Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vizinho de Ludmilla chama a funkeira de mal-educada em rede social

22 de fevereiro de 2016 31
Daniel Pinheiro, AgNews

Daniel Pinheiro, AgNews

BARRACO VIRTUAL: AMAMOS OU ADORAMOS? 

A treta da vez envolve a funkeira Ludmilla, que resolveu provocar os vizinhos. Sim, pra quê, né?

Em uma entrevista ao GShow, Lud resolveu desabafar:

— Lá na Ilha do Governador tem gente invejosa. Onde eu moro, o povo é metido a rico. Canto funk, sou jovem, tenho 20 anos e quero curtir, tenho as minhas coisas. Isso incomoda as pessoas preconceituosas que tem lá. Mas não estou nem aí para elas. Se estiver incomodado, vende a casa, que se mude.

Nossa, que fofa ela, hein? Miga, o que tu chama de gente invejosa eu chamaria de trabalhadores do Brasil, que precisam acordar cedo pra pegar busão, trabalha de sol a sol pra garantir o pão de cada dia. Imagina que lindo, cê querendo dormir e a Ludmilla cantando no teu ouvido?

É claro que um vizinho resolveu responder e postou no Facebook:

— Querida vizinha, infelizmente existem leis. Reclamar de festas até altas horas da madrugada, não importando o dia, com som que se ouve no outro quarteirão, não é uma questão de “inveja e preconceito”, é pedir respeito mesmo. Por isso as reclamações são feitas. Eu moro no quarteirão da frente e ouço suas festas, imagina quem está ao lado. Além de ilegal, as pessoas precisam trabalhar. O antigo morador, que também era artista, cantor e jovem, nunca causou problemas. Isso porque, além do dinheiro, ele tinha algo que você parece não ter: educação.

AFFE, ESSA DOEU, LUD!!!! Querida, se tá ruim de aguentar os “invejosos”, te muda pra outra ILHA. DESERTA.

Comentários (31)

  • Tiago diz: 22 de fevereiro de 2016

    Bem coisa de chinelão, que vira rico de uma hora pra outra.

  • Paulo diz: 22 de fevereiro de 2016

    É a velha questão: a pessoa sai da vila. Mas a vila não sai da pessoa.

  • Ponto de Vista diz: 22 de fevereiro de 2016

    “Quem nunca comeu mel quando come se lambuza” e “Educação e Elegência não tem pra vender na prateleira”.

  • Diogo diz: 22 de fevereiro de 2016

    Não adianta, uma vez xinelagem, sempre xinelagem!

  • Fábio Jr. diz: 22 de fevereiro de 2016

    Esse é o grande mal do brasileiro, que é adepto do bordão “os incomodados que se retirem”… aí acham que podem fazer o que quiserem a hora que quiserem… Educação é bom e todo mundo gosta, mas nem todos tem… não é mesmo, funkeira dos infernos ?

  • Reginaldo Souza diz: 22 de fevereiro de 2016

    Colocou a barraqueira no lugar dela….olha a lata dessa mulher, ta na cara que não tem educação..

  • Paulo diz: 22 de fevereiro de 2016

    Há redundância na matéria.
    Existe “funkeiro” bem educado ?

  • EVA diz: 22 de fevereiro de 2016

    o ruim do ser humano é a falta de educação…não é culpa da “Gilma…nem do PT…nem da falta de escola…nem da falta de policia…é POR FALTA DE CARATER…não interessa se é rico ou pobre…isso é de berço!existem VARIAS pessoas pobrezinhas humildes e super educadas!infelizmente a maioria acha que é “recalque”,”inveja”….etc!pq e´apenas isso que o cerebro dessas pessoas processam!vc é aquilo que vc consome…então imagina oq essa ludmila é….nem todo dinheiro do mundo vai fazer ela ser alguem

  • Bianca diz: 22 de fevereiro de 2016

    Ludmilla querida! Esse comentário doeu mais do que se ele tivesse passado tua cara no muro de salpico. Até gosto de ti, mas nessa não dá para defender, falta de educação e incomodar vizinho é indefensável. Além do mais dinheiro e juventude NUNCA deve ser sinônimo de falta de educação. Melhore fofa.

  • Lise diz: 22 de fevereiro de 2016

    Só no Brasil que cantar se resume a juntar montes de baixarias e palavras de baixo calão. Mas também olhe em volta no que o país virou. Quanto mais tiver desta turma mais M o país irá virar.

  • SOU EU diz: 22 de fevereiro de 2016

    Essa Ludmilla quer é aparecer mesmo educação não tem nada a ver com diversão, então respeito é bom e faz bem para os dentes né Ludmilla Funkeirão, vai trabalha que é bom.

  • Jaque diz: 22 de fevereiro de 2016

    Mania de pobre é achar que todo mundo tem inveja, falo de pobres de espírito e educação, do tipo: Vim ao mundo para encher o saco!

  • mari diz: 22 de fevereiro de 2016

    Querida Lud, se tu gostas de som altíssimo, festas e coisas do tipo, amor, existem leis. As pessoas não são obrigadas a gostar e tão pouco aturar o seu barulho. Para uma boa convivência com vizinhos é preciso ter educação, afinal, estamos em uma sociedade civilizada. Além disso, querida, barulho após as 22h pega mal.

  • Deise diz: 22 de fevereiro de 2016

    Pior tipo de gente que existe, não respeita e ainda acha que tá certa e fica mandando os outros mudar.

  • Eu diz: 22 de fevereiro de 2016

    A pessoa sai da favela…

  • Nina diz: 22 de fevereiro de 2016

    Concordo totalmente com o vizinho da funkeira.Esse tipo de comportamento dela só faz aumentar o preconceito contra nós negros!

  • Lingua de trapo diz: 22 de fevereiro de 2016

    A moça saiu da favela, mas a favela nunca vai deixar esse corpo.

  • Luciana Liota diz: 23 de fevereiro de 2016

    Tem coisas que o dinheiro não compra…

  • Rubens diz: 23 de fevereiro de 2016

    É bem simples, a pessoa nasce no barraco, e pobre, batalha para conseguir algo na vida, consegue com ajuda do povo (Fãs) se torna milionario da noite pro dia e depois mantem a Humildade respeitando e cativando ainda mais a multidao. Caso contrario vem o ditado. ” Do pó vieste, ao pó voltaras ” Não se iluda, nao levamos nada desta vida.

  • Luuuh diz: 23 de fevereiro de 2016

    A resposta da vizinha foi com CLASSE. Não desceu ao nível da jovem. Adorei!

  • Reinaldo diz: 23 de fevereiro de 2016

    Só pra informar: Ela mora na parte nobre da Ilha do Governador. Entao, os vizinhos dela são ricos ou já foram ricos. Acho dificil eles pegarem ônibus. E muitos que moram nessa área são aposentados. E os aposentados vivem reclamando de tudo, de musica principalmente. Esse e o contexto. Não que ela esteja certa.Nessa idade as pessoas vão falando sem pensar direito. Mas que esse vizinho aproveitou para aparecer como moralista ,isso foi

  • Taty diz: 24 de fevereiro de 2016

    Acredito que sendo ou não aposentados ou trabalhadores todos temos nosso direito de dormir e acordar em paz.
    Nada justifica o horário de silêncio só um pingo de generosidade está de bom tamanho, não apenas a Ludmila, mas a todos que tem por habito achar que todo dia é dia de festa pode até ser…para alguns!

  • silvana diz: 24 de fevereiro de 2016

    coitado do vizinho ter que morar ao lado de um lixo desses!!!!!!

  • Reinaldo diz: 24 de fevereiro de 2016

    Eu vi a noticia atualizada e confirmou o que eu suspeitava. A Ludmila deu uma resposta improvisada, na pressão do repórter. Não tem como esse fato se confirmar, porque a Ludmila vive viajando pelo Brasil, não tem tempo para ficar na casa fazendo festas. As pessoas ficam com preconceito contra pobre, mas os ricos não dão exemplo, o pessoal é metido a rico mesmo. Eles plantaram esse boato na internet e a imprensa foi na onda.

  • NINGUEM diz: 24 de fevereiro de 2016

    ve se por um dos comentários que impera a falta de educação mesmo,que é algo cultural no Brasil……NÃO INTERESSA SE E´APOSENTADO OU NÃO….casa é lugar que tem que haver paz….a sociedade não tem que aturar falta de respeito…quer fazer festinhas,faça num lugar proprio

  • JENNY L♥VE diz: 24 de fevereiro de 2016

    JÁ QUE TA PAGANDO DE RYCA, COLOCA ISOLAMENTO ACUSTICO NO TEU BARRACO E COLOCA O SOM NO 12 IMUNDICIA!!!!!!!!!!!!

  • arnaldo diz: 24 de fevereiro de 2016

    Só mesmo, nesta terra tupiniquim, que este tipo de gente, que a imprensa chama de cantora ou artista, consegue ser famosa e juntar riqueza.
    Lixo musical, lixo de pessoa.
    A favela, não saiu dela.

  • Reinaldo diz: 25 de fevereiro de 2016

    Em primeiro lugar, essa noticia me chamou atenção porque eu já morei nesse bairro durante três anos. Essa noticia teve um equivoco na reprodução e com veracidade duvidosa. Como já foi dito, a Ludmilla vive viajando e não fica na casa fazendo festas. Isso foi um boato colocado pelos vizinhos na internet. Ela não provocou os vizinhos, foi o repórter que perguntou sobre a questão. Na resposta, em nenhum momento ela disse textualmente que fazia festas, nem que colocava som alto, muito menos que era de madrugada. Ela disse a verdade: tem gente que é metido a rico, vive incomodado com tudo. Na época das radios FM era mais comum um adolescente sem noção colocar som alto em horário normal, e a pessoa achar o fim do mundo. Eu falei de aposentado porque é mais comum aposentado ficar incomodado com musica. Agora, interessante a pessoa falar de falta de educação, e não recriminar os comentários preconceituosos, querendo dizer que a pessoa é menos gente porque nasceu na favela, como se os ricos não fizessem coisas erradas.

  • Lauren diz: 25 de fevereiro de 2016

    Ótima resposta do vizinho e com toda a razão….
    Ninguém merece aguentar o barulho alheio, além de grosseria e falta de educação, que pela postagem dela, ficou claro que ela é mal educada mesmo…..

  • Jessi diz: 26 de fevereiro de 2016

    Só eu acho essa ludmila feia que dói? Menina sem carisma, sem presença de palco. Reformou o corpo todo mas a cara não deu né… Cabeção enorme.

    Aff isso não é cantora e o que sai da boca dessa fulana não é musica gente.

  • nelson g amorim diz: 15 de junho de 2016

    Eu não suporto vc , não te conheço e nem pretendo te conhecer corto volta e tapo meus ouvido quando toca suas musicas nojentas, é como se diz vc calada é uma poetisa

Envie seu Comentário