete movimentar a região nos próximos dias.

Première

A Azimut Yachts fará durante o Salão Náutico Marina Itajaí a première da Verve 40, embarcação produzida com exclusividade em Itajaí pela marca italiana para o mercado norte-americano. Será a primeira apresentação pública do barco, que será lançado oficialmente no fim do ano, no Fort Lauderdale International Boat Show.

Marina Itajaí terá salão náutico para concorrer com os maiores do país

21 de maio de 2016 0
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

A Marina Itajaí se prepara para lançar seu primeiro salão náutico. A ideia é ousada: o projeto é de um evento nos moldes das grandes feiras náuticas do Rio de Janeiro ( RJ) e São Paulo ( SP). A data já foi escolhida, de 21 a 24 de julho – um período intermediário entre os dois maiores boat shows do país.

A proposta foi apresentada aos estaleiros antes de ser oficializada. Diante do interesse da indústria em apostar as fichas no Sul, o evento foi formatado.

A estrutura terá espaço de exposição para 60 marcas, e 50% já está negociado.

Entre as empresas que já confirmaram presença estão algumas das maiores do país, como Azimut, Schaefer Yachts, Triton e Bayliner, que terão espaços na água e em terra firme para apresentar seus lançamentos.

Manoel Carlos Maia de Oliveira, diretor do Complexo Marina Itajaí, diz que a intenção não é competir com o Festival Náutico da Marina Tedesco, que ocorre anualmente em Balneário Camboriú – mas agregar valor ao mercado.

O foco será em atrair especialmente o consumidor do Sul do país, onde está concentrada 75% da produção de embarcações de lazer. O Brasil ainda engatinha na náutica, que tem um grande potencial de crescimento no país. A proposta, então, é apresentar esse mundo ao possível consumidor.

Além de barcos de todos os tamanhos e preços – de R$ 100 mil a mais de R$ 20 milhões, com opções de financiamento –, o Salão Náutico Marina Itajaí terá espaço de gastronomia e venda de produtos associados ao mercado.

A expectativa é que o festival também seja indutor de crescimento para a Marina Itajaí, considerada uma das melhores estruturas do país.

Mais lento

A retração econômica fez segurar em 40% os planos de crescimento da Marina Itajaí.

O mercado começou a reagir há cerca de dois meses, e a expectativa é que, até o fim do ano, sejam retomados os projetos na velocidade originalmente prevista.

Antaq questiona valores pagos pela marina ao Porto de Itajaí

10 de maio de 2016 0

marina 7

 

 

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) abriu um procedimento para fiscalizar o contrato de concessão da Marina Itajaí, firmado pelo Porto. O levantamento foi provocado por uma denúncia do Sintac, sindicato que representa os trabalhadores administrativos portuários em SC.

O Sintac questiona os valores que serão repassados ao porto pela marina, de acordo com o contrato de concessão _ especialmente a taxa por embarcação, estimada em R$ 9,15, independente do tamanho do barco.

De acordo com a denúncia, quando todas as 817 vagas forem ocupadas a marina poderá arrecadar R$ 3,2 milhões por mês, enquanto o Porto de Itajaí, que cedeu a área, lucrará apenas R$ 7,4 mil mensais.

O processo na Antaq foi instaurado em dezembro, e ainda está em fase de análise. Quando concluída a primeira etapa, será enviado a Brasília, de onde sairá a decisão sobre o caso. A mesma denúncia também foi entregue ao Ministério Público Federal.

Henry Rossdeutcheur, advogado do porto, diz acreditar que prevalecerá o “princípio da razoabilidade”, e que, embora a definição de valores tenha ocorrido antes da retração econômica do país, o atual momento deverá ser levado em consideração na análise do processo.

A área da marina foi concedida por 25 anos, renováveis por mais 25, e as benfeitorias serão incorporadas ao patrimônio público ao fim do contrato.

As receitas do porto estão em evidência desde que o terminal passou a viver uma crise interna grave, resultado da queda de movimentação. No ano passado a APM Terminals, arrendatária do terminal, perdeu metade das operações para outros portos.

Porto Belo terá quartel-marina para os Bombeiros

02 de maio de 2016 0

Porto Belo terá um quartel-marina para o Corpo de Bombeiros. O convênio entre município e governo do Estado foi assinado na sexta-feira. Nos próximos dias será lançado o edital de licitação, com previsão de gastos de R$ 688 mil.

O quartel vai ficar no Perequê, e terá acesso ao mar através do Rio Perequezinho. A ideia inicial é agilizar os atendimentos, não apenas na água – com a dificuldade de circular entre Porto Belo e Bombinhas no verão, o socorro poderá vir pela água também nas ocorrências em terra.

Marina Itajaí coloca em funcionamento novo equipamento para içar barcos

22 de fevereiro de 2016 0
Foto: Divulgação / Marina Itajaí

Foto: Divulgação / Marina Itajaí

Começou a funcionar no fim de semana o Travel Lift da Marina Itajaí. O equipamento é capaz de içar barcos de até 75 toneladas e cerca de 90 pés. A marina itajaiense é a única da região Sul com este tipo de operação disponível para guardar barcos no hangar ou fazer reparos em terra.

Construtora exibe BMW elétrica na Marina Itajaí

18 de fevereiro de 2016 0
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Blue Heaven Empreendimentos Imobiliários promove uma ação neste fim de semana para divulgar a BMW i3 elétrica. O modelo é o mesmo que ficará à disposição para uso compartilhado dos moradores do Infinità Residenza, empreendimento que a construtora está lançando em Itajaí. De sexta a domingo o automóvel será exibido para o público no lounge do Infinità montado dentro da Marina Itajaí, das 13h às 20h.

O empreendimento, de 17 andares, possui piscina de borda infinita em cada sacada e uma vaga para barcos de até 40 pés na Marina Itajaí. Na garagem do edifício haverá um carregador para carro elétrico.

Prédio em Itajaí oferece vagas em marina aos compradores

12 de janeiro de 2016 0
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

O recém-lançado empreendimento Infinità Residenza, da incorporadora Blue Heaven, oferece aos compradores um mimo, digamos assim, diferente: quem compra um apartamento recebe uma vaga para embarcações de até 40 pés na Marina Itajaí.

O prédio de luxo tem vista para a marina, piscina de borda infinita na sacada e decoração com a assinatura da grife Armani. As garagens terão pontos de recarga para carros elétricos e um BMW i3, para ser compartilhado entre os moradores.

O preço? A partir de R$ 3 milhões.

Sindicato questiona contrato da Marina Itajaí

12 de outubro de 2015 0
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

Os números do contrato de concessão da Marina Itajaí foram trazidos à discussão pelo sindicato que representa os trabalhadores administrativos do porto (Sintac), durante a audiência pública que discutiu a crise no Porto de Itajaí. O presidente da entidade, Alexandre Pamplona, questionou por que o valor a ser pago pela administração da Marina à autoridade portuária é tão inferior à expectativa de lucro: quando a estrutura estiver em pleno funcionamento, deve faturar mais de R$ 30 milhões por ano, segundo os cálculos do sindicato. Mas o porto terá direito a R$ 400 mil.

O superintendente, Antônio Ayres dos Santos Junior, respondeu que o cálculo não levou em conta o investimento da empresa e os custos de manutenção, e argumentou que os valores foram aprovados pela Antaq.

Marina Itajaí inaugura em novembro com 330 vagas

29 de setembro de 2015 2
Foto: Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

 

A data de inauguração da Marina Itajaí foi anunciada nesta segunda-feira à noite durante reunião itinerante da Associação Empresarial de Itajaí ( ACII).
A estrutura será aberta oficialmente no dia 20 de novembro.

Antes disso, porém, já estará funcionando para auxiliar no receptivo aos barcos da Regata Jacques Vabre, a partir de 1 º de novembro. Nesta primeira fase serão oferecidas 330 vagas, 160 secas e 170 molhadas – 50 já estarão ocupadas com embarcações que vão desde motos aquáticas até iates com mais de cem pés.

Os principais clientes da Marina, no momento, são dos três estados do Sul. Gente disposta a pagar mensalidades que variam de R$ 600 a R$ 6 mil para manterem as embarcações em Itajaí.

Manuel Carlos Maia de Oliveira, diretor do Complexo Marina Itajaí, diz que novas negociações estão em andamento e que devem intensificar após a abertura. Afirma que a crise não chegou a afetar as expectativas que cercam o empreendimento porque o Brasil carece de vagas de marinas, em especial no Sul do país.

A primeira fase da Marina concentrará as principais construções necessárias para o funcionamento. Salas comerciais e o boulevard ficarão para a segunda etapa do empreendimento, que poderá ter até 900 vagas para embarcações.

A marina abre as portas com cerca de cem funcionários, entre empregados diretos e indiretos. Com a lotação das primeiras 330 vagas, o número deve saltar para mais de 2 mil.

Sustentável

Uma empresa do Bahrein é responsável pela instalação de uma usina de geração de energia eólica na Marina Itajaí. A fonte alternativa vai abastecer toda a estrutura de LED do empreendimento. É a primeira marina do Brasil a utilizar esse tipo de tecnologia.

Com vista

Tiago e Mello e Rafael Pinheiro, sócios que comandam o restaurante Zen, de Joinville, são os responsáveis pelo restaurante da Marina Itajaí, o Zephyr, que abre no dia 1 º de novembro.

O menu está a cargo do chef André Fontana, que promete surpreender : incluiu nas especialidades da casa pratos tailandeses e indonésios.

GT Náutico visita marinas em Itajaí e Porto Belo

06 de agosto de 2015 0
Foto: Raquel Santi, Divulgação

Foto: Raquel Santi, Divulgação

 

O Grupo de Trabalho de Turismo Náutico da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte passou ontem por Itajaí e Porto Belo para conhecer os modelos de marina pública das duas cidades. A ideia é que os projetos sirvam de exemplo para outros 22 municípios no Estado.