Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Grêmio e Brasil é uma semifinal imperdível

26 de março de 2014 2

É imperdível. Logo mais, início da noite, na Arena, acontece a primeira esperada semifinal, entre Grêmio e Brasil-Pel, donos de campanhas idênticas, que passaram com todos os méritos pelos rivais no final de semana e vão decidir quem carimba vaga na final e quem fica pelo caminho no Gauchão.

Claro que o time do técnico Enderson Moreira tem as honras de favorito, a obrigação, o fator local, mas  vai encontrar um rival motivado, bem treinado, consciente das dificuldades, mas convicto de que pode conseguir uma façanha e proporcionar um Carnaval fora de época na Princesa do Sul.

Favoritão

Também vale a atenção. Hoje à noite, depois da novela, de novo em Novo Hamburgo, o Inter, melhor campanha, com a mesma escalação do último jogo, encara o Caxias, que começou mal, ainda não perdeu nas mãos do técnico Beto Campos e sonha com um lugar na decisão do Gauchão.

Apesar da reconhecida evolução do rival, o time do técnico Abel Braga, que tem jogado menos do que pode, segue dependente das individualidades, entra em campo com as honras de grande favorito, com  todas as chances de fechar a noite com presença confirmada na briga que vale o título.

Castigo

Pintou o castigo. Assustada com o futebol que não aparece, com os constantes fracassos no campeonato italiano, com a chance quase zero de arrumar lugar entre os participantes das principais competições europeias do próximo ano, a direção do Milan resolveu punir a boleirada.

Se a situação continuar como está, sem vitórias, sem evolução na tabela, a turma da bola, incluindo o brasileiro Kaká, um dos poucos que tem dado boas respostas em campo, vai receber o contracheque mais magro, uma notícia que pode piorar ainda mais o que já está bem ruim.

Zorra

Quem paga escolhe a banda. Chamado sempre na hora difícil, Celso Barros, presidente da patrocinadora do Fluminense, só aceita botar grana para reforçar o time com uma condição: a volta do gerente executivo Rodrigo Caetano.

Apesar da resistência do presidente do clube, tudo indica que, pela pressão que tem sofrido, pela falta de dinheiro, mais uma vez o dono da cadeira mais importante das Laranjeiras vai ajoelhar no milho.

Pressão

Só a vitória serve. Com nove pontos, na ponta da tabela, melhor campanha entre os brasileiros, o Atlético-PR enfrenta o Velez, hoje à noite, em Curitiba, sem o direito de deixar escapar os três pontos.

Se não conseguir o único objetivo que persegue, o Furacão vai comer o pão que o diabo amassou, na última rodada, contra o The Strongest, na sempre temível altitude.

Perguntinha

Os favoritos vão confirmar hoje à noite?

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • luiz diz: 26 de março de 2014

    tu não fala nada do calote do teu clube?

  • Elias Junior diz: 26 de março de 2014

    Bem que poderia dar uma final Brasil de Pelotas x Caxias, para o bem do futebol Gaúcho seria fantástico uma final de interior pelo título maior do Gauchão. Quem sabe as zebras não saiam hoje pela noite.

Envie seu Comentário