Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

As frases mais bizarras do BBB 19

23 de fevereiro de 2019 0
Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

Olha elaaaaaaaaa comentando o Big Brother! Ai, deu uma saudadinha da Ana Paula, a barraqueira do BBB 16. Me identifico, risos. No episódio de hoje de “Giovanna Love invade as páginas do DG”, farei uma análise sociológica-comportamental do programa. “Mentchira”! Tô aqui pra falar dos bafões, é claro.
Aliás, quem acompanha a edição atual do reality tá sentindo falta de uma boa lavação de roupa suja, troca de casais, edredom se movimentando, enfim. É D.R. em cima de D.R., muito papo e pouca ação. Papos que já viraram até caso de polícia. O que essa gente tem falado de “caquinha”, é inacrê (inacreditável, pra quem não fala “giovannalovês”). Declarações racistas e preconceituosas têm chamado a atenção do público, tanto que os “sincerões” vão, pouco a pouco, sendo eliminados da casa mais vigiada do Brasil. Isso se não saírem escoltados pela polícia daqui a pouco. Choquei!
Bora conferir algumas “pérolas” do BBB 19:

 

 

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

“Sabe o que eu acho massa se o cara é gay? Ele pode ser, não sou nem um pouco preconceituoso quanto a isso. O que não gosto é aqueles caras gays chatos, que ficam tipo escandaloso, chega no lugar… Se o cara é ou não é, mas se é na dele, total, pouco importa quem ele é. Mas essas pessoas que querem aparecer na frente dos outros, eu não tenho paciência”
(Diego)

 

Dica: quem começa uma frase com “eu não sou preconceituoso, mas…” é o mais preconceituoso de todos. Pronto, falei. Diego, eliminado do programa no dia 12 de fevereiro (ainda bem, aleluia, glorifico de pé quem votou nele) é do tipo que acha os gays bem legais. Longe dele. Pra piorar, demonstrou sua “masculinidade frágil” ao ficar todo magoadinho por ser chamado de “Diega” pela Hana. Vou nem comentar.

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

“Eu também tenho cabelo ruim”

“Eu sou negra, então. Pois minha avó é negra”
(Paula)

 

Ok que todo mundo nesse Brasilzão tem sangue negro (e europeu, indígena, japonês…adoro essa mistura boa que nos originou), mas falando assim, miga, é racismo sim. Ainda mais que Paula sempre fala com um risinho torto, nunca sei se é o jeito dela ou se tá sendo debochada. Affe, mulher, apenas pare.

“A Globo vai ser processada de tanto bullying que eu estou fazendo no programa. Eu sou terrível. Mas não é por maldade, é que é legal, acho engraçado”.

Até que enfim uma declaração coerente da mineira. Tá, mais ou menos. Alguém explica pra ela que bullying não é engraçado? Só é divertido quando todo mundo acha graça, madame.

 

 

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

“Você não sabe como uma mulher branca de olho claro também passa racismo”.
(Isabella)

Nossa, que peninha de você, Barbie. Deve ser muito difícil ser loira, bonita, de cabelo liso e olhos claros. Uma vida muito dura a da Isabella, chorei aqui.
Rízia e Gabi tentaram explicar para a “vítima” que racismo não tem nada a ver com isso que ela falou. Mas a moça insistiu, tentou desconversar, enfim… Na impossibilidade de desenhar pra ver se a fofa entende, elas acharam melhor encerrar o assunto. Eu também teria preguiça, super entendo.

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

“Começou a tocar umas músicas esquisitas. Olhei para os dois, num sincronismo legal. Achei legal, juro por Deus. De repente, comecei a olhar e escutar uns negócios. ‘Não faça igual a eles’. Aí veio Jesus Cristo na minha mente. ‘Se fizer igual a eles, eles ganharão mais força’.”
(Maycon, ao ver Gabriela e Rodrigo dançando ao som de Jorge Aragão)

“Ela (Gabriela) é uma pessoa boa, mas talvez a pessoa ruim é a que está andando junto com ela”. Porque esses dias que a Isa ficou doente, foi muito estranho”

“Se você coloca um adesivo no lado do gato ele fica andando meio assim, vocês já fizeram? E bombinha no rabo do gato, já colocaram?”

Maycon deu tchauzinho pro BBB 19 esta semana, e olha, já foi tarde. O rapaz gabaritou: falou que teria maltratado animais, fez comentários preconceituosos sobre a religião de Rodrigo e Gabriela, deu em cima de duas minas ao mesmo tempo (Elana e Isabella), enfim, nem cabe aqui o tanto de reclamação que colecionei dele. Tá, querem mais? O vendedor de queijos acha que “mulher só tem que sair de casa pra casar”. Ai, vou ali vomitar e já volto.

 

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

“Índio”
(Gustavo respondeu isso na brincadeira de falar os animais que existiam dentro da casa do BBB)

Sabe aquela fase que todo mundo passa, quando fala o que vem na cabeça sem pensar nas consequências? Quando temos uns 12 anos, o que não é o caso do Gustavo, né, gente? Como todo guri bobalhão, ele recebeu uma bela bronca de Vanderson: “Você sabe que isso é crime, né?”
Gustavo não pediu desculpas, só se emburrou e foi pro quarto. Típico de criança magoada.
O público está de olho e não perdoa. Resultado: eliminação para o moço, com quase 80% dos votos. Bem feito, bem feito, bem feito.

 

Victor Pollak, TV Globo

Victor Pollak, TV Globo

POR OUTRO LADO

Gabriela vem se mostrando a campeã de frases maravilhosas nesta edição.

“Me senti encurralada em frases um tanto racistas. Falta de informação, talvez. Mas não vou mais ficar quieta.”

Estou digitando com os pés porque com as mãos estou aplaudindo.

Envie seu Comentário