Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Mostra de Vezena homenageia cineasta brasileiro

30 de agosto de 2006 1

O cineasta brasileiro Joaquim Pedro de Andrade será homenageado na 63ª edição da Mostra de Veneza. O festival começará hoje com a exibição de A Dália Negra, dirigido por Brian De Palma.

Considerado um dos pais do Cinema Novo, Joaquim Pedro de Andrade dirigiu filmes como Macunaíma, Os Inconfidentes, O Aleijadinho e Garrincha, Alegria do Povo. Em 1988, o cineasta morreu, aos 56 anos, vítima de câncer de pulmão.

Além dos 22 títulos que concorrem ao Leão de Ouro de melhor filme, a sessão oficial da Mostra Internacional da Arte Cinematográfica de Veneza terá 17 títulos na categoria Fora de Concurso e 19 na categoria Orizzonti, dedicada às novas tendências do cinema.

Os destaques da classe Fora de Concurso são When the Levees Broke – A Requiem in Four Acts, de Spike Lee, sobre a catástrofe ocorrida nos Estados Unidos devido ao furacão Katrina, e As Torres Gêmeas, a visão de Oliver Stone sobre os atentados de 11 de setembro de 2001.

De acordo com a Agência EFE, toda programação faz parte de um festival cuja entrada simples varia entre 8 e 38 euros, e no qual o balcão sai a até 1.100 euros.

Postado por Diego Guichard

Comentários (1)

  • Indio Guilherme Bauer diz: 14 de setembro de 2006

    Muito justa a homenagem ao cineasta Joaquim Pedro de Andrade. “Macunaíma” foi uma pintura de filme.

Envie seu Comentário