Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "protesto"

Pescadores protestam por licença para captura de tainha

05 de maio de 2016 0
Foto: Luiz Carlos Souza, Especial

Foto: Luiz Carlos Souza, Especial

 

Trabalhadores da indústria da pesca protestaram nesta quarta-feira em Itajaí para pedir agilidade na liberação das licenças de pesca pelo Ministério da Agricultura. A menos de um mês do início da safra industrial da tainha, ainda não foram sequer estabelecidos os parâmetros para pleitear a autorização.

Judiciário protesta a favor de Sérgio Moro em Itajaí

17 de março de 2016 6
Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

 

Juízes, procuradores e servidores da Justiça Federal e do Ministério Público Federal protestaram em Itajaí no início da tarde desta quinta-feira em apoio ao juiz paranaense Sérgio Moro e à Operação Lava Jato.

Uma nova manifestação é prevista para o fim da tarde, junto à sede do Ministério Público Federal (MPF). A Associação dos Juízes Federais (Ajufe) publicou uma nota “pela independência judicial” _ leia abaixo.

Durante a noite houve panelaços em Itajaí e Balneário Camboriú. Na madrugada, por volta das 2h, um grupo parou a BR-101 na altura do km 114. Cerca de 30 manifestantes contrários ao governo atearam fogo em objetos e interromperam o fluxo no sentido Norte da rodovia.

O protesto provocou três quilômetros de fila. A Polícia Rodoviária Federal e os Bombeiros foram chamados, mas não houve confusão. O trânsito foi liberado por volta das 3h.

 NOTA AJUFE

Pela Independência Judicial

“Nós, juízes federais aqui reunidos, juntamente com todos os juízes federais brasileiros que se encontram neste momento perante as sedes da Justiça Federal, manifestamos nosso total apoio à independência judicial do juiz federal Sérgio Moro e de todos os magistrados federais que atuam nos processos da Operação Lava Jato.

A construção de uma sociedade livre, justa e solidária exige um Poder Judiciário forte e independente. Isso somente será possível se for assegurada aos juízes a liberdade para decidir conforme seus entendimentos, devidamente fundamentados no ordenamento jurídico.

Os juízes federais do Brasil reafirmam a sua independência e renovam o compromisso assumido quando da posse no cargo: manter, defender e cumprir a Constituição Federal e as leis do País.

Estamos vigilantes e atentos a tentativas temerárias de ingerência nas decisões judiciais por outros meios que não os estabelecidos na ordem jurídica e rechaçamos com veemência qualquer ameaça dirigida a membros do Poder Judiciário. O sistema judicial prevê o modo como as decisões dos juízes podem ser impugnadas e modificadas.

A Justiça Federal brasileira, da qual fazemos parte, ao lado do juiz federal Sérgio Moro, tem uma história centenária pautada pela defesa dos direitos dos cidadãos e da ordem democrática, com observância aos princípios fundamentais.

Temos consciência que o Judiciário está em constante aperfeiçoamento. Jamais aceitaremos qualquer retrocesso, especialmente por intermédio de intimidações, para atender determinadas situações especiais.

Uma Justiça independente e sem temores é direito de todo cidadão brasileiro e a essência do Estado Democrático de Direito, motivo pelo qual estamos ao lado do juiz federal Sérgio Moro e de todos os demais juízes, desembargadores e ministros que atuam nos processos da Operação Lava Jato”.

 

Opinião: Mudança de dentro para fora

14 de março de 2016 0

As manifestações que levaram uma multidão ontem às ruas contra a corrupção representam um desafio para os políticos em ano eleitoral. Será preciso um esforço verdadeiro e propostas coerentes para reconquistar a confiança da população.
Para além dos cargos eletivos, é hora também de refletir sobre as desonestidades rotineiras, praticadas pelo cidadão comum, e que não ganham as páginas dos jornais. O “jeitinho”, o desrespeito às leis.

Quem sabe, sairemos dessa turbulência mais maduros.

Protesto canino

Foto: Lucas Correia

Foto: Lucas Correia

É provável que eles não soubessem pelo que protestavam. Mas os cachorros de todos os tamanhos que aderiram à manifestação de ontem em Balneário Camboriú, junto com os donos, viraram atração à parte. Um desfile verde-amarelo de mascotes.

Protesto contra alta na tarifa de água reúne cerca de 100 pessoas em Itapema

30 de janeiro de 2016 1
Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Por Camila Iara
camila.iara@santa.com.br

Um protesto contra o reajuste na tarifa de água reuniu cerca de cem pessoas no Centro de Itapema na tarde de sexta-feira. Segundo Rafael Bach, 32 anos, organizador da passeata, os manifestantes saíram da região central da cidade, próximo à Praça da Paz, por volta das 13h30min. Eles seguiram até a prefeitura e depois até a Companhia Águas de Itapema (Conasa). Bach explica que a proposta foi tentar contato para que baixassem o valor cobrado, mas não houve diálogo. Ele adianta que dia 15 de fevereiro haverá uma audiência pública na Câmara de Vereadores em conjunto com a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), Conasa e o prefeito Rodrigo Bolinha (PSDB).

— Temos uma tarifa onde há uma cobrança de 200% em cima, quem pagava R$ 50 na água agora está pagando R$ 500. É um absurdo e não podemos deixar assim — afirma.

A advogada Tatiana Aparecida de Oliveira, 31 anos, participou do protesto. Segundo ela, que diz acompanhar supostas irregularidades no sistema de água de Itapema, existe uma discrepância no que determina a lei e no que está sendo aplicado pelo poder público em relação à cobrança de água na cidade:

— Enquanto todo mundo só se preocupa com o esgoto, eles estão quebrando contrato há pelo menos 10 anos. Por que o prefeito não cumpre o que foi determinado pelo Tribunal de Contas? Isso tudo é um reflexo de uma ilegalidade que está ocorrendo há muito tempo— alega.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Conasa afirmou que em janeiro a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), a pedido da Prefeitura de Itapema, fez a revisão do contrato de concessão da Conasa com o objetivo de inserir os investimentos do Plano Municipal de Saneamento Básico, de cerca de R$ 600 milhões — o que demandou a alteração da matriz tarifária. De acordo com a assessoria, a instituição que regula as tarifas e os serviços das concessionárias no município é a Aris — a Conasa não faz alterações tarifárias de forma independente —, e as informações da matriz tarifária completa juntamente ao Plano Municipal de Saneamento Básico podem ser acessados no site aguasdeitapema.com.br.

Reversão

À noite, a prefeitura de Itapema informou que reverteu a nova forma de cobrança em uma reunião em Florianópolis com a Aris na sexta-feira. De acordo com o prefeito Rodrigo Bolinha (PSDB), a partir de segunda-feira a taxa sazonal cobrada sobre a conta de água está suspensa — esta tarifa, de cerca de 25%, estava sendo aplicada nos casos em que os consumidores utilizavam mais que 10 metros cúbicos de água durante a temporada, o que provocou um aumento expressivo nas contas.

— Em relação aos consumidores que já pagaram a conta desse mês a Aris ainda está avaliando como ficará a situação. Essa taxa sazonal foi criada para que os investimentos do Plano de Saneamento Básico não pesassem na tarifa básica. Ela acabava beneficiando quem consome menos — comenta o prefeito.

Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Foto: Lucas Correia / Agência RBS

Protesto com espuma

Manifestantes que participaram do protesto contra a nova tarifa resolveram deixar um “brinde” para a Conasa: colocaram sabão na fonte em frente à companhia.

 

Manifestantes pedem que seja feita justiça no caso Francielle

13 de dezembro de 2015 0
Foto: Fabiano Correia, Especial

Foto: Fabiano Correia, Especial

 

Um grupo de manifestantes tomou a Avenida Beira-Rio, em Itajaí, neste sábado, para pedir justiça no caso Francielle Sena de Oliveira. A jovem, que estava grávida, foi encontrada morta na praia, em Navegantes, no dia 31 de novembro. Ela havia saído na noite anterior para ir à igreja, acompanhada de um primo.

Na semana passado o Ministério Público negou-se a pedir a prisão do ex-companheiro de Francielle, um homem de 34 anos que teria estado com ela no dia do crime, por entender que faltam elementos que o liguem ao caso. Diante disso, a Polícia Civil decidiu traçar novas estratégias de investigação.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) ainda não analisou possíveis vestígios de DNA encontrados no corpo da jovem.

::: Saiba mais sobre o caso

Moradores de Porto Belo protestam nesta sexta por acesso alternativo no pedágio

13 de novembro de 2015 14

Atualizada

 

Por falta de uma via de retorno, quem passa da entrada do elevado e precisa entrar em Porto Belo, vindo do sentido Norte-Sul da BR-101, tem que pagar duas vezes o pedágio para ter acesso ao município. E, para muita gente que trabalha fora da cidade, isso acontece todos os dias.

A situação é a mesma desde que foi instalada a praça de pedágio, há cinco anos. Até março, os moradores usavam uma via alternativa para evitar a cobrança duplicada _ mas esse acesso foi fechado pela Autopista Litoral Sul em março.

Era caso de Justiça ou de fiscalização, que compete ao governo federal. Como ninguém se mexeu até agora, o pessoal está organizando um protesto no pedágio hoje, às 17h. No mínimo, querem respeito.

O que diz a Autopista

A Autopista Litoral Sul informou na sexta-feira que o acesso ao condomínio aeronáutico e industrial de Porto Belo, que hoje obriga o motorista a pagar duas vezes o pedágio por falta de retorno, não é responsabilidade da concessionária. Como os empreendimentos vieram depois da concessão da BR-101, o entendimento é de que o próprio município deveria arcar com o acesso.

A via alternativa que vinha sendo usada pelos motoristas foi fechada, de acordo com a concessionária, a pedido da ANTT. A passagem causava risco de acidentes.

Vídeo: Assista ao momento em que vereadores deixam o plenário em protesto em Itajaí

30 de setembro de 2015 4

O protesto silencioso dos vereadores de Itajaí, que se retiraram do plenário após a posse do vereador Sadi Pires (PMDB), foi registrado em vídeo pela Câmara. Disponibilizadas no canal da Casa no Youtube, as imagens mostram o momento em que os parlamentares se levantam, depois do juramento do novo vereador.

 

 

Sadi Pires decidiu que não vai falar sobre a manifestação dos colegas de plenário por enquanto. Parentes e amigos o acompanhavam durante a posse.

O novo vereador foi um dos presos da Operação Dupla Face, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no dia 24 de agosto, e acabou exonerado do cargo de secretário. Liberado dias depois, foi beneficiado na Câmara pela prisão do vereador Afonso Arruda (PMDB), de quem era suplente. Arruda, que segue preso, também está entre os detidos da mesma operação.

Em nota à imprensa, Sadi Pires informou que não foi indiciado (até porque o inquérito segue em andamento). Portanto, não há qualquer impedimento legal para que assuma o posto.

Vereadores abandonam sessão em protesto após Sadi Pires assumir vaga no Legislativo em Itajaí

29 de setembro de 2015 1
Foto: Davi Spuldaro, Divulgação

Foto: Davi Spuldaro, Divulgação

 

Atualizada

 

Vereadores que participavam da sessão da Câmara em Itajaí nesta terça-feira deixaram o plenário em protesto após o ex-secretário de Habitação de Itajaí, Sadi Pires (PMDB), tomar posse de uma das cadeiras do Legislativo. Apenas as vereadoras Anna Carolina (PRB), que presidia a sessão, e Neusa Geraldi (PMDB) permaneceram após o juramento do novo parlamentar. Sem quórum mínimo de sete pessoas, os trabalhos foram suspensos e só serão retomados na quinta-feira.

O ato simbólico uniu situação e oposição _ um fato inédito na Câmara de Itajaí. Aderiram ao protesto os vereadores Thiago Morastoni, Rafael Dezideiro (PRP), Laudelino Lamin (PMDB), Acácio da Rocha (PSDB), Maurílio Moraes (PDT), Calinho Mecânico (PP), Giovani Felix (PT), Vanderley Dalmolin (PP), Osvaldo Mafra (SD) Tonho da Grade (PP), e Márcio Dedé (PSDB).

Sadi foi um dos presos da Operação Dupla Face, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no dia 24 de agosto, e acabou exonerado do cargo de secretário. Liberado dias depois, foi beneficiado na Câmara pela prisão do vereador Afonso Arruda (PMDB), de quem era suplente. Arruda, que segue preso, também está entre os detidos da mesma operação.

Nesta terça-feira à tarde, um pouco antes da sessão, a assessoria de Sadi Pires encaminhou nota à imprensa dizendo que, como não foi indiciado (o inquérito segue em andamento), não responde judicialmente por atos relacionados à operação. Adiantou, porém, que como os inquéritos das operações Dupla Face e Parada Obrigatória (na qual aparece em uma das ligações interceptadas pelo Gaeco) estão em segredo de Justiça, não vai se pronunciar sobre nenhuma das investigações.

“Sei que muitos estão fazendo politicagem, alegando varias situações sem provas, distorcendo fatos e prejudicando o andamento do inquérito (…). Assumo tranquilo, certo que a verdade prevalecera e que tudo será esclarecido no seu tempo”, afirma na nota.

A impossibilidade legal de falar a respeito das operações foi o argumento usado na segunda-feira por Sadi para esquivar-se de depor à CPI da Codetran. Será intimado novamente a comparecer na próxima segunda-feira, o que trará aos membros da comissão a inusitada tarefa de inquirir um de seus pares.

Denunciado

Sadi assume o cargo com um “pé” na Comissão de Ética. Terminada a sessão a vereadora Anna Carolina apresentou à comissão uma denúncia contra ele, por ter sido citado entre os investigados.

A assessoria de Sadi Pires disse que ele só se manifestará a respeito na quinta-feira.

Vale dizer que o próprio PMDB estava reticente quanto à posse de Sadi. Logo após a prisão de Afonso Arruda, a presidente do partido em Itajaí, Eliane Rebello, disse que tentaria demovê-lo da ideia de assumir o posto até o fim das investigações.

Correção: Até 21h17min de terça-feira o blog informou que a denúncia contra Sadi Pires na Comissão de Ética havia ocorrido durante a tarde. Na verdade, foi protocolada após a sessão.

 

Opinião: E você, vai protestar pelo quê?

13 de agosto de 2015 14

Dizem as más línguas que a manifestação programada para este domingo deve perder parte do quórum aqui na região. O motivo é a quantidade de políticos que apareceram nos últimos protestos mas que, diante da recente varredura feita pelo Ministério Público, vão preferir colocar o rabinho entre as pernas e ficar em casa mesmo.

O balanço das últimas semanas, aliás, mostra que as coisas andam bem feias por aqui. Foram 46 denunciados pela Operação Trato Feito em Balneário, sete indiciados na Operação Parada Obrigatória em Itajaí (um vereador preso, inclusive), secretário detido por crime ambiental em Navegantes e prefeito cassado por abuso de poder político em Penha.

Que me perdoe quem vai às ruas para pedir o impeachment da presidente, mas temos uma baita lição de casa pra fazer.

 

Moradores do Espinheiros param rodovia para protestar por segurança

30 de maio de 2015 2
Foto: Nathan Messias, Especial

Foto: Nathan Messias, Especial

 

Um protesto organizado por moradores do Bairro Espinheiros parou a rodovia Jorge Lacerda por 30 minutos neste sábado. Os manifestantes pedem melhorias na segurança e reforço no policiamento _ em especial nos loteamentos Santa Regina, Portal 1 e Portal 2, onde a onda de criminalidade crfesceu vertiginosamente nos últimos cinco anos.

O fechamento provocou filas nos dois sentidos da rodovia. Alguns motoristas se irritaram e tentaram furar o bloqueio, mas não houve confusão.

Os moradores reclamam de furtos e assaltos. Os números relatados são bem superiores aos índices oficiais, até porque muita gente não registra boletim de ocorrência _ em muitos casos, por falta de expectativa de solução.

Há cerca de três semanas a Polícia Militar reforçou as rondas no bairro com uma viatura, mas, por falta de efetivo, o carro não circula durante todo o dia.

E o reforço?

Este ano, Itajaí recebeu reforço de dois policiais militares. Parece piada.