Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Brasileirão 2010"

Secação

06 de dezembro de 2010 3

Deu a lógica no Olímpico.
Num jogo pegado, decisivo, o Grêmio foi mais qualificado, goleou o Botafogo, confirmou o favoritismo, garantiu a sonhada vaga no G4 do Brasileirão e carimbou uma campanha brilhante no returno.
Agora, a turma do técnico Renato Portaluppi tem outro gigantesco desafio pela frente: secar o Goiás, na grande final da Sul-Americana, quarta-feira, para poder comemorar o prêmio de disputar a Libertadores de 2011.

Goleada
Foi mais fácil do que parecia.
Com esmagadores 77,58% dos 16.924 votos, Giovanni Luigi, com o apoio de Fernando Carvalho, derrotou Pedro Affatato e foi eleito, sábado, o novo presidente do Inter, para o biênio 2011/2012.
Após a goleada nas urnas, agora os colorados aguardam pela primeira e muito importante definição do novo chefe da cadeira mais importante da Avenida Padre Cacique: a nomeação do homem que vai dirigir o futebol.

Campeão
Ficou em boas mãos.
Com um Engenhão lotado, o Fluminense jogou muito pouco no primeiro tempo, melhorou no segundo, derrotou o esforçado Guarani e conseguiu o título do Brasileirão, depois de um jejum de 26 anos.
Um prêmio merecido para quem levou o turno, foi terceiro no returno, liderou a competição por 23 rodadas e não abriu mão do técnico Muricy Ramalho, o craque dos pontos corridos, naquele convite para treinar a Seleção.

Castigo
Nada acontece de graça.
O Vitória correu, lutou, mas foi incompetente no confronto direto com o Atlético-GO, só empatou e agora vai pagar o preço de disputar a Segundona.
Esse grande castigo deve ser creditado na conta dos jogadores, que ficaram devendo melhor futebol em vários jogos e, principalmente, nos cartolas, que erraram feio nas escolhas de treinadores e jamais acreditaram no fracasso.

Seleção
Foi difícil escolher a seleção, mas aí vai: Victor (Grêmio); Mariano (Fluminense), Manoel (Atlético-PR), Miranda (São Paulo) e Kleber (Inter); Arouca (Santos), Elias (Corinthians), Montillo (Cruzeiro) e Conca (Fluminense); Jonas (Grêmio) e Neymar (Santos).
O argentino Conca foi o craque da competição, Muricy Ramalho o melhor técnico, e Sandro Meira Ricci, apesar de também ter cometido erros, o melhor árbitro.

Perguntinha
O Grêmio vai para a Libertadores?

Bookmark and Share

Verdade

04 de dezembro de 2010 0

Chegou a hora da verdade.
Neste domingo, com o Olímpíco lotado, pintado de azul, o Grêmio, campeão antecipado do returno, enfrenta o Botafogo, adversário direto, num jogo que vale a confirmação do G4 e, talvez, uma vaga na Libertadores de 2011.
Dentro de casa, com o empurrão da arquibancada, o time do técnico Renato Portaluppi joga por dois resultados, na condição de favoritão, com todas as chances de confirmar e, depois, ficar na torcida pelo fracasso do Goiás no jogo final da Sul-Americana.

O sumiço…

Preocupada com tudo, com todos, a Malu invadiu a delegacia, passou na frente das outras pessoas, invadiu a sala da delegado e mandou bala.
- Meu marido sumiu! – avisou aos gritos, quase chorando.
Acostumado com estas coisas, o chefe dos policiais tratou de buscar informações.
- Ele é magro? É saudável? Qual a altura do seu marido? – indagou o delegado.
- Eu nunca perguntei a altura dele! Não é muito magro! Acho que é saudável…- emendou a Malu.
- Qual a cor dos olhos dele? – questionou o policial.
- Marron claro ou meio verde! Eu nunca prestei muito a atenção! – anunciou a mulher.
- E a cor dos cabelos? – insistiu o policial.
- A cor dos cabelos dele muda de acordo com o sol que ele pega! – comunicou a Malu.
- O que estava vestindo? – perguntou o delegado.
- Terno ou talvez uma coisa mais casual! Eu não vi quando ele saiu! – relatou a mulher.
- Havia alguém com ele? – perguntou o delegado.
- Sim! Meu cachorro! Um labrador que atende por Calvin, amarrado numa coleira dourada, saudável, com 80cm de altura, marrom, quase preto, lindos olhos azuis, estava com a unha do dedão esquerdo um pouquinho lascada, ele nunca late, estava usando um roupinha dourada com bolinhas azuis,  ele não gosta de comida vegetariana, a gente corre junto e muitas vezes ficamos só ali, lado a lado, fazendo companhia um para o outro! – anunciou.
Enquanto observava a mulher desesperado, aos prantos, o delegado definiu a estratégia.
- Ok! Vamos procurar pelo cachorro primeiro!

Eleições

É tudo com os associados.
Neste sábado, no Beira-Rio, os 47 mil sócios com direito a voto terão duas tarefas: eleger o novo presidente, entre Pedro Affatato e Giovanni Luigi, e um terço do conselho deliberativo, numa disputa que envolve três chapas.
No final da tarde, vamos conhecer quem vai ganhar a responsabilidade de sentar na cadeira presidencial no biênio 2011/2012 e terá a incumbência de manter o Inter forte, candidato a títulos e cada vez mais respeitado.

Bookmark and Share

Azarado

01 de dezembro de 2010 9

Vale uma chegada à igreja.
Quando parecia curado, inteiro, pronto para provar no último jogo do Grêmio que merece chance de disputar vaga no time titular, o menino Mário acabou atropelado por outra lesão e fechou a temporada na enfermaria.
Qualificado, capaz de trabalhar em mais de uma posição com a mesma eficiência, chegou a hora do jogador espantar o azar para longe e recuperar a confiança, que certamente está abalada depois de tantos problemas.

Perdedor
Ainda não será desta vez.
Com um grupo de muito boa qualidade na mão, técnico Cuca passará mais um ano sem saber o que é fazer festa pelo título do Brasileirão, que esteve nas suas mãos durante várias rodadas e escapou pelos dedos.
Enquanto não faturar uma competição importante, como o Brasileiro ou a Copa do Brasil, o chefe do vestiário da Raposa, que não pode se queixar da falta de bons empregados, vai seguir carregando o rótulo de perdedor.

Titulares
Está mais do que certo.
Ao contrário do que estava inicialmente planejado, o Internacional vai escalar, amanhã, contra o Grêmio Prudente, todos os titulares, o que representa outra chance para ajustar o que está desajustado e ficar no ponto para o Mundial de Clubes.
Neste jogo, o técnico Celso Roth poderá testar a formação com Rafael Sobis na frente, acompanhado de Tinga, Giuliano e D’Alessandro, o que ainda não aconteceu e pode ser uma boa saída em Abu Dhabi para melhorar o poder de fogo.

Passeio
O futebol está maluco.
Num clássico que parecia equilibrado, o Barcelona marcou cinco gols, colocou o também milionário e qualificado Real Madrid na roda e mostrou que tudo pode acontecer dentro de campo.
Claro que o vexame foi coletivo, mas a maior parcela de culpa é debitada ao sábio português José Mourinho, que deixou o argentino Messi fazer tudo com a maior liberdade e pagou um preço que não estava na vitrine.

Secação
Interessa a muita gente.
Logo mais, no Serra Dourada, começa a decisão da Sul-Americana, entre Goiás e Independiente, dois times que chegaram na final muito mais pela incompetência dos outros do que pelos próprios méritos.
É fácil adivinhar que boa parte da torcida do Grêmio e do Botafogo, ambos sonhando com a vaga da Libertadores, vai botar os olhos na tevê e torcer para o time goiano levar um tombo no primeiro round.

Perguntinha
O Botafogo tem bala para assustar o Grêmio?

Bookmark and Share

Goleiraço

30 de novembro de 2010 12

Não foi a primeira vez.
Em Campinas, domingo passado, quando o Grêmio goleou o Guarani, ficou com a faca e o queijo na mão para se garantir no G4, um dos destaques do time foi, de novo, o goleiraço Victor.
Durante boa parte do segundo tempo, quando o placar era magro, perigoso, o dono da camisa 1 fez defesas decisivas, liquidou com o Bugre e deu força ao Tricolor para chegar ao placar.

Sinalização
Ainda não havia acontecido.
O técnico Celso Roth sinalizou, domingo, que Sobis pode ser o escolhido como o atacante de referência, no lugar de Alecsandro, com Tinga, Giuliano e D’Alessandro juntos no meio-campo.
Verdade que nada está definido, mas a revelação do chefe do vestiário deixa claro que ele não está satisfeito com o desempenho daquele que, dias atrás, era um dos mais titulares do seu time.

Risco
Mudou tudo de novo.
Quando parecia livre do paredão, o Atlético-GO entrou em parafuso, ganhou só três dos últimos 18 pontos disputados e vai ter que segurar o rojão, contra o Vitória, adversário direto, dentro do Barradão, para não beijar a lona.
Um jogo de risco para o técnico Renê Simões, que tirou leite de pedra, esteve perto de virar herói e agora pode virar vilão por não ter cumprido a perigosa promessa de tirar o time da degola.

Demora
Tudo tem o seu preço.
Ainda com chance de título, mas na dependência de um resultado improvável, o Corinthians deve estar chorando o equívoco na escolha e a demora na substituição do técnico Adilson Batista.
Nas mãos de Tite, que chegou numa hora complicada, o Timão fez sete jogos, com cinco vitórias, dois empates, uma campanha de acordo com a qualidade e os gastos do plantel.

Alta
Muita gente acabou em alta.
Um deles é o técnico Dorival Júnior, que iniciou o ano no Santos, apostou na meninada, formou um time de dar água na boca, ganhou títulos e deixou saudades em boa parte da torcida.
Para confirmar que é do ramo, o comandante assumiu o Atlético-MG atolado no Z4, deu uma boa arrumada na casa, garantiu o clube na elite e fechou o ano muito mais valorizado do que estava.

Perguntinha
Quem vai ser o goleiro do Inter em 2011?

Bookmark and Share

Exigência

27 de novembro de 2010 3

Segue a exigência.
Domingo, no Brinco de Ouro, em Campinas, o Grêmio, com o moral nas nuvens e time completo, enfrenta o ameaçado Guarani, num jogo em que está proibido de fracassar se quiser seguir com todas as chances de ficar com a sonhada vaga na Libertadores do próximo ano.
Verdade que o jogo está longe de ser mamão com açúcar, mas não é menos verdade que o time do técnico Renato Portaluppi tem bala na agulha para seguir cumprindo a exigência e voltar para casa com os decisivos três pontos na conta.

Os porcos…
Um belo dia, cumprindo o cronograma de trabalho, fiscais da vigilância sanitária foram inspecionar a criação de porcos de Manuel.
Após as tradicionais apresentações, examinaram as condições dos bichinhos e um dos visitantes foi logo ao assunto.
– O que o senhor está dando para os porcos comerem? – perguntou o fiscal.
– Estou dando lavagem! – respondeu o proprietário.
– O senhor é maluco? Lavagem traz uma série de doenças! Vou aplicar-lhe uma multa e voltar no mês que vem! Se o senhor seguir dando lavagem aos porcos, levará outra multa, mais alta! – anunciou o fiscal.
Um mês depois, como planejado, o fiscal voltou, e não perdeu tempo:
– E agora, Manuel? O que está dando de comer aos porcos?
– Agora estou dando farelos! – emendou o criador.
– O senhor enlouqueceu de vez! Farelo deixa os porcos magros e sem vitaminas! Vou lhe dar outra multa e voltar novamente no mês que vem! Trate de dar outra coisa aos porcos, para não levar outra multa! – anunciou o fiscal.
No mês seguinte, de acordo com o combinado, o fiscal retornou ao sítio.
– E agora, Manuel? O que está dando de comer aos seus porcos? – questionou o visitante.
– Nada! Dou-lhes vale-refeição, e cada um come onde quiser…

Despedida
É hora da despedida.
No Beira-Rio, neste domingo, o Inter, com força máxima e a cabeça no Mundial de Clubes, em Abu Dhabi, faz a última atuação da temporada na frente do seu povo, contra o desesperado Vitória.
O jogo não vale nada em termos de tabela, mas vale muito para o time do técnico Celso Roth mostrar que entrou nos eixos com a dura fase de treinos e que tem bala na agulha para encarar a competição mais sonhada do seu calendário.

Bookmark and Share

Pressão

26 de novembro de 2010 8

Aumentou a pressão.
Com a eliminação do Palmeiras da Sul-Americana, o Grêmio, que ocupa o quarto lugar na tabela do Brasileirão, fica com maiores chances de garantir a tão sonhada vaga na Libertadores do próximo ano.
Agora, mais do que nunca, a turma do técnico Renato Portaluppi precisa fazer a sua parte contra o Guarani, em Campinas, para chegar na última rodada, contra o Botafogo, no Olímpico, com a faca e o queijo na mão.

Preferência
Finalmente aconteceu.
Após vários jogos quebrando o galho como auxiliar de meio-campo, o atacante Rafael Sobis admitiu ao repórter Sergio Boaz, da Rádio Gaúcha, que gosta mesmo é de jogar adiantado, mais perto do gol do adversário.
Com a revelação pública, pelo seu desempenho no segundo tempo contra o Botafogo, é provável que o técnico Celso Roth deixe de lado a teimosia e coloque o jogador no lugar em que ele é capaz de produzir o máximo.

Ruindade
Ficou escancarado.
Empurrado pelo seu povo, com a vantagem do empate, o Palmeiras jogou a bolinha curta de sempre, entregou o ouro para o rebaixado Goiás, deu adeus ao sonho da Copa Sul-Americana e provou que tem um dos piores times da sua vitoriosa história.
Pelo que se viu, o técnico Luiz Felipe Scolari, contratado para acabar com o longo jejum de títulos, vai precisar de vários reforços e de baixar a biblioteca se quiser comemorar alguma coisa com a turma do Verdão em 2011.

Zebrão
Não mudou nada.
Apesar de ter surpreendido até sua torcida ao desbancar o Palmeiras, o Goiás vai para a grande final da Sul-Americana na condição de zebrão.
Claro que o time goiano não está proibido de aprontar mais uma, mas em jogos normais, pela maior qualidade do adversário, a chance da conquista do título é menor do que uma formiga.

Perigo
Voltou o perigo.
Quando parecia quase salvo, o Atlético-GO levou goleada do Avaí, e agora vai ter que jogar uma final de Copa, domingo, contra o São Paulo, em casa, para escapar da tragédia.
Dono de 40 pontos, com Avaí e Vitória colados no retrovisor, o time ficou sem saída para tentar seguir na elite em 2011: derrubar a turma do Morumbi de qualquer jeito.

Perguntinha
O Palmeiras vai escalar titulares no domingo?

Bookmark and Share

Alívio

25 de novembro de 2010 16

Deu tudo certo.
Num belo trabalho dos advogados, o meia Douglas escapou do julgamento e ficou livre, leve e solto para reforçar o Grêmio no decisivo jogo contra o Guarani, domingo, quando a vitória é simplesmente obrigatória.
Com a liberação de seu jogador mais criativo do meio-campo, o técnico Renato Portaluppi terá a chance de escalar todos os titulares, em Campinas, o que não deixa de ser uma bela notícia nesta reta final de Brasileirão.

Lista
Está chegando a hora.
Na terça-feira, cumprindo determinação da Fifa, o Inter, finalmente, vai divulgar a tão esperada lista dos 23 jogadores escolhidos pelo técnico Celso Roth e que serão inscritos no Mundial de Clubes, em Abu Dhabi.
Pela entrevista do comandante após a vitória sobre o Botafogo, a relação está praticamente fechada, faltando tão somente a definição de dois ou três nomes, assunto que talvez seja definido até antes do jogo contra o Vitória.

Berro
A banca paga e recebe.
Em 2009, nesta mesma época, o Corinthians, que enxergava o rival São Paulo com chance de botar a mão no caneco do Brasileirão, enfrentou o Flamengo, perdeu o jogo e saiu de campo feliz da vida com o resultado.
Agora, para surpresa geral da nação, numa total falha de esquecimento, a turma do Timão, liderada pelo meia Bruno César, berrou contra o time do Morumbi, que levou goleada do Fluminense e praticamente decidiu o título.

Desafio
Segue o desafio.
Empolgado com a chance de salvar o pescoço da guilhotina, o Avaí recebe o Santos, domingo, na Ressacada, obrigado a colocar mais três pontos na conta.
Se fizer o dever de casa contra um adversário que virou turista faz tempo, o time do técnico Vagner Benazzi dá um passo quase decisivo para seguir na elite em 2011, o que parecia impossível até dias atrás.

Façanha
Quase ninguém conseguiu.
O argentino Conca, dono de uma bola redonda, favoritão ao título de craque do Brasileirão, está perto de alcançar uma façanha: participar de todos os jogos do seu clube na competição.
Por ser considerado, com toda a justiça, o símbolo do provável título, o jogador procurou a direção do Fluzão, pediu um reajuste e tudo deve terminar num final feliz para todos os envolvidos.

Perguntinha
Flamengo e Vasco vão jogar pelo Fluminense?

Bookmark and Share

Teste

24 de novembro de 2010 8

Nem poderia ser diferente.
Contra o desesperado Vitória, domingo, no Beira-Rio, o Inter vai utilizar seu time titular, sua força máxima, naquele que pode e parece ser o último teste antes do sonhado Mundial de Clubes, em Abu Dhabi.
O que não se sabe ainda é como o técnico Celso Roth pretende escalar a equipe do meio para a frente, com seis candidatos para cinco vagas e, aparentemente, terá de optar entre Tinga, Giuliano ou Rafael Sobis.

Perigo
É bom ter cuidados.
Bem ao contrário do que parece, o jogo de domingo, no Brinco de Ouro, é daqueles cabeludos para o Grêmio, apesar da péssima campanha do Guarani, já com um pé e quatro dedos na Segundona.
Agarrado na matemática, sabedor de que não pode nem empatar, o Bugre vai fazer uma final de Copa contra o time do técnico Renato Portaluppi, que terá de ser inteligente para aproveitar o desespero do rival.

Namorico
Parece que é questão de tempo.
O técnico Carlos Alberto Parreira, que não conseguiu fazer milagre com a fraca seleção da África do Sul e que, dias atrás, disse não ao Corinthians, pode voltar ao circo no início de 2011, dirigindo a seleção do Chile.
Com o boi na sombra, mas ainda motivado para seguir no batente, o profissional brasileiro gostou do projeto apresentado pelos chilenos e tudo indica que o namorico vai terminar no altar.

Conta
Alguém tinha de pagar.
O Sport perdeu para o América-MG, deu adeus ao sonho de voltar à elite, e o técnico Geninho não pensou duas vezes: atirou a culpa nos profissionais que dirigiram o time antes da sua chegada à Ilha do Retiro.
Verdade que o Leão perdeu muitos pontos no início da competição, mas não é menos verdade que fracassou na hora da onça beber água, nas mãos do atual chefe do vestiário, e só por isso não chegou onde queria.

Reviravolta
O futebol é mesmo dinâmico.
Dias atrás, decepcionada com a campanha no Brasileirão, os dirigentes do Vasco reuniram-se e praticamente descartaram a renovação de contrato do técnico PC Gusmão.
Agora, porém, sem muitas opções no mercado, os mesmos dirigentes que reprovaram o trabalho, querem acertar os ponteiros com o chefe do vestiário, numa completa prova de falta de convicção.

Perguntinha
Quem vai ganhar a eleição do Inter?

Bookmark and Share

Engenheiro

23 de novembro de 2010 11

Já virou rotina.
Na decisiva vitória sobre o Atlético-PR, que valeu o ingresso no G4, o meia Douglas jogou muito, outros se destacaram, mas quem fez a diferença, outra vez, foi o inteligente Lúcio.
Sempre bem posicionado, conhecedor dos atalhos do campo, ele facilita a vida de todo o time do técnico Renato Portaluppi e, pelo que faz, e já merece ser chamado de engenheiro.

Praia
Chega de teimosia.
Quem viu o segundo tempo contra o Botafogo, quando o Inter construiu o placar, até poderia ter feito mais do que dois gols, certamente se convenceu de que Rafael Sobis é atacante de área.
Além de mandar uma bola para a rede, o jogador participou da jogada que terminou com o gol de Andrezinho, infernizou os zagueiros e provou que sua praia não é trabalhar no meio-campo.

Matrícula
Só falta a matrícula.
Dono de apenas 37 pontos, com dois jogos cabeludos pela frente – Grêmio (C) e Fluminense (F), o Guarani, de Campinas, depende de um milagre para escapar da indesejável Segundona.
Mesmo que consiga fazer seis pontos, missão quase impossível para quem só venceu oito vezes neste Brasileirão, o time do técnico Vágner Mancini ainda terá uma outra missão nada agradável: torcer por resultados paralelos. que torcer por resultados paralelos.

Reservas
Azar dos inimigos.
Com a cabeça na Sul-Americana, o técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, avisou em alto e bom som que vai escalar um time inteiro de reservas, domingo, contra o Fluminense.
Claro que não existe jogo jogado, mas a coerente decisão do chefe do Verdão, que tem poupado os titulares nos últimos jogos, certamente caiu como uma bomba no Corinthians e no Cruzeiro.

Castigo
Tudo tem o seu preço.
Dentro do Serra Dourada, onde costumava ser forte, quase imbatível, o Goiás levou goleada do Santos e fechou a rodada matematicamente garantido na Segundona de 2011.
Um dos motivos do fracasso foi a barbeiragem da direção, que atrasou salários, trocou técnicos como quem troca de camisa e se preocupou muito mais com a política do que com a bola.

Perguntinha
Quem vai ser o goleiro do Inter no domingo?

Bookmark and Share

Melhor

22 de novembro de 2010 18

Acabou o longo jejum.
Recheado de reservas, com a cabeça, a alma em Abu Dhabi, o Inter foi melhor, derrotou o Botafogo, recuperou a confiança que estava tão abalada e mostrou que pode jogar muito mais do que jogou nos últimos tempos.
A vitória no Engenhão mostrou que o goleiro Muriel tem bala na agulha para vestir a camisa titular, Oscar é boa opção, Tinga arruma o meio campo e, ainda, que Sobis é muito mais jogador quando trabalha perto do gol.

Dureza
Foi muito complicado.
Num jogo em que começou voando, que deu a impressão de que ganharia fácil, o Grêmio precisou tirar sangue das unhas para confirmar o favoritismo e somar os obrigatórios três pontos contra o inimigo Atlético-PR.
O belo resultado valeu ao Tricolor um avanço na tabela e, principalmente, a esperança cada vez maior de vaga na Libertadores, o que não é pouco para quem até perigo de rebaixamento correu no Brasileirão.

Caneco
Pintou o campeão.
Fora de casa, num jogo vital, o Fluminense goleou o São Paulo, retomou a ponta da tabela com o tropeço do Corinthians diante do Vitória e colocou uma mão e quatro dedos no caneco do Brasileirão.
Se alguém não sabe, o time do técnico Muricy Ramalho, nas duas rodadas que restam, encara o Palmeiras, que só pensa e respira a Sul-Americana, e o Guarani, que quase com certeza estará com a vaga garantida na Segundona do próximo ano.

Lógica
Deu a lógica.
Com um plantel caro, cheio de jogadores qualificados, o Atlético-MG cresceu nesta reta final e vai para os dois últimos jogos muito mais aliviado, feliz com a permanência na elite do futebol brasileiro em 2011.
Méritos para o técnico Dorival Júnior, que aceitou o desafio de assumir o comando de um avião em chamas e conseguiu, muito mais na base da conversa, apagar as chamas e recolocar a casa em ordem.

Sufoco
Acabou o sufoco.
Mesmo sem jogar muita coisa, o Flamengo aproveitou melhor as oportunidades, derrotou o Guarani, chegou aos 43 pontos e praticamente livrou o pescoço da guilhotina na briga pelo rebaixamento.
Um alívio para a direção, para os jogadores, para a enorme torcida e Vanderlei Luxemburgo, que pegou um avião em chamas, demorou a achar o extintor, mas no fim das contas saiu com vida do perigo.

Perguntinha
O Grêmio está na mão do Felipão?

Bookmark and Share