Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Atlético-PR"

Nos acréscimos

11 de setembro de 2014 29

Aconteceu de novo.

Num jogo em que errou muitos passes e teve enormes dificuldades para concluir, o Grêmio, assim como aconteceu no Maracanã, não desistiu em momento algum. O time de Felipão marcou nos acréscimos, derrotou o Atlético-PR e dormiu entre os quatro melhores da competição. Mais uma vitória importante, conquistada na base da persistência, indispensável para quem está defendendo bem e atacando nem tão bem, mas que segue no elevador, muito mais animado do que já estava. O Tricolor está sentindo o sabor de que pode, quando quase ninguém acreditava, conquistar um prêmio neste Brasileirão.

Um time amontoado

Dá pena de ver.

Sem ânimo, sem esquema tático, o Inter repetiu a maioria das atuações anteriores, acumulou mais uma derrota e ficou mais longe do vice-líder São Paulo. O time de Abel Braga viu o Grêmio se igualar em número de pontos e deu outra demonstração de que vai terminar o Brasileirão de mãos vazias.
A partir de agora, o Colorado está obrigado a fazer resultados e secar os adversários. Muito pouco para quem até bem pouco tempo cogitava alcançar o líder Cruzeiro.

Jogada ensaiada

Estava no cardápio.

Ainda sem nenhuma perspectiva de proporcionar espetáculo, pela falta de maior qualidade e tempo de trabalho, a Seleção despachou o disposto Equador em Nova Jersey. Venceu por 1 a 0, perdeu algumas chances de ampliar e deu mais um passo para resgatar a confiança.
Em amistoso no qual os zagueiros Miranda e Marquinhos estiveram muito bem e Ramires esteve em todos os lugares, apareceu um pouquinho do trabalho de Dunga. A vitória veio em jogada ensaiada, que culminou no gol de Willian. Isso era algo que não vimos na Copa.

Tá na panela

Acredite quem quiser.

Como em 2013, quando Chapecoense e Figueirense subiram, o futebol catarinense se ensaia para colocar mais dois times na elite em 2015. O Joinville lidera, e o Avaí, é vice, na Série B. Dão conta do recado e parecem muito bem encaminhados após 21 rodadas bem complicadas.

Dorme no gelo e acorda suando

Deu tudo certo.

Em São Januário, o Vasco fez 2 a 0 no Luverdense, chegou aos 38 pontos e abriu quatro de vantagem sobre o quinto, a Ponte Preta. Reflexo da volta de Joel Santana, de forte ligação com o clube e da torcida. Joel estava longe do circo e ganhou a chance de aumentar o currículo com mais uma conquista.

Perguntinha: Onde anda o bom futebol de Oscar?

Bookmark and Share

Grêmio precisa ter cautela contra o Nacional

12 de fevereiro de 2014 2

É simples a receita. Longe de casa, com três volantes, num jogo em que só a derrota é proibida, o Grêmio certamente vai adotar, amanhã, contra o Nacional, a velha tática da cautela, da marcação forte e da valorização da bola. Tudo na tentativa de somar pelo menos um ponto e não largar atrasado na briga pela Libertadores.

Com essa forma de jogar, que rendeu bom desempenho no Gre-Nal, o time do técnico Enderson Moreira tem chance de conseguir espaços para os contra-ataques e até de voltar de lá com os sonhados três pontos.

Sumiço

Já era esperado. Sempre assediado pelos clubes que sonham com vitórias. Com títulos importantes, o técnico Vanderlei Luxemburgo, que durante muitos anos foi considerado o mais qualificado entre seus companheiros de profissão, começou 2014 esquecido. E sem espaço no futebol brasileiro. Além de sempre exigir um salário bem acima da média, que só os desesperados aceitam pagar, esse sumiço da vitrina tem muito a ver com os fracassos de 2013, no Grêmio e, depois, no Fluminense. Isso, certamente, vai custar um bom tempo de férias ao comandante.

Reforço

Pintou o grande reforço. A partir de sábado, sem depender de exames médicos e inscrição na CBF, o Inter passa a contar com uma contratação importante para enfrentar os muitos e complicados obstáculos que terá pela frente na temporada: o novo Beira-Rio.

Depois de um ano inteiro na condição de cigano, o Colorado volta a utilizar a sua casa. Às margens do Guaíba, o Inter cansou de atemorizar os adversários, ganhou muito mais do que perdeu e conquistou títulos. Vai ser muito, mas muito importante, para as batalhas de 2014.

Coragem

É muita coragem. Sem grana para investir, consciente de que precisa reforçar, a direção do Atlético-PR bateu o martelo e fechou contrato com o atacante Adriano. Acha que fez um grande negócio. Ainda na briga contra a balança, o Imperador terá salário fixo e bem menor do que se acostumou. Mas terá, também, prêmio por produtividade e será vigiado 24 horas por dia para não sair do trilho.

Pulo

Melhorou e muito. Num jogo complicado e nervoso, o Novo Hamburgo derrotou o Lajeadense. O Anilado chegou aos dez pontos, deu um belo pulo na tabela e se afastou do perigo de degola. Com o moral novamente em alta e um time que está longe de ser ruim, o Novo Hamburgo tem tudo para pegar o elevador, firmar pé entre os melhores e fugir da
briga contra a degola.

Perguntinha

Quem é o favorito da Libertadores?

Bookmark and Share

Pergunta para o Guerrinha: Quais são as chances do Grêmio na Copa do Brasil?

06 de novembro de 2013 4

Comentarista Adroaldo Guerra Filho e repórter Amanda Munhoz falam sobre o jogo de Grêmio e Atlético-PR, na Arena, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil.

E mais: admiradores secretos mandam recados para as nossas estrelas e recebem resposta! Não perca!

Assista:

Bookmark and Share

Missão

30 de outubro de 2013 6

É simples a coisa.
Carente dos seus atacantes titulares, sob desconfiança pela bangornada sofrida no domingo, o Grêmio esquece o Brasileirão, foca no Atlético-PR, pela Copa do Brasil. O início da decisão, em Curitiba, tem missão bem definida: jogar para chegar vivo à Arena.
Claro que o time de Renato Portaluppi não está proibido de repetir as suas melhores atuações e superar as dificuldades. Mas a primeira e acertada tarefa é de tentar defender bem, evitar gol do adversário e só depois correr atrás da façanha.

Acerto

Ficou muito claro.
Quem ouviu a entrevista de Abel Braga, domingo, no SporTV, não tem mais nenhuma dúvida de que o Inter acertou com ele. Só aguarda o final do Brasileirão para anunciar a contratação do comandante que ajudou o Inter a conquistar o seu maior título.
A manifestação pública do ex-chefe do vestiário do Fluminense, ao contrário do que sempre acontece em todas as negociações, é de quem conversou e acertou detalhes. Apesar do
presidente Giovanni Luigi ter dito, horas depois, que a situação ainda está longe de ser definida.

Bombeiro

Vale tudo no desespero.
Cada vez mais assustados com a chance de beijar a lona, sem saber para onde correr, os dirigentes do Vasco se reuniram. Analisaram a bronca, demitiram o técnico Dorival Júnior e bateram o martelo com Adílson Batista, que chega como bombeiro em São Januário.
Sob o novo comando, o Vascão vai encarar uma tabela complicada – Coritiba (C), Santos
(C), Grêmio (F), Corinthians (F), Cruzeiro (C), Náutico (C) e Atlético-PR (F). Tem a obrigação de fazer campanha de luxo, único jeito de salvar o ano e acalmar a ira do seu torcedor.

Equilíbrio

Logo mais, no Serra Dourada, o Goiás, com o moral nas nuvens pela campanha no Brasileirão, encara o irregular Flamengo. Em  um confronto que promete emoção do início ao fim, daqueles imprevisíveis, proibido para cardíacos.
A única coisa que parece líquida e certa é que quem conseguir a vantagem, hoje à noite, entrará no Maracanã, no jogo da volta, quase sem chances de entregar o ouro ao bandido.

Sem mudar

Após uma reunião demorada, a direção do Fluminense atendeu ao pedido de Celso Barros, presidente da patrocinadora do clube, e decidiu manter Vanderlei Luxemburgo na chefia do vestiário. Com a luz alta que levou, fica claro que Luxa vai para o próximo jogo ameaçado e, dependendo do que acontecer, corre risco de ser mandado embora na segunda-feira.

Perguntinha

Vamos ter surpresas na escalação do Grêmio?

Bookmark and Share

Certeiro

08 de outubro de 2013 5

Foi um tiro certeiro.

Entrosado, confiante, muito bem protegido, o zagueiro Rhodolfo encaixou como uma luva no sistema defensivo do Grêmio, com boas atuações, presença na área adversária nas bolas paradas e uma liderança que é efetiva.

A contratação do jogador, a única solicitada por Renato Portaluppi, deixou a cozinha do Tricolor bem mais respeitada, auxiliou e muito para a bela campanha e mostrou que existem boas opções em outros clubes que nem sempre são aproveitadas.

Rejeição

Era pule de devolução.

Se a direção do Inter estava curiosa para conhecer a reação do seu povo sobre os rumores do possível interesse em Celso Roth, certamente, descobriu que está na hora de tirar o bloco da rua, diante da enorme rejeição pelo técnico do fracasso com o Mazembe.

Sem chance de título no Brasileirão, longe do rebaixamento, sem a certeza de que o novo chefe do vestiário vai fazer o time seguir adiante na Copa do Brasil, o melhor a fazer é manter Clemer, que conhece o vestiário e pode tirar suco da laranja.

Vinho

Alguns não sentem a idade.

Perto dos 40, Paulo Baier, mais uma vez, fez a diferença a favor do Atlético-PR, com dois gols, um deles de alta capacidade, no 2 a 1 de virada sobre o rival Coritiba. O Furacão assumiu a terceira posição na tabela e sonha ainda mais alto com a chance de disputar a Libertadores do próximo ano.

Com 99 gols em Brasileirões de pontos corridos, ainda com fôlego para enfrentar um calendário apertado e jogos encrencados, o capitão, referência técnica do time do técnico Vagner Mancini, ídolo da torcida, avisou após a vitória sobre o Coxa, domingo, que arruma o armário no final da temporada e não sabe o que vai fazer da vida.

Luxo

Após início ruim, quando apanhava muito e batia pouco, era vista como favorito à Série B, o time da Portuguesa contratou o técnico Guto Ferreira, entrou nos trilhos e está quase livre da desgraça.

A bela reação pode ser constatada na tabela do returno, com a segunda melhor campanha, 15 pontos ganhos em 21 disputados, 71,4% de aproveitamento, só atrás do muito provável campeão Cruzeiro.

Condenados

Falta muito, é verdade, mas o matemático Davi Menda pegou a calculadora e concluiu que Náutico (99,43%), Ponte Preta (85,77%) e Criciúma (65,83%) estão com um pé e meio na sepultura.

A outra vaga na turma dos condenados, pelo menos no momento, tem quatro fortes candidatos: Vasco (39,72%), São Paulo (29,17%), Coritiba (26,31%) e Bahia (12,34%).

Perguntinha

Zé Roberto volta ao time contra o Criciúma?

Bookmark and Share

Motivação

06 de julho de 2013 4

É jogo para pontuar. Neste sábado, em Curitiba, o Grêmio, motivado pela reestreia de Renato Portaluppi, enfrenta o Atlético-PR, dono do melhor ataque, da pior defesa, num jogo que é não barbada, mas pode proporcionar a primeira vitória ao Tricolor na condição de visitante.

Pelo que deu para notar nos últimos treinos, o torcedor verá um time muito parecido com aquele de Vanderlei Luxemburgo, mas muito mais empolgado, com Barcos jogando de último atacante, e, com certeza, com mais chance de sucesso.


A mãe…

Uma das coisas que Thiago detesta fazer na vida é trabalhar. Cansado de dormir tarde, levantar cedo, bater ponto, ele procurou o chefe da empresa e mandou bala:

- Chefia, meu pai faleceu!

- Pêsames! Vá cuidar do funeral! Você tem direito a três dias de licença! – comunicou o chefe.

Um mês depois, cada vez mais exausto com as baladas, o solteirão Thiago entrou na sala do chefe e lascou:

- Meu pai morreu, chefe!

- Pêsames e força! Você tem três dias de licença! Cuide-se!

Mais um mês depois, feliz da vida com as noitadas, pouco preocupado com o batente, Thiago foi ao encontro do mandatário:

- Estou triste, chefe! Morreu o meu pai!

- Pêsames e força! Você tem três dias de licença! Cuide-se!

Quase no final do ano, verão chegando, muito mais preocupado com as festas do que com o trabalho, Thiago invadiu o gabinete do chefe:

- Patrão, meu pai morreu!

- Pêsames! Você tem três dias de licença!

Um ano depois, com a vida cada vez mais agitada, Thiago, sentindo que a desculpa já estava velha, procurou o patrão.

- Chefe, minha mãe morreu! – anunciou com a cara de choro.

- Que tristeza! Pêsames! Você tem três dias de licença!

Menos de um mês depois, programado para festejar com os amigos na praia, Thiago entrou correndo na sala do chefe e lascou:

- Minha mãe morreu!

Com a maior calma do mundo, o chefe coçou a cabeça e mandou bala:

- Cinco mortes do pai eu até entendo! Mas mãe é uma só!!!


Mudanças

Não dá para adiar.

Mais uma vez no Centenário, o Inter, atrasado na tabela, desfalcado em relação aos primeiros jogos, encara o irregular Vasco, com salários atrasados, sem o direito de deixar escapar os três pontos.

Sem muitas opções no grupo, consciente da necessidade, Dunga, que não tem o hábito de improvisar, desta vez vai apostar em Kleber na lateral, Fabrício no meio-campo, um ataque com Jorge Henrique e Forlán, na esperança de ver o Colorado atingir o objetivo.

Bookmark and Share

Vitória

30 de maio de 2013 2

Mudou a exigência.Diferentemente da estreia, quando o empate contra o Vitória não foi ruim, o Inter entra em campo, logo mais, no Centenário, para enfrentar o animado Criciúma, com a obrigação de fazer valer a condição de mandante, somar três pontos e terminar a rodada perto da parte dos ponteiros.

Apesar da ausência de Damião, o time de Dunga tem todas as condições de não repetir o fraco início de jogo contra os baianos, de fazer valer a qualidade, confirmar o favoritismo e dar ao seu torcedor a esperança de que pode brigar pelo título.

Despedida

É só uma desconfiança.

Pelos movimentos dos últimos dias, com a contratação de Moisés, que se divide entre a lateral e o meio-campo e a cogitação de Rafael Carioca, com boa passagem pelo Olímpico, a impressão que fica é de que o Grêmio já trabalha na muito possível negociação do volante Fernando.

Valorizado pelas atuações no clube, pelas convocações para a Seleção, pelos elogios de Felipão, o jogador criado na base do Tricolor passou a ser visto com mais atenção pelos compradores e, tudo indica, será o próximo a cruzar o Atlântico.

Barbada

A chance é nenhuma.

Verdade que não existe jogo jogado, que quase sempre a coisa se decide no detalhe, mas a diferença entre Atlético-MG e Tijuana, que hoje decidem quem continua e quem fica pelo caminho na Libertadores, é oceânica a favor dos mineiros e tem cara de páreo corrido.

Além da bola bem mais qualificada, o time do técnico Cuca terá o empurrão do seu povo e a motivação de Ronaldinho, fatores indispensáveis para um time que está jogando mais do que os outros. Tudo indica que teremos mais um show do Galo, talvez até com um placar bem folgado no fim da noite.

Barbeiragem

Muito atrapalhado do meio para trás, o Cruzeiro visitou o só esforçado Atlético-PR, saiu perdendo de 2 a 0, buscou o empate e deixou escapar dois pontos que podem fazer muita falta no final.

Esse inesperado resultado, pela diferença de qualidade dos dois adversários, foi visto com bons olhos por todos que consideram a Raposa forte candidata ao caneco do Brasileirão.

Complicou

Sem nenhum esforço, com a vantagem conquistada na casa do adversário, o Santa Fé fez 2 a 0 no esforçado Real Garcilaso, em Bogotá, e chegou na semifinal da Libertadores.

Agora, porém, o segundo melhor time da fase de grupos da competição vai topar contra um adversário mais forte e vai ter que suar para seguir adiante.

Perguntinha

Quem vai ser o primeiro técnico a cair no Brasileiro?

Bookmark and Share

Avalista

08 de maio de 2013 16

Já era esperado.

Quando muitos pensavam que a desastrada atuação contra o Santa Fe seria o fim da linha para o zagueiro Cris, Vanderlei Luxemburgo veio a público e pediu paciência de todos com o jogador.

Homem de confiança do chefe do vestiário, o dono da camisa 3 será chamado para conversa entre quatro paredes, receberá conselhos importantes e, pelo que se ouviu ontem, seguirá como titular quando voltar da suspensão.

Vestiário

Mudou do dia para a noite.

Ao contrário de 2012, quando fracassou na Libertadores e no Brasileirão, o Inter deste início de ano, campeão do Gauchão, tem boas chances de seguir adiante na Copa do Brasil. Mostra vestiário unido, interessado e fechado com as ideias e atitudes do técnico Dunga.

Só Deus sabe se conseguirá botar a mão em mais um caneco, mas já se sabe que o torcedor vai assistir a um grupo cheio de vontade.

Ameaça

Só pode ser barulho de asas.

Sem papas na língua, o presidente do Atlético-PR, Mário Celso Petraglia, ameaçou em alto e bom som, através de carta publicada no site oficial do clube, que o seu time só vai entrar em campo, domingo, na decisão contra o rival Coritiba, se houver a escalação de árbitro que não seja filiado à federação paranaense.

Pelo silêncio dos organizadores, tudo indica que, como aconteceu no primeiro jogo que vale o título do regional, o clássico será dirigido por um representante do futebol local e ninguém, nem o mais fanático torcedor do Furacão, acredita que o seu clube possa ser derrotado por W.O.

Decisão

É noite de paredão.

Logo mais, em um Independência lotado, eufórico, pintado de preto e branco, Atlético-MG e São Paulo decidem quem segue na Libertadores.

Com mais qualidade, melhor campanha, moral em alta pela vantagem obtida no Morumbi, o time do técnico Cuca joga como favorito e está com cara de que não vai dar chance ao azar.

Bafo

Não vai ser fácil.

Cansado, longe do time que fez bonito em 2012, o Fluminense enfrenta o Emelec, logo mais, em São Januário obrigado a vencer para seguir na Libertadores.

É daqueles jogos em que o time do Abelão precisará de paciência para superar a retranca equatoriana e, acima de tudo, do bafo das arquibancadas.

Perguntinha

Leandro Damião será convocado dia 14?

*** Tá com dúvida? Precisa de respostas? Envie a sua Pergunta Para o Guerrinha por comentários ou e-mail online@diariogaucho.com.br . Ele responde sobre Inter, Grêmio e dá até conselhos amorosos!

Bookmark and Share

Urnas

08 de novembro de 2012 4

É noite de decisão no Beira-Rio.

Logo mais, no Conselho Deliberativo, os 346 conselheiros do Inter decidem o primeiro turno da eleição que apontará o novo presidente entre os candidatos Giovanni Luigi, Luiz Antonio Lopes e Sandro Farias.

Dono da esmagadora maioria do colégio eleitoral, Luigi entra na disputa na condição de favorito, sem nenhuma dificuldade de ultrapassar os exigidos 87 votos para ir ao segundo turno e com muita chance até de liquidar a fatura hoje à noite, no Conselho.

Zagueiro

Não há motivos para pânico.

Caso a negociação do veterano Gilberto Silva com o Atlético-MG seja mesmo concretizada, o menino Saimon, que passou a maior parte do ano na enfermaria do Olímpico, terá a grande chance para se firmar como titular.

Visto como qualificado pelos homens do futebol no Grêmio, Saimon conviveu com lesões, cirurgia e ficou prejudicado na disputa por lugar no time. Está recuperado, pronto para a pré-temporada e para provar que tem bala na agulha.

Ameaça

Veio em boa hora.

Poupado pelos integrantes das organizadas, mas preocupado com as ameaças aos parceiros de vestiário, o argentino Barcos, ídolo dos palmeirenses, goleador do time e líder da rapaziada, foi claro e objetivo ao dizer que, se a coisa continuar como está, pode até se mandar do Parque Antárctica.

A luz alta do gringo aos baderneiros acalmará o ambiente e deixará o time menos tenso para domingo, contra o Fluminense. O Palmeiras precisa vencer para aumentar a esperança, cada vez menor por lá.

Futuro

Quem perde não espera.

Consciente de que não existe chance de salvar o pescoço da guilhotina, o Figueirense antecipou o fim de festa, demitiu o técnico Márcio Goiano e iniciou a busca pelo substituto.

Sem a pressa de quem tirará a mãe da forca, mas preocupado com o futuro, o Figueira mira o nome de Adilson Batista, que está livre na praça.

Enroscado

Segue enroscado.

Quando tudo parecia liquidado, o Atlético-PR empatou, o Criciúma deu mole ao São Caetano e a briga entre os três por duas vagas na elite incendiou.

Tudo fica para as últimas três rodadas, sendo que o Azulão, entre os candidatos, parece ter a tabela mais amena e as melhores chances de comemorar.

Bookmark and Share

Vergonha

05 de novembro de 2012 9

Foi um fiasco histórico.

Ninguém esperava que o Inter, com tantos desfalques, tivesse vida fácil nos Aflitos. Mas, também, não se esperava que fosse impiedosamente goleado. O Náutico dominou o jogo, marcou três gols com tranquilidade e poderia ter feito até mais. O Colorado, mais uma vez, foi apático, sem forças. O meio-campo não apareceu, os laterais pouco apoiaram e o ataque nem sequer assustou a zaga pernambucana.

Ontem, o time de Fernandão se despediu, definitivamente, do remoto sonho do G4.

Resultado

Só o resultado foi bom.

Num jogo que tinha a cara de tranquilo, o Grêmio jogou nada, escapou de perder pela incompetência da Ponte Preta, ficou com um a menos, foi salvo por uma bola parada nos acréscimos, conquistou os três pontos tão importantes e agora vai correr atrás de vaga direta na Libertadores.

Foi uma vitória sofrida, que deixou claro o cansaço do time de Luxemburgo, a queda de produção que já vinha mostrando e que vai exigir muito mais para voltar vivo de Bogotá e seguir sonhando com a Sul-Americana.

Show

Não é nenhuma novidade.

Com o fôlego em melhores condições pela semana livre, espaço para jogar, o habilidoso Neymar deitou e rolou em cima do Cruzeiro, marcou três na goleada de 4 a 0, saiu de campo com todos os prêmios que são oferecidos ao craque do jogo e, também, aplaudido de pé pela torcida do adversário.

Mais uma bela atuação do melhor jogador em atividade no Brasil, que aumentou a insatisfação da nação que torce pela Raposa e deixou o técnico Celso Roth com a certeza de que já pode procurar os classificados e informar que está procurando emprego para 2013.

Pertinho

Está bem pertinho.

Focado, com uma marcação forte, o Fluminense saiu atrás no marcador, chegou ao empate com o São Paulo, no Morumbi, e deu mais um passo para agarrar o caneco.

Pela regularidade, por saber lidar com a situação, o time de Abel Braga vai comemorar o título antes do final do Brasileirão, coisa que nem o seu mais fanático torcedor esperava.

Retorno

Acabou a tortura.

Fora de casa, o Atlético-PR derrotou o São Caetano, por 3 a 1, abriu quatro pontos de vantagem na tabela e começou a preparar a festa de retorno à elite em 2013.

Com a classificação na mão, após susto durante a disputa, chegou a hora de o Furacão formar um time forte, para não virar meteoro na Série A.

Perguntinha

O que aconteceu com o Vasco?

Bookmark and Share