Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mulher ciumenta de Berlusconi exige desculpas

31 de janeiro de 2007 0

Veronica Berlusconi, mulher do ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi, atual líder da oposição, exigiu nesta quarta-feira que seu marido se desculpe em público com ela por ter cortejado descaradamente outras mulheres em uma recente cerimônia de entrega de prêmios da televisão italiana. Veronica Berlusconi fez a exigência em carta aberta ao jornal La Repubblica, de Roma, que a publicou na primeira página.

Dias atrás, em uma cerimônia de entrega de prêmios de televisão, Berlusconi se dirigiu a algumas das mulheres presentes com frases como: %22se eu não fosse casado, casaria imediatamente com a senhora%22 e %22com você, eu iria a qualquer parte%22.

Veronica Berlusconi, que assina a carta com seu nome de casada, explica que, para enviar a mensagem, teve que vencer as reservas %22que distinguiram seu jeito de ser nos 27 anos de casamento com um homem público – empresário, primeiro, e político ilustre, depois%22.

Ela afirma que pensou sempre que seu papel devia estar circunscrito à esfera privada, %22com o objetivo de levar serenidade e equilíbrio à  família%22.

– Suportei as inevitáveis diferenças e momentos dolorosos que uma longa relação comporta com respeito e discrição – diz Veronica Berlusconi, sem precisar se uma dessas situações desagradáveis ocorreu na ocasião em que seu marido afirmou, também publicamente, ter agido como um playboy com a presidente da Finlândia, Tarja Halonen, para conseguir que a sede da Autoridade Européia para a Segurança Alimentar se estabelecesse na Itália.

As indiscrições de seu marido na cerimônia esgotaram a paciência de Veronica Lario, seu nome de solteira, e motivaram-na a escrever a carta ao jornal de centro-esquerda, crítico da política de Berlusconi.

– São afirmações que tomo como insultos a minha dignidade, afirmações que, pela idade, pelo papel político e social e pelo contexto familiar (dois filhos de um primeiro casamento e três do segundo) da pessoa que as fez, não podem ser reduzidas a meras brincadeiras – escreve.

Por tudo isso, Veronica Berlusconi se dirige a seu marido e %22ao homem público%22 e exige que ele %22se desculpe em público, já que não se desculpou em nível privado%22.

De acordo com a Agência EFE, Berlusconi sempre justifica suas gafes com o argumento de que estava sendo irônico. Dessa vez, no entanto, parece que nem mesmo sua própria mulher entendeu o que o ex-primeiro-ministro queria dizer e, como indica a imprensa local, a questão agora é saber se ele se desculpará, coisa que o líder da oposição não está acostumado a fazer.

Postado por Cleber

Envie seu Comentário