Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Copa do Brasil"

Inter tem a obrigação de superar o rival

30 de agosto de 2014 15

Tem cara de encrenca.
Neste sábado, no Pacaembu, sem D’Alessandro, mas com Willians, Juan e Fabrício, o Inter esquece a provável eliminação da Sul-Americana e volta a pensar no Brasileirão. Encara o assustado Palmeiras, num jogo em que vai precisar jogar muito mais do que tem feito se quiser somar pontos.
Longe de casa, com o moral abalado, o time do técnico Abel Braga entra em campo com a tarefa bem definida. Tem a obrigação de superar o rival, único jeito de seguir tranquilo no grupo dos melhores, e, acima de tudo, de recuperar o bom astral para a seguir pensando em prêmio na difícil competição.

Favoritão
É jogo para três pontos.
Neste domingo, ainda dolorido pela derrota para o Santos, pela situação quase irreversível na Copa do Brasil, o Grêmio volta a se apresentar na Arena. Contra o Bahia, habitante do Z4, será um daqueles jogos que não permitem barbeiragens, sob pena de atrapalhar qualquer projeção futura no Brasileirão.
Ao lado do seu povo, na sua casa, com a volta de Fellipe Melo, o time do técnico Luiz Felipe Scolari joga como favoritão. Tem todas as chances de melhorar a situação na tabela de e sonhar com aproximação no G4. Mais do que isso, de aumentar o moral para a decisão na Vila Belmiro.

Gordura

Porthus Junior/Agência RBS

Porthus Junior/Agência RBS

Só é proibido perder. Neste domingo, fora de casa, o líder Brasil-Pel volta a enfrentar o Guarani de Palhoça, quando pode dar um enorme passo para carimbar a classificação para a segunda fase da Série D. Jogo complicado, contra um rival que está proibido de fracassar, mas o Xavante tem bala na agulha para fazer a sua parte e provar que merece sonhar com a mudança de endereço no futebol brasileiro.

O galo…
Viúvo, fazendeiro, o seu Agenor decidiu sair da rotina: resolveu ir ao cinema.
Na bilheteria, solicitou um ingresso e foi interpelado pelo vendedor:
- O que é isso no seu ombro?
- É o meu galo de estimação.
- Lamento, senhor, mas não permitimos a entrada de animais na sala! – comunicou.
Sem argumentos, o seu Agenor aparentemente concordou. Abandonou a fila, foi até ao toalete e enfiou o bicho na calça. Logo em seguida, voltou, chegou na bilheteria, pegou o ingresso, entrou e se sentou ao lado de duas idosas. Quando o filme começa, o fazendeiro abriu a braguilha para o galo respirar. O bicho, faceiro, colocou o pescoço para fora. Minutos depois, uma das idosas se aproxima do ouvido da outra e manda bala:
- Acho que o cara do meu lado é um tarado!
-  Por que? – questionou a companheira de cinema.
- É que ele botou o negócio para fora! – respondeu.
- Ah, não te preocupa! Na nossa idade, nós já vimos de tudo! – acalmou a amiga.
- Eu também pensava a mesma coisa, mas o negócio tá comendo a minha pipoca!!!!!

Bookmark and Share

Grêmio perdeu por incompetência

29 de agosto de 2014 56

No ralo

Dentro da Arena, num jogo em que tinha a obrigação de ganhar e não levar gol, o Grêmio teve 17 escanteios e três chances claras, mas fez água o sistema defensivo. Levou 2 a 0 do Santos e vai para a Vila Belmiro, semana que vem, mais fora do que dentro da Copa do Brasil.

Antes do enfrentamento decisivo na casa do Peixe, porém, o time do técnico Luiz Felipe Scolari volta a pensar no Brasileirão, no Bahia, adversário de domingo, quando vai precisar ser mais competente atrás e mais efetivo do meio para a frente. É hora de somar três pontos e começar a mirar vaga na Libertadores pelo Campeoanto Brasileiro.

 

Preocupação chilena

Diferentemente do que se viu antes da Copa, Aránguiz, dono de bola redonda, responsável direto por algumas vitórias do Inter, está jogando muito pouco. O que não deixa de ser intrigante para quem se acostumou com atuações de gala.

Claro que o coletivo influi no individual. Mas a impressão que fica, para quem vê tudo de longe, sem saber das coisas internas, é de que o gringo sentiu demais a lesão sofrida na Copa e paga o preço por ter sido escalado antes do momento ideal.

 

Parecia coletivo

Ao natural, o Cruzeiro fez o que um favorito deve fazer quando pega adversário menor: mandou em campo do início ao fim, fez 5 a 0 no Santa Rita sem forçar e acabou com o mata-mata em 90 minutos. Jogará em Alagoas sem estresse.

Líder do Brasileirão, cheia de moral, a Raposa poupará titulares no jogo da volta, esperando por Vasco ou ABC.

 

Ceará

Sem alguns titulares contra o Botafogo, no Maracanã, o Ceará repetiu a noite que fez no Beira-Rio: venceu por 2 a 1, jogou bem e ficou com a faca e o queijo na mão para seguir na Copa do Brasil.

Coritiba

Virou amistoso. Na volta do técnico Marquinhos Santos, o Coritiba tirou o atraso com goleada de
3 a 0 no Flamengo e praticamente liquidou a briga por vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

 

Perguntinha: Quando o Inter sufocará os adversários dentro do Beira-Rio?

Bookmark and Share

Sem titulares, Inter é eliminado da Copa do Brasil

14 de agosto de 2014 23

Deu tudo certo.

Sem cinco titulares que fazem muita falta, com substitutos desentrosados, bola muito menor, o Inter atingiu seu objetivo no Castelão: levou sufoco, perdeu outra vez para o Ceará, agora por 3 a 1. Escapou de coisa bem pior, acabou eliminado da Copa do Brasil e fez matrícula na também complicada Sul-Americana.

Uma derrota mais do que merecida, para quem foi dominado a maior parte do tempo, repetiu as fracas atuações longe do novo Beira-Rio. O Inter provou que tem um time de boa qualidade, mas um grupo capenga. Vai ter que tirar sangue das unhas se quiser fechar o ano comemorando um título de expressão.

Pontaria

É uma boa providência.

Ainda tomando pé sobre as coisas do Grêmio, o técnico Luiz Felipe Scolari constatou que o seu time tem enormes dificuldades para acertar o último chute, aquele que pode proporcionar resultados melhores e condições de brigar por títulos.

Por isso, não pensou duas vezes: reuniu a turma, exigiu maior pontaria dos atacantes e dos jogadores de meio-campo. Tudo para aumentar o poder de fogo de um time que tem um dos piores ataques do campeonato.

Elevador

Agora a coisa está certa.

Fora de casa, o Vasco aproveitou a ruindade do Náutico, ganhou mais uma e chegou aos 28 pontos. Assumiu a vice-liderança da Série B e provou que é favorito. Se não acontecer nenhum desvio de rota, o time do técnico
Adilson Batista, como ocorreu com todos os grandes que despencaram nos últimos anos, vai voltar ao convívio dos melhores em 2015.

Tomando água da salsicha – Tem tudo para ficar pior. O Botafogo se mexeu. Arrumou R$ 2,5 milhões para pagar um mês do salário registrado na carteira, mas avisou que seis do grupo ficariam sem dinheiro: Lucas, Marcelo Mattos, Bolívar, André Bahia, Tanque Ferreyra e Bolatti. A razão: ganham mais.

Tá na panela

Vale a aposta.

Animado com o chance de brigar por vaga no G4, o Sport reforçou o grupo com dois nomes rodados, que estavam longe dos holofotes e podem dar certo na Ilha do Retiro. O volante Ibson e o meia Diego Souza chegaram a Recife como heróis.

Perguntinha: Quanto vale o chileno Aránguiz?

Bookmark and Share

Inter jogou um futebol capenga e tem obrigação de atuar melhor

02 de maio de 2014 14

Aconteceu de novo. Com todos os titulares, empurrado pela maioria da torcida, o Inter voltou a jogar um futebol capenga e saiu atrás no placar. Levou bronca das grossas no intervalo e chegou ao empate no final contra o Cuiabá.

Agora, o time do técnico Abel Braga muda o chip, volta a pensar no Brasileirão. O Sport é adversário de domingo, dentro do Beira-Rio, quando tem duas obrigações: jogar muito mais do que tem feito desde a conquista do Gauchão e obter três pontos.

Frieza

É hora de reflexão.

Claro que o torcedor está frustrado, mas neste momento o melhor que o presidente Fábio Koff tem a fazer é analisar os acontecimentos nos primeiros quatro meses. Tem que descobrir as causas dos fracassos e buscar o caminho mais curto para fazer o Grêmio entrar nos eixos.

Se não fizer com calma e cabeça fria, como exige o momento, o risco é grande. O Tricolor pode achar que perdeu por acidente, que tem qualidade para encarar o ano e acreditar que o que houve até agora é normal.

Fracasso

Deu tudo errado.

Contratado por um caminhão de dólares, Cuca pegou a família e se tocou para a China. Tinha o desafio de levar o Shandong Luneng aos títulos. O que não aconteceu e desgostou os dirigentes do clube.

Pelo que se sabe, o técnico campeão da América sentiu que seus dias estão contados por lá e avisou os amigos que vai desembarcar em breve no Brasil.

Façanha

Segue o sonho.

Em jogo complicado, no qual escapou do pior, o Cruzeiro, com um a menos em parte do jogo, derrotou o Cerro Porteño, em Assunção, reverteu o quadro e ficou revigorado para correr atrás do tri.

Após essa nova façanha na competição, fica muito claro que tem, sem nenhuma dúvida, o melhor grupo, o melhor time e é o time a ser batido nas quartas da Libertadores.

Vantagem

Ficou bom demais.

Com o moral em alta, o Novo Hamburgo defendeu e atacou bem e derrotou o J.Malucelli por 1 a 0. Decidirá no Paraná com a vantagem do empate, o que não é pouca coisa. Mesmo fora de casa, o Noia tem jogadores rodados e de muita qualidade. Pode dar um segundo passo na importante competição.

Perguntinha

O Grêmio sabe por que não levanta canecos?

Bookmark and Share

Inter vai ter que jogar mais para eliminar jogo da volta

12 de março de 2014 5

Chegou a hora. Logo mais, em Belém, sem o talentoso D’Alessandro, o Inter começa a sua caminhada na Copa do Brasil, contra o motivado Remo, quando tem as honras de favoritão, até a chance de liquidar a fatura sem a necessidade do jogo da volta, mas vai ter que jogar um pouco mais do que tem feito até agora.

Longe de casa, num ambiente adverso, gramado pesado, contra um rival que encara o desafio como uma final de Copa, o time do técnico Abel Braga terá que ser equilibrado, superar a ausência de seu mais importante jogador, atuar com inteligência, tudo para superar um obstáculo que não é pequeno.

Empurrão

É tudo com o torcedor. Contra o Newell’s, amanhã, na Arena, o Grêmio tem a chance de fazer mais três pontos, dar um passo quase que definitivo para carimbar a classificação, encaminhar a primeira posição do Grupo e entrar na fase do mata-mata com a vantagem de decidir dentro da sua casa.

Por tudo o que significa o jogo diante dos argentinos, é muito fácil adivinhar que a nação azul, preto e branco vai aparecer em muito maior número do que tem acontecido, empurrar o time do início ao fim, fazer a sua parte num momento em que o empurrão pode desequilibrar a disputa.

Fritura

Pintou a fumaça. Dois dias após a derrota para o Valladolid, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bertomeu, encarou uma coletiva de imprensa, desmentiu que o técnico Tata Martino esteja com os dias contados, mas no fim da conversa, ironicamente, avisou que espera vida longa para o chefe do time.

Apesar de garantir que não está pensando em mudanças no vestiário, o dirigente enfrenta pressão dos seus parceiros de direção, de boa parte da torcida e, dependendo dos resultados, das atuações, não é de duvidar que o argentino, em seguida, seja chamado para o desagradável acerto de contas.

Tensão

Ninguém pode perder. Quem gosta de jogos tensos, com pressão dos dois lados, não pode deixar de dar uma olhadinha em Juventude e Lajeadense, hoje à noite, no Alfredo Jaconi.

Verdade que o São José também está na briga, mas quem ganhar o jogo na Serra fica bem perto da vaga e, quase que com toda a certeza, no caminho do Grêmio na fase decisiva.

Objetivo

Segue a perseguição. Já classificado, dono da melhor campanha entre os clubes do Interior, o Brasil-Pe enfrenta o São José, no Passo d’Areia, atrás de mais três pontos, para assumir a vice-liderança na classificação geral.

Se isso acontecer, o Xavante vai para o último jogo, em casa, contra o Veranópolis, com a chance de garantir as decisões do mata dentro do Bento Freitas, o que não é pouco para quem sonha alto.

Perguntinha

O Inter vai sentir falta de D’Alessandro?

Bookmark and Share

Inter precisa ter cuidados com o Remo

11 de março de 2014 1

É bom ter cuidados. Ninguém discute que o Inter é favorito, que pode liquidar a questão no primeiro jogo, mas o jogo de amanhã, contra o Remo, na distante Belém, é daqueles em que o torcedor fica com a pulga atrás na orelha pela ausência do maestro D’Alessandro e, acima de tudo, pelas últimas preocupantes atuações no Gauchão.

Apesar da teórica superioridade, o time do técnico Abel Braga vai precisar ter um meio-campo preocupado em fazer o trabalho de marcação, da criatividade de Alex e Alan Patrick, da qualidade de Aránguiz e, especialmente, de uma noite iluminada do atacante Rafael Moura para não correr riscos na estreia da Copa do Brasil.

Goleador

Não dá para pedir mais. Diferentemente de 2013, quando teve muitas dificuldades em campo, virou alvo de desconfiança de boa parte da torcida, o atacante Barcos, agora atuando mais perto da área do adversário, tendo um companheiro veloz ao seu lado, começou a confirmar, para alegria dos que vestem azul, preto e branco, a sua condição de goleador.

Mais confiante, o Pirata, em menos de três meses, marcou nove gols, assumiu a ponta de tabela de artilheiros do Gauchão, participou de vários lances importantes, decisivos e deixou bem claro que foi um dos mais prejudicados com a forma do Grêmio jogar nos tempos de Renato Portaluppi.

Engenheiro

Quem sabe não desaprende. Ainda sob os atentos olhares dos críticos, mais uma vez o habilidoso Paulo Henrique Ganso roubou a cena com a camisa do São Paulo, na grande vitória sobre o Corinthians, quando marcou gol, participou de quase todas os lances ofensivos e, merecidamente, ganhou todos os troféus de melhor em campo.

Livre das lesões, cada vez mais prestigiado pelo exigente técnico Muricy Ramalho, o meia recuperou seu melhor futebol, passou a ser a grande referência do tricolor paulista e, com alguma antecedência, se candidata como um dos prováveis candidatos ao título de craque do próximo Brasileirão.

Gangorra

Parece que não tem volta. Com o moral no subsolo, pressionado, o Pelotas jogou coisa nenhuma, levou 2 a 1 do São Luiz, dentro da Boca do Lobo, fechou a rodada na lanterna geral e encaminhou matrícula na Segundona em 2015.

Dono de míseros oito pontos, com dois jogos ainda a fazer – Caxias (C), Grêmio (F) -, o Lobão precisa faturar seis pontos, torcer por resultados paralelos, se não quiser assistir um Carnaval da torcida do Brasil-Pe.

Vaga

Vale a classificação. Dentro de casa, proibido de fracassar, o Lajeadense deu mole, perdeu para o Brasil-Pe, viu o Juventude grudar na traseira e agora os dois vão decidir, amanhã, na Serra, quem segue e quem fica pelo caminho no Gauchão.

Quem está muito interessado neste jogo é o São José, também com 16 pontos, correndo por fora, que torce pelo empate no Alfredo Jaconi para tentar um prêmio que já esteve mais perto das suas mãos.

Perguntinha

O Inter tem bola para levar a Copa do Brasil?

Bookmark and Share

Caroço

09 de novembro de 2013 4

Segue o baile. Neste domingo, num Mineirão lotado e empolgado, o Grêmio, sem vitórias e sem gols nos últimos jogos, enfrenta o Cruzeiro. Será um jogo em que o mandante tem a chance de comemorar o título antecipado do Brasileirão. É uma partida que certamente vai exigir muito do visitante.

Uma tarefa das mais complicadas para a turma do técnico Renato Portaluppi, que tem a obrigação de esquecer a eliminação da Copa do Brasil. O Tricolor terá que defender com a eficiência que se viu na maioria dos jogos e tentar acabar de vez com a falta de gols para seguir muito vivo na luta pela vaga na Libertadores.

O velório…

Um ano antes da última Copa do Mundo, Zezinho, apaixonado pelo futebol, sempre ligado nas notícias, não deu chance ao azar: economizou uma grana, comprou dois ingressos no melhor lugar do estádio. No dia da grande final, chegou bem antes da hora, ocupou a sua poltrona e ficou na observação de tudo o que acontecia.

Minutos antes de a bola rolar, lá estava Zezinho, olhar atento no gramado, ouvidos abertos aos comentários dos outros torcedores. Um deles, posicionado duas cadeiras à sua direita, detectou que havia um lugar vago e não resistiu.

- Esse assento ao seu lado não está ocupado? – perguntou.

- Não! – disse Zezinho, tentando estancar o papo.

O vizinho não desistiu:

- É incrível! Quem, em seu juízo perfeito, tem um lugar como este, para a final da Copa e não o usa?

Sempre atento ao comentário, Zezinho mandou bala:

- Bom, na realidade, o lugar é meu! Comprei o ingresso há muito tempo! Minha esposa viria comigo, mas faleceu! Este é o primeiro Mundial a que não assistiremos juntos, desde que casamos, há 20 anos!

Surpreso, o desconhecido não desistiu:

- Mas você não encontrou outra pessoa que pudesse vir? Um amigo, um vizinho, um parente?

Após poucos segundos de completo silêncio, Zezinho negou com a cabeça e liquidou com o assunto:

- Não, estão todos no velório…

Tabela

Só vale para o visitante. Fora da briga pelo título, sem chance de G4, nenhum risco de degola, o Inter, com mudanças no time, enfrenta o Botafogo, neste domingo, no Centenário. É jogo que interessa muito mais aos cariocas, vivos na briga por vaga na Libertadores, do que aos mandantes.

Mesmo na condição de turista, sem objetivo de chegar a lugar algum na competição, o time do técnico Clemer tem mais um vestibular, que pode alinhavar o futuro ou a despedida de alguns jogadores para 2014. Também pode liquidar matematicamente o temor de poucos torcedores.

Bookmark and Share

Chance

08 de novembro de 2013 8

O mundo não acabou.Claro que a eliminação da Copa do Brasil, dentro da Arena, não é coisa fácil de cair no esquecimento. Mas, se quiser salvar o ano, com a vaga entre aqueles que vão disputar a Libertadores, o Grêmio terá que esquecer o Atlético-PR e se atirar de corpo e alma no Brasileirão.
Tudo recomeça no domingo, no Mineirão lotado e empolgado com a chance de o Cruzeiro terminar a rodada campeão. A turma de Renato terá que jogar no limite, defender com a conhecida eficiência e acabar com o longo e preocupante jejum de gols.

Castigo

Tem cara de castigo.
Justamente agora, quando está fora de qualquer briga, atrás apenas de dois ou três pontinhos para virar turista no Brasileirão, o Inter decidiu aumentar o período de concentração para o jogo contra o Botafogo. É uma medida que quase nunca é bem recebida no vestiário.
Com mais um dia longe da família, conscientes de que a única coisa que ainda resta é cumprir a tabela, tudo indica que a boleirada vai descobrir, se é que isso ainda não aconteceu, que a medida tem apenas um objetivo: cobrar a conta pela falta de resultados.

Estratégia

Não dá para passar batido.
A complicada classificação do Atlético-PR para a final da Copa do Brasil contou com incomum esforço dos jogadores, mobilização da torcida, apoio da direção e trabalho impecável de Vagner Mancini. Ele escalou bem, mexeu na hora certa e mostrou que está maduro para qualquer desafio.
Sabedor da qualidade de seus dois zagueiros nas bolas aéreas, o comandante do Furacão encheu o meio-campo de gente e diminuiu os espaços dos jogadores gremistas. Acertou na estratégia, atingiu o objetivo e, mesmo com um time apenas comum nas mãos, tem muita chance de conseguir o segundo título da competição.

Cheiro

Fora de casa, o São Paulo levou sufoco, resistiu até o apito final e empatou sem gols com Nacional, em Medellin. Assim, carimbou a vaga para a semifinal da Sul-Americana e aumentou a chance de botar a mão no caneco.
Livre do risco de degola no Brasileirão, tudo indica que o time de Muricy Ramalho vai, a partir de agora, na busca de uma façanha: a vaga na Libertadores de 2014.

Natural

Apesar do susto no começo do jogo, quando sofreu o gol, o Flamengo virou o placar ainda no primeiro tempo, tomou conta da situação e derrotou o Goiás. Com méritos, chegou à final da Copa do Brasil.
Pelo momento, pelo fato de fazer o decisivo jogo no Maracanã, o Fla tem chance de ficar com o caneco, garantir vaga na Libertadores e fechar o ano muito melhor do que imaginava.

Perguntinha

Quando o Grêmio vai marcar gol?

Bookmark and Share

Sonho

07 de novembro de 2013 16

Acabou o sonho.
Num jogo em que teve mais posse de bola, criou as melhores chances, o Grêmio repetiu seu inofensivo poder de fogo, não marcou gol e empatou em 0 a 0 com o incansável Atlético-PR. Frustrou o enorme público que apareceu na Arena e arquivou a chance de acabar com a longa seca de títulos importantes.
Agora, o time de Renato vai ter que se atirar de corpo e alma nos seis jogos que restam no Brasileirão. É acabar com a falta de vitórias, torcer contra os rivais para fechar o ano com um prêmio que não é pequeno: a vaga na Libertadores.

Geladeira

Só na emergência.
A cada dia que passa, fica bem claro que o uruguaio Forlán, um dos goleadores do Inter em 2013, está fora dos planos para os jogos que ainda restam no Brasileirão. Somente será chamado por Clemer para entrar em campo nos casos de urgências.
Apesar de ninguém admitir publicamente no Beira-Rio, atualmente, o gringo virou a quarta opção entre os atacantes do grupo, atrás de Scocco, Caio e Rafael Moura. Se aparecer alguém interessado na sua contratação, será liberado sem muitas dificuldades.

Sinuca

Não é tarefa fácil.
Meses atrás, após ameaçar limpar o armário e se despedir dos colegas do vestiário, o goleiro Rogério Ceni, ídolo, dono de uma extensa e vitoriosa folha de grandes serviços prestados, começou a repensar a situação. Agora, está perto de voltar atrás nos seus planos para cumprir mais uma temporada com a camisa do São Paulo.
A decisão não tem dia nem hora para acontecer, mas tudo indica que acontecerá em seguida. Tudo  depende do desfecho da Sul-Americana, a grande chance de título e de participação na próxima Libertadores, um combustível que pode manter o futuro presidente do Tricolor Paulista dentro de campo.

Pedreira

Atolado na zona da morte e dono de míseros 36 pontos, o Vasco tem uma tabela pela frente que deixa a maioria da sua torcida de cabelos em pé e utilizando dose dupla de calmantes.
Dono de 36 pontos, o Vascão vai encarar Santos (C), Grêmio (F), Corinthians (F), Cruzeiro (C), Náutico (C) e Atlético-PR (F). Depende de um milagre para escapar da guilhotina.

Perto

Verdade que era jogo para vencer, mas o empate contra o América-RN, dentro de casa, quando correu riscos de ser derrotada, deixou a Chapecoense quase dentro da sonhada Série A.
Apesar da visível queda de produção nos últimos jogos, o time de Gilmar Dal Pozzo acumulou gordura na primeira parte da Série B e faz por merecer o prêmio nada pequeno.

Perguntinha

Quando o Inter vai anunciar o técnico para 2014?

Bookmark and Share

Pergunta para o Guerrinha: Quais são as chances do Grêmio na Copa do Brasil?

06 de novembro de 2013 4

Comentarista Adroaldo Guerra Filho e repórter Amanda Munhoz falam sobre o jogo de Grêmio e Atlético-PR, na Arena, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil.

E mais: admiradores secretos mandam recados para as nossas estrelas e recebem resposta! Não perca!

Assista:

Bookmark and Share