Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A ilusão da originalidade

09 de outubro de 2015 0

Se você ainda não a teve, é questão de tempo: em algum momento da vida, todos nós temos alguma ideia que, de tão espetacular, nos torna reféns.

Quando isso acontece, é comum classificarmos tais lampejos como brilhantes na mesma medida de nossa percepção de sua originalidade. Afinal, aprendemos a acreditar que ideias inéditas nos oferecem a oportunidade de sermos pioneiros e que assumir a dianteira, em qualquer atividade profissional, tem muito valor.

É uma pena que existam, hoje em dia, ferramentas de busca tão abrangentes. Quem acredita na originalidade de suas próprias ideias corre um risco enorme de se frustrar – o que não significa, em hipótese alguma, que você deva abandonar sua grande ideia diante da constatação de que alguém já havia colocado em prática proposta semelhante.

Nossos pensamentos nunca serão totalmente originais. Eles traduzem os resultados da enorme reunião de estímulos a que somos submetidos desde que nascemos. A parte boa: esses resultados, sim, são sempre individuais e, portanto, não podem ser reproduzidos por mais ninguém.

A busca da originalidade não faz mais sentido. Ao invés disso, construa a convicção de que ninguém mais pode colocar suas ideias em prática do mesmo jeito que você.

De novo: o que você gostaria de nos mostrar?


Quer saber mais sobre minhas atividades? www.gustavoreis.com.br
Quer receber as atualizações do blog por e-mail? www.gustavoreis.com.br/lista

The following two tabs change content below.
Sou professor e faz-tudo no Mathematica Et Cetera, no Clube do Enem e na Unisinos. Palestrante (2012) e apresentador (2013/14) do TEDxUnisinos. Educação : Tecnologia : Design : Inovação

Latest posts by Gustavo Reis (see all)

Bookmark and Share

Envie seu Comentário