Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Venceu o time mais regular

14 de julho de 2014 8

Ficou em boas mãos. Numa decisão de muita marcação, chances de gols dos dois lados, Alemanha e Argentina empataram em 0 a 0 no tempo normal. Empurraram a decisão para a prorrogação. Após um primeiro tempo de superioridade, mas também sem gols, os alemães finalmente marcaram.

O autor da façanha foi um reserva, Götze, que tirou proveito do cansaço físico argentino, apareceu no lugar certo, na hora certa e acertou um chute que só parecia fácil. Verdade que o time do técnico Joachim Low não foi brilhante sempre, mas foi, de longe, o mais regular de todos que estiveram no Brasil, com um coletivo invejável, algumas individualidades que renderam muito e que proporcionaram um final merecido nesta Copa de 2014.

Dormindo no gelo

A sorte anda junto com os bons. Sem Khedira, que atirou a toalha após o aquecimento, o técnico Joachim Low optou por Kramer, que deu conta do recado, até precisar ser substituído, ainda no primeiro tempo, após um choque de jogo com um defensor argentino.

Mas o grande lance do comandante germânico veio depois. Acertou a mão ao escolher Götze para entrar no lugar de Klose, o maior goleador de Copas.

O menino marcou o gol da vitória, do título, saiu como herói e provou que chefe do vestiário, além de competente, tem muita estrela.

Água de salsicha

Acabou pior do que estava. Na despedida da Copa, a Seleção foi, mais uma vez, goleada. Levou 3 a 0 de uma Holanda desgastada - jogou duas prorrogações seguidas -, saiu vaiada e com a certeza de que vai precisar reinventar um jeito de voltar a ser respeitada.

Num jogo com cara de missa de 7º dia, o time do técnico Luiz Felipe Scolari sofreu o primeiro gol logo após cantar o hino, o segundo logo depois e o terceiro quase na hora do banho. Agora, é hora da faxina, que precisa começar na sala dos dirigentes e terminar no vestiário. Sem ela, vamos passar quatro anos correndo atrás da máquina, esperando o momento de participar e fracassar na Rússia em 2018.

Lógica

É questão de lógica. Até as paredes sabem que Luiz Felipe Scolari é dono de muitos títulos, de trabalhos qualificados, que não foi o único culpado por tudo o que aconteceu.

Mas o momento é de agradecer aos homens da CBF pela oportunidade, limpar o armário, acertar as contas e tirar da cabeça qualquer possibilidade de seguir no comando da Seleção. Agora é hora de dar um tempo, sair de campo, ficar longe dos holofotes. E escolher a dedo seu novo endereço de trabalho.

Melhores

É hora dos melhores. A Seleção da Copa ficou assim na visão da coluna: Neuer (Alemanha); Lahm (Alemanha), González (Costa Rica), Garay (Argentina) e Blind (Holanda); Mascherano (Argentina), Schweinsteiger (Alemanha), Valbuena (França) e Jámes Rodríguez (Colômbia); Robben (Holanda) e Messi (Argentina).

Entre todos, quem mais se destacou, fez a diferença, foi o holandês Robben, merecedor do título de craque da competição.

Padrão Fifa

AFP

AFP

Com a sua seleção alevantando o caneco no Maracanã, a torcedora alemã era o símbolo da alegria (e da saúde), ontem.

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Machiavellirs diz: 14 de julho de 2014

    A COPA DAS COPAS E A OLIMPÍADA DAS OLIMPÍADAS

    - Copa das Copas

    A Dilma, graças a onda megalomaníaca que assola o país, teve o peito de dizer “não levamos a taça mas fizemos a Copa das Copas” (ver em: http://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,copa-do-mundo,nao-levamos-a-taca-mas-fizemos-a-copa-das-copas-diz-dilma,1528049).

    Ou seja, a Dilma adotou o estilo fanfarrão do mestre, que enfatizou que “o Brasil faria uma copa para argentino nenhum botar defeito” (ver em: https://www.youtube.com/watch?v=f8VHY3yHAG0).

    A fanfarronice irônica do Lula saiu pela culatra porque, no frigir dos ovos, nenhum argentino botou defeito nesta Copa. O fato de a Argentina ter sido vice-campeã, em pleno Maracanã, está de bom tamanho para eles: serve para nos gozar eternamente!

    Parabéns para a Alemanha que, além de ganhar a Copa das Copas, meteu um escore megalomaníaco no país do fanfarrão.

    x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-

    - Olimpíada das Olimpíadas

    Em 2016, o Brasil vai realizar os jogos olímpicos. Já estou vendo a fanfarronice que se formará ao redor do nome dos jogos.

    Aposto que o fanfarrão de plantão já está pensando no nome que dará ao evento. Por certo que, para não deixar dúvidas sobre a fanfarronice, o fanfarrão dará aos jogos olímpicos/2016 o majestoso nome de “OLIMPÍADA DAS OLIMPÍADAS”.

    Antigamente também tínhamos algumas fanfarronices. Porém, se comparadas às fanfarronices de hoje, elas eram bem singelas. Em 1950, por exemplo, criou-se “o maior estádio do mundo”; em 1958, “o Rei Pelé” foi criado e, em 1970, no “…parece que todo Brasil deu a mão…”, a fanfarronice virou hino.

    Aliás, observem os senhores, a singeleza da última fanfarronice citada. Observem que os fanfarrões de 1970 empregaram, no hino, o vocábulo “PARECE”, ou seja, em vez de afirmarem que “todo o Brasil deu a mão”, utilizaram o “parece” para não tornar a fanfarronice algo inacreditável porque seria inacreditável que todo brasileiro tivesse dado a mão.

    Fosse agora, com os fanfarrões vigentes, o termo “parece”, com o perdão do trocadilho, desapareceria na maior cara-de-pau, e o hino indicaria que todo o Brasil teria dado a mão para fazer a corrente pra frente, em favor da “Copa das Copas”, não é verdade?

    Atualmente, depois que o Obama disse que o Lula era “O CARA” — e o Lula acreditou na sacanagem do Obama –, as fanfarronices brasileiras aumentaram de forma muitíssimo exagerada. O Brasil tornou-se megalomaníaco em todos os setores. Tudo aqui ficou grandioso. Até os pagamentos ilegais dos políticos corruptos que era mensal, virou “MENSALÃO”, não é verdade?

    E aí resolveram fazer uma Copa do Mundo aqui, dentro do nosso território.

    Lógico que não poderia ser uma Copa do Mundo normal, igual a do Japão ou dos USA que, aliás, teve público maior em seus estádios! Deveria ser uma copa que tivesse algo megalomaníaco, tipo assim a COPA DAS COPAS, ou seja, que tivesse a materialização da fanfarronice no seu mais alto grau de apresentação. Para tanto, até estádios elefantes brancos foram construídos com o dinheiro público, esse mesmo dinheiro que deveria ser destinado à melhoria da educação, da saúde e da segurança do povo brasileiro…

    Está na hora de o povo brasileiro mostrar o seu valor e dar um basta aos fanfarrões “puta merda” que pululam por aí!
    ________________________________________

    “PUTA MERDA” DO LULA

  • GUTO PEREIRA diz: 14 de julho de 2014

    Caro GUERRINHA, esta moça da FOTO, não é ALEMÃ e sim uma PARAGUAIA tentando APARECER, mas já foi DESMASCARADA pelos JORNAIS….

    Foi igual a NOSSA SELEÇÃO, uma FALSIFICAÇÃO……o 4º lugar foi um PRESENTÃO, era para ter sido ELIMINADA nas OITAVAS contra o CHILE, que nos PRESENTEOU com um GOL CONTRA.

  • Constantin diz: 14 de julho de 2014

    Parabéns Alemanha !
    Felizmente a organização venceu !

  • Machiavellirs diz: 14 de julho de 2014

    JA ERA 7 HORAS DA NOITE, EU E JUAREZ ESTAVAMOS BRINCANDO COM ALGUNS AMIGOS, JA ESTAVA TARDE E OS MENINOS FORAM EMBORA, A MINHA MAE E A MAE DO JUAREZ TRABALHAVAM ATE TARDE DA NOITE ELAS CHEGAVAM DE MADRUGADA E ENTÃO EU E JUAREZ FICAVAMOS EM CASA OU NA RUA ATE TARDE.

    CERTO DIA ELE ME CHAMOU PARA IRMOS EM UMA CONSTRUÇÃO ABANDONADA, PROXIMO DA NOSSA CASA, EU ACHEI ESTRANHO MAIS FUI COM ELE.

    QUANDO ENTRAMOS NA CASA ABANDONADA ELE COMEÇOU A PASSAR A MÃO EM MEU PIRU E ME ABRAÇOU FORTE. TIROU O MEU CALÇÃO E CAIU NE BOCA NO MEU BILAU, EU FIQUEI COM MUITO TESÃO E COMEÇAMOS A NOS BEIJAR, DEPOIS ELE ME PEDIU PRA MIM METER NO SEU RABO, EU JA ESTAVA FICANDO LOUCO COM TANTO TESÃO, ENTÃO ELE ME BEIJANDO PEDIU PRA MIM CHUPAR SUA PICA MAIS EU TAMBEM QUERIA DAR A ELE O TESÃO E A SENSASÃO QUE ELE ME PROPORCIONAVA NO MOMENTO.

    FIQUEI DE JUELHOS E METI SUA PICA NA MINHA BOCA, ESTAVA COM UM GOSTO DE QUERO MAIS, ERA MUITO BOM, COM 5 MINUTOS QUE EU CHUPAVA SUA ROLA ELE GOSOU NA MINHA BOCA, AQUELE LIQUIDO DESCENDO NA MINHA GARGANTA ME DEIXAVA LOUCO, TINHA UM GOSTO DELICIOSO, E DEPOIS DISSO EU NEM DEIXAVA ELE ME CHUPAR MAIS, POIS SEMPRE QUE A GENTE ENTRAVA PARA ESSAS CONSTRUÇÕES EU SO QUERIA FAZER ELE GOSAR, PÓIS SEU ESPERMA ME DEIXAVA LOUCO

    AÍ EU RESOLVI DAR O RABO PRA ELE, ELE ME DISSE QUE IRIA COLOCAR DEVAGAR MAIS ELE MENTIU, COLOCOU COM FORÇA QUE ATE RANCOU SANGUE DE MIM, EU CHORAVA DE DOR E PEDIA PRA ELE PARAR MAIS ELE NEM QUERIA SABER, E COMEÇOU A BOMBAR COM MAIS FORÇA E EU CHORANDO DE DOR, E PASSANDO POR ALI UM AMIGO NOSSO, LORENCIO, E ELE OUVIU MEU GEMIDO, PEGOU NOS NO FRAGA E DISSE QUE QUERIA PARTICIPAR, ENTÃO ENTANTO ME ARROMBAVA EU CHUPAVA AQUELE CARALHO DE QUASE 18 CM DE LORENCIO.

    ELE METEU O PAU DA MINHA BOCA ENQUANTO O OUTRO ME ARROMBAVA, DEPOIS DISSO A GENTE NAO PAROU MAIS DE TREPAR A TRES. DIAS DEPOIS JA ESTAVAMOS TRANSANDO A 5 FOI UMA JUVENTUDE MUITO LOUCA. MAIS EU GOSTEI MUITO VALEU A PENA.

  • Beto diz: 14 de julho de 2014

    Soh um adendo: Götze nao eh azarao nao, mas um dos jovens mais promissores da Europa. Esse ai parece ser da turma do Neymar, na minha opiniao, um degrau abaixo de Messi.

  • Juliano Wotan diz: 14 de julho de 2014

    O Peninha (Eduardo Bueno) levou um soco de um torcedor argentino lá no Maracanã (ele mesmo contou a história), disse ele que foi na tentativa de defender um pobre e indefeso idoso; alguém acredita? Um provocador sem noção como ele deve ter pensado que estava nos estúdios de rádio e tv onde pode falar tudo que é m#$%& e ninguém enfia a mão na sua cara, errou e encontrou um argentino “gente boa” e se deu mau. Pra variar, a tradição gremista se fez presente na final da copa do mundo, não da forma que esperávamos (com o futebol da seleção do Felipão), mas com a briga desse “cidadão” tão cultuado no meio jornalístico.
    http://sportv.globo.com/site/programas/Extra-ordinarios/noticia/2014/07/peninha-relata-confusao-em-final-no-maracana-levei-um-soco-na-cara.html

  • Machiavellirs diz: 14 de julho de 2014

    BUNDAS: A REALIDADE TURÍSTICA

    Não acredito que as imagens da Copa que correram pelo mundo vai modificar a realidade turística de todas as cidades que foram sede do evento no Brasil.

    Será que um francês vai se deslocar da França para visitar Cuiabá, Curitiba, Porto Alegre ou Brasília? Ver o quê nessas cidades? O bairro Jardim das Américas, em Cuiabá? O bairro da Santa Felicidade, em Curitiba? O bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre? A Esplanada dos Ministérios, em Brasília?

    Ora, poupem-me, por favor!

    Esse francês por certo que não vai se interessar por nenhuma dessas cidades. O francês, se resolver visitar o Brasil, vai querer olhar, em primeiríssimo lugar as bundas das brasileiras, bundas famosas no mercado de consumo mundial por causa das Valescas Popozudas da vida.

    E isso ele só vai conseguir ver no Rio de Janeiro ou nas praias nordestinas.

    O resto é conversa para boi dormir, ou melhor, para francês dormir bem acompanhado, ora!
    ____________________________________________

    PREFERÊNCIA NACIONAL

  • Juliano Wotan diz: 15 de julho de 2014

    Mas não tiro os méritos da Alemanha: Parabéns ao gremista schweinsteiger. Sim infelizmente ele tem uma camisa do Grêmio com ele, e essa camisa lhe deu sorte. Sabella é gremista também, mas não joga. Foi bom para argentinos e alemães jogarem no meu chiqueiro de lona: calejaram. Se aguentam meu chiqueiro, fica facinho jogar no tapete do espetacular Maracanã.

Envie seu Comentário