Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gretchen lança livro e avisa: "Vão conhecer a verdadeira Maria"

23 de outubro de 2015 10
Reprodução, Instagram
Reprodução, Instagram

Que mania estranha essa dos famosos, tão tudo lançando livro. Até o Luan Santana tem biografia, que deve ter, tipo, umas 3 páginas. Porque né…

Mas se existe alguém com história pra contar, esse alguém é GRETCHEN. No lançamento de “Gretchen — Uma biografia quase não autorizada” (não perguntem, também “NUM INTINDI”), a eterna RAINHA DO BUMBUM conta de um tudo:

— Se vocês pensavam que meu livro seria um escândalo, vão ver exatamente o contrário. Vão conhecer a verdadeira Maria.

AHHHHHHHH, NÃO TEM ESCÂNDALO? Magoei.

Reprodução, Instagram
Reprodução, Instagram

A obra (???) é o encerramento da carreira de Gretchen, como ela mesma conta ao EGO:

— Esse é o fim . A Gretchen vai ficar só no corações de vocês.

Sempre, Maria Odete. Jamais te esqueceremos.

A mãe do Thammy voltou a dizer que é fruto de uma “EXPERIÊNCIA GENÉTICA ALIENÍGENA”.

— Ela começou a enxergar aquilo em mim. Não dei ouvidos no começo, mas depois fui pesquisar e vi que era aquilo mesmo.

Depois do livro, queremos um filme de ficção científica contando essa história em detalhes. Pensando bem, não queremos.

Reprodução, Instagram
Reprodução, Instagram

Comentários (10)

  • Thais diz: 23 de outubro de 2015

    vamos falar da tekpix a filmadora mais vendida do Brasil kkkk
    essa Gretchen sempre causando kkk quem sera que vai comprar esse livro ? k

  • leitor diz: 23 de outubro de 2015

    claro. agora que o bumbum não vende mais, tem achar outra fonte de renda eh eh. já vi esse filme.

  • roberto santos diz: 23 de outubro de 2015

    To doidim para ler.vou correndo comprar.
    conga la conga conga conga conga
    conga la conga conga conga conga.são quarenta anos de carreira solidifica.
    todo mundo conhece a gretchen que ja bateu recorde de bilheteria e vendagem de discos.gretchen é sucesso.

  • alberto diz: 23 de outubro de 2015

    Nem precisa comprar o livro…. ele diz “eu dei pra um jogador famosíssimo que é casado, tive um romance com um político conhecidérrimo, e um ator suuuperfamoso se separou da mulher por minha causa, gente, se eu pudesse contar quem é, ia dar um bafafá danado!”. Depois tem um capítulo emotivo onde ela conta como foi descobrir que a filha é sapatão, que foi duro, foi um golpe, mas com fé em Deus ela aceitou e ama a filha como ela é…. e no fim fala do Chacrinha, que ele era carinhoso, lindo, maravilhoso, tudoooo genteeeeee. Pronto, nem abri o livro, mas é isso aí.

  • luiz diz: 23 de outubro de 2015

    chuta que é macumba

  • Virgulino diz: 23 de outubro de 2015

    As mulheres direitas são a imensa minoria hoje em dia e nela você pode considerar inclusas a sua mãe, avó, bisavó e assim por diante. Da mãe pra baixo, só mulheres interesseiras e vagabas que só querem dinheiro, meros depósitos-você-sabe-de-quê…já tiveram mais de um parceiro sexual na vida, depois de muito rodar casam com um trouxa que as aceita mesmo usadas, não limpam a casa, não lavam as roupas, não fazem comida, não cuidam dos filhos. Em resumo, só sabem gastar o dinheiro do marido.
    Não existem mais mulheres direitas. Aquela que acordava cedo, vestia os filhos, fazia o café da manhã, levava os filhos na escola e depois voltava para casa para fazer alguma coisa da vida. Tudo bem que ser “dona-de-casa” é uma barbada, não é trabalho, mas ao menos é uma ocupação para que ela justifique a comida que o marido traz para casa e as roupas que compra no cartão de crédito do mesmo. Ainda fazia o almoço, limpava a cozinha, depois dedicava a tarde para alimentar os animais, roçar a plantação e ordenhar as vacas. Se matasse um porco, não desperdiçava NADA: da banha excedente fazia sabão, dos restos das vísceras fazia morcilha, as cartilagens aumentavam a panelada de feijão. Essas sim eram as VERDADEIRAS mulheres! Ao final do dia, depois de alimentar e lavar os filhos, botando-os para dormir, ainda se lavava para esperar seu marido na cama do casal e cumprir suas obrigações maritais. Temos que dar valor às mulheres antigas. As atuais, se escondendo sob o manto do falso feminismo, notadamente a geração de 40 anos para baixo, essas tem de ser tratadas como panicats, mulheres-fruta, funkeiras, ou seja, meras marmitas para saciar uma fome passageira.

  • Pegador diz: 23 de outubro de 2015

    Nas fotos, com Phostohop, até que está gostosa, pele lisinha, pose provocante. Dá até tesão de pegar, mas… e ao vivo? em carne e osso, como estará?

  • Dinda diz: 24 de outubro de 2015

    Tenho certeza que ela é fruto de uma “EXPERIÊNCIA GENÉTICA ALIENÍGENA”, alguém duvida? kkkkkkkkkkkk

  • Jam diz: 25 de outubro de 2015

    O Livro já está lançando, agora só fala entrar para a Igreja Universal e se tornar Pastora!!!!KKKKK Primeiro são umas GUENGAS e depois viram Santinhas do Pau Oco!!!!!

  • O Verdadeiro diz: 25 de outubro de 2015

    Não entendo porque ela lançou este livro… os fãs dela com certeza não sabem ler…

Envie seu Comentário