Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Google"

5 segredos sobre o aplicativo Secret

14 de agosto de 2014 2
Imagem: Thinkstock

Imagem: Thinkstock

O Secret é mais um dos muitos aplicativos polêmicos. Ele é anunciado como uma nova maneira de compartilhar ideias e sentimentos, mas, diferente de outros lugares onde os perfis das pessoas são bem detalhados, quem publica nele fica “anônimo”. Então aí entra uma questão complicada: o anonimato na internet, que é um assunto muito debatido, pois tem muitos prós e contras. A fama e a polêmica do Secret surgiu justamente com seu uso negativo (incluindo a #zuera e a #sacanagem), com usuários compartilhando segredos dos outros (não os próprios como é o objetivo). Porém, poucos desses sabem alguns segredos do próprio aplicativo.

secret

1. O Secret não é tão anônimo assim… 

É possível denunciar o conteúdo das postagens do aplicativo e até revelar a pessoas responsável por compartilhar o “segredo”. Além disso, os perfis do Secret são vinculados com número telefônicos e/ou perfis do Facebook – uma ação judicial pode requisitar os dados de quem emitiu determinada postagem. Também é possível entrar em contato com os desenvolvedores pelo e-mail legal@secret.ly e resolver problemas direto com eles (clique aqui para mais detalhes).

2. O Secret foi criado com um objetivo nobre

A ideia do aplicativo é servir como um espaço para que as pessoas compartilhem seus próprios segredos, de forma anônima. Isso porque muita gente sente dificuldade de expor seus medos, angustias ou dúvidas próprias – e assim seria mais fácil de buscar ajuda. É mais ou menos como o serviço prestado pelo CVV, mas em uma versão adaptada como uma rede social.

3. Não é culpa do Secret, ou de qualquer outra rede social, o conteúdo ofensivo ou destrutivo da internet 

Segundo psicólogos, as pessoas que reclamam constantemente ou atacam as outras fazem isso pela insegurança que sentem ou como um mecanismo de defesa. “A reclamação muitas vezes acaba sendo um tipo de esporte coletivo que pode gerar um sentimento de proximidade com outros através da rejeição mútua de uma pessoa ou situação” (clique aqui para ler mais detalhes). Ou seja, o aplicativo é apenas uma ferramenta para as pessoas divulgarem o que querem. Seu uso depende da intenção de cada um.

4. O Secret é considerado ilegal por juristas brasileiros

Inclusive já há uma ação civil que pede para a Apple e o Google retirarem o aplicativo de suas lojas. Na teoria, todos tem o direito de manifestação, desde que não agridam terceiros. Vale lembrar também que com a “Lei Carolina Dieckman” ficou mais fácil buscar os direitos em crimes sofridos pela internet. E também um advogado sempre pode orientar melhor sobre o que fazer nestes casos.

5. Tem uma página no Facebook que reúne as melhores publicações do Secret

No Vou te contar um Secret (www.facebook.com/voutecontarumsecret) tem humor, sofrimento, lamentação e tudo o que há de mais bizarro no aplicativo. Nada que envolva nomes ou queimação de filme (de forma destrutiva), apenas a #zuera.

secret-app-1-642x336

 

Bookmark and Share

Android ou iOS?

27 de julho de 2014 0

[soundcloud url="https://api.soundcloud.com/tracks/160556871" params="auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true" width="100%" height="450" iframe="true" /]

Meus amigos Luís e Vinícius me convidaram para um papo bem legal no podcast No Fim do Universo sobre um dos grandes “combates” do mundo da tecnologia: Android ou iOS? Conversamos sobre as vantagens e desvantagens de cada um nos celulares e outros dispositivos móveis, além de como cada um deles é ideal para cada perfil de usuário. É só clicar no play acima e ouvir (ou se quiser, você também pode baixar para ouvir mais tarde aqui: http://bit.ly/Android_iOS_).

E tem também uma discussão bem interessante que surgiu no perfil do Kauê (dias depois de eu ter gravado o programa). Vale conferir também:

Leia mais »

Bookmark and Share

Três maneiras de ouvir música de graça (e evitar a pirataria)

26 de maio de 2014 0

Superplayer (www.superplayer.fm)

1

O Superplayer é uma serviço de transmissão online, na qual os usuários encontram estações personalizadas e listas feitas pelos desenvolvedores para vários momentos diferentes. Por exemplo, a lista “Jantar à luz de Velas” tem uma seleção tranquila e romântica para curtir a dois, enquanto a lista “Fritando o Melão” tem batidas frenéticas e alucinadas. Não é possível encontrar uma música específica, apenas as coleções prontas para ouvir de forma aleatória.

Na versão gratuita é possível ouvir todas as listas direto pelo navegador (sem precisar baixar um programa, só fazer um login simples) e até usar o aplicativo móvel (para Android e iOS). O único ponto negativo da versão gratuita é que as listas parecem pouco diversificadas, com a impressão das músicas se repetirem demais. Já na versão paga do aplicativo não há propagandas entre as músicas, os áudios são em alta qualidade e é possível sincronizar as seleções com o iTunes.

Grooveshark (www.grooveshark.com)

2

 

O Grooveshark é um catálogo aberto de artistas, músicas e álbuns para ouvir direto no navegador. Diferente do Superplayer, ele permite encontrar títulos específicos e montar playlists personalizadas. A variedade de opções é bem grande, inclusive os covers e versões diferentes das mesmas músicas. Os usuários ainda podem disponibilizar as próprias músicas (serviço bem interessante para novos cantores e bandas divulgarem seu trabalho) e montar transmissões (rádios online) para outros ouvintes acompanharem.

Está disponível na versão para dispositivos móveis, como também tem uma versão paga - para tirar as propagandas e melhorar a qualidade da transmissão (além de poder baixar o programa para ouvir no computador e sincronizar com outros serviços).

Spotify (www.spotify.com/br)   

3

O Spotify estreia sua versão brasileira e estará disponível para todos em 28 de maio, mas algumas pessoas convidadas já estão usando o serviço de transmissão de música pela internet. Segundo o próprio serviço, hoje seu banco de dados tem mais de 20 milhões de músicas, de diversos artistas e estilos.

A versão gratuita permite ouvir prontas e montar personalizadas playslits temáticas (como no Superplayer), acessar rádios online, seleções de mais ouvidas e álbuns de forma aleatória. Já a versão paga elimina as propagandas (que são bem inconveniente: por exemplo, você está ouvindo uma rádio de rock e, entre as músicas, aparece uma propaganda de pagode) e permite ouvir músicas em sequência personalizada, além de ser possível baixar as músicas para ouvir offline.

Diferente dos dois serviços anteriores, o Spotify tem um sistema bem preciso de recomendação: pelas primeiras músicas que o usuário marcar como favoritas, o sistema oferecerá outros artistas relacionados (bem interessante para quem gosta de garimpar sons). Já a versão para dispositivos móveis tem um bom desempenho mesmo com a qualidade precária de sinal de internet.

99Taxis chega em Santa Catarina

23 de abril de 2014 0
Screenshot_2014-04-23-12-50-59

 

Agora está disponível para uso em Santa Catarina o aplicativo gratuito 99Taxis. As cidades habilitadas para chamar uma corrida pelos smartphones, sem precisar telefonar, são: Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú, Navegantes, Itapema, Penha, Blumenau, Florianópolis e Joinville - segundo os desenvolvedores, em breve novas cidades oferecerão o serviço.

Para quem ainda não conhece, o 99Taxis surgiu em 2012 em São Paulo, para facilitar os pedidos de corridas. Entre os principais benefícios em usar o aplicativo estão a comodidade, a rapidez e a segurança: os taxistas tem a documentação verificada na hora do cadastro, enquanto os usuários também devem fornecer suas informações (ou seja, ambas as partes sabem com quem estão andando). O sistema de pagamento do taxímetro também é facilitado, sendo possível usar dinheiro, crédito, débito e até PayPal.

Depois de baixar o 99Taxis pelo Google Play, Apple Store ou Windows Store, basta preencher algumas informações de cadastro. O próprio aplicativo vai usar o GPS do aparelho e verificar sua localização, para, em seguida, buscar o táxi mais próximo que está cadastrado no serviço. O aplicativo é muito útil em todo o Brasil, principalmente quando se está em uma pouco conhecida. E, em média, leva sete minutos para a chegada do táxi (estatística do próprio aplicativo).

Já o taxista que quiser atender seus clientes pelo aplicativo deve se cadastrar primeiro pelo site www.99taxis.com/taxista. E segundo Eduardo Aguiar, que é taxista em Itajaí e está cadastrado no 99Taxis, seu faturamento já aumentou 20% – sem aumentar os custos para os passageiros.

Baixe agora o aplicativo de horários da Praiana no seu celular

13 de abril de 2014 1

 

praiana 1

Usuários de dispositivos Android agora podem ter os horários da Viação Praiana de forma bem prática esqueça aquele papelzinho que se perde na carteira. O aplicativo gratuito oferece consulta das linhas de Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo, Bombas, Bombinhas, Canto Grande, Tijucas, Camboriú e Meia Praia. Muito útil naqueles momentos em que se está no ponto de ônibus sozinho ou ninguém sabe informar qual é a próxima linha que vai passar.

Para usar, basta pegar o aplicativo no Google Play e acessar a Consulta de Horários. É preciso apertar exatamente sobre as palavras “Onde estou” e “Para onde estou indo” para definir as rotas e depois apertar “Buscar Horários”.

Infelizmente o aplicativo não é oficial da empresa, pois foi desenvolvido por um usuário, o Jorge Luis Ferrari Cé. Segundo ele, a ideia surgiu de uma necessidade que não era atendida pela Viação Praiana.

Há apenas algumas publicidades, que são importantes para o desenvolvedor ter algum retorno e, assim, poder implementar mais funcionalidades. Mas o interessante mesmo seria a Viação Praiana entrar em contato com o responsável pelo aplicativo e fazer uma parceria – assim ambas as partes (e os usuários dos ônibus) saem ganhando.

Untitled-2

Leia também: Transporte coletivo de Itajaí faz parceria com Google para disponibilizar horários na internet

 

Bookmark and Share

Cinco aplicativos que você já deveria ter instalado #1

26 de fevereiro de 2014 0

apps_v14

TrelloAndroid / iOS

Serve para: Organizar suas atividades diárias, integrado com sua agenda virtual e ainda sendo possível um acompanhamento das tarefas (inclusive pode ser usado para gerenciar equipes).

Por que é bom? É intuitivo, sendo possível adaptar a interface e organização para as próprias necessidades, além de compartilhar tarefas com outros usuários.

FlipboardAndroid / iOS / Windows Store / BlackBerry

Serve para: Juntar todas as informações que você acompanha em uma única plataforma (como o Google Reader fazia), com possibilidade de cadastrar muitos sites e até algumas redes sociais. Uma verdadeira revista digital personalizável.

Por que é bom? Tem um visual bacana e poupa tempo na hora de se informar.

MailboxiOS

Serve para: Zerar a caixa de e-mails de quem recebe muitas mensagens por dia e organizar as respostas no tempo que elas precisam ser dadas.

Por que é bom? Além de um visual bem legal para a caixa de e-mail, tem funções de organizar os e-mails por temas, ser avisado de um e-mail mais tarde e ser recompensado por uma imagem bem bonita quando a caixa estiver vazia.

TeamViewer MobileAndroid / iOS / Windows Store

Serve para: Acessar o computador de forma remota através do seu celular ou tablet, podendo inclusive usar o ponteiro mouse e abrir arquivos do computador.

Por que é bom? Pela facilidade de poder acessar seu computador (se estiver ligado) de qualquer lugar. Por exemplo, você pode deixar o computador do trabalho ligado e levar o tablete para uma apresentação. Mas aí você precisa acessar um arquivo que está lá e pode fazer isso pelo aplicativo.

AirDroid Android

Serve para: O inverso do TeamViewer Mobilie, com a possibilidade de acessar seu celular ou tablet, gerenciar e transferir arquivos para ele direto do computador.

Por que é bom? Pela praticidade de não precisar de cabos na hora de copiar ou transferir arquivos para dispositivos móveis, além de ter um controle mais detalhado do que tem arquivado nos aparelhos. Também é possível reproduzir no computador os arquivos direto do celular.

***

Esta é a primeira parte das sugestões de aplicativos reunidas com a turma de Inovação e Tendências Tecnológicas em Mídias Digitais do professor Anderson Hartmann. Se você também tem sugestões para compartilhar use os comentários :)

Bookmark and Share

Flappy Bird: o jogo que você vai gostar de odiar

08 de fevereiro de 2014 1

Flappy-Bird-So-addictive-gmaers-hack-it-620x366

ATUALIZADO: 9/2/2012

Flappy Bird não está mais disponível nas lojas de aplicativos do Google e da Apple.  Mas quem já havia baixado não terá problemas em acessar. O criador do jogo, Dong Nguyen, anunciou sua decisão ontem no Twitter. Ele já havia reclamado anteriormente do assédio da imprensa, e aparentemente a decisão está relacionada ao enorme sucesso do jogo. Outra reclamação de Nguyen era sobre como as pessoas ficaram obcecadas por Flappy Bird. Leia mais detalhes aqui. Mas quem ainda quiser passar raiva se divertir pode pelo computador aqui.

***

Fazer um passarinho voar por entre canos parados é uma tarefa fácil. Só que não em Flappy Bird. O jogo casual é o novo sucesso para celulares com Android e iOS, que, apesar de um objetivo simples, desafia pela dificuldade de conseguir guiar o pequeno personagem pela tela.

Os gráficos são simples, ao estilo 8-bit (inclusive com um cenário bem parecido com o do jogo de um encanador famoso). Para comandar o passarinho basta tocar a tela para nivelar o vôo, pois ele vai para frente e cai sozinho. Já a diversão será o prazer de conseguir passar por mais um cano a cada nova tentativa.

E tem também a raiva, pois o jogo é muito difícil. Tanto que foi criado um jogo de vingança. Se você cansar de tentar passar pelos canos em Flappy Bird, você pode controlar os canos e matar os passarinhos em Squishy Bird.

anigif_enhanced-15434-1391702857-16

[+] Flappy Bird arrecada R$ 119 mil por dia com anúncios, diz criador.
[+] 5 coisas que aprendi jogando Flappy Bird.

Bookmark and Share

Solte a sua imaginação com o LEGO® online

29 de janeiro de 2014 0

As famosas peças de LEGO® ganharam uma versão online muito divertida com o Google. No Build With Chrome (www.buildwithchrome.com/builder) é possível montar casas, edifícios, barcos e tudo o mais que sua imaginação quiser, sem o perigo de machucar os pés depois.

É fácil usar o Build With Chrome com o mouse no computador ou o touch do tablet, pois os comandos são intuitivos, permitindo visualizar de vários ângulos e até personalizar as peças. Mesmo assim, quem precisar de algumas dicas pode querer começar sua jornada no mundo virtual dos blocos coloridos pela Academia de Construção.

google

O recurso mais interessante é poder fazer suas construções em qualquer lugar do mundo. O Build With Chrome está ligado ao Google Earth, o que permite escolher um local real para sua criação virtual, para assim outros usuários poderem ver.

O Google acredita que “a liberdade criativa que os bloquinhos de LEGO® oferecem não deveriam ser limitadas apenas ao plástico”. A plataforma foi criado por um time na Austrália em junho de 2012. Mas só agora foi aberto para todo mundo, como uma forma de divulgação do filme Uma Aventura LEGO®:

Bookmark and Share

Duolingo é o melhor curso de inglês portátil

15 de janeiro de 2014 1

d3Imagem: Divulgação / Duolingo

O título já resume tudo: o Duolingo é um aplicativo para aprender e reforçar idiomas, disponível de graça e sem propagandas para iOs e Android. Por enquanto tem disponível apenas o inglês a partir do português – mas é possível aprender outros idiomas, como francês, espanhol e italiano a partir do inglês.  Diferente dos sites que oferecem cursos com “professores americanos”, ele usa como método de ensino a gameficação ao transformar as questões em desafios e os acertos em recompensas.

d1
Imagem: Divulgação / Duolingo

O objetivo do Duolingo é ensinar a ler, escrever, ouvir e falar, com base em uma árvore de idioma dividida em níveis: básico, médio e avançado. Cada um deles têm vários módulos, como saudações, comidas, animais, entre outros. E cada uma dessas categorias tem um conjunto de questões, onde o usuário deve traduzir palavras escrevendo, selecionando opções e até mesmo falando, pois o aplicativo usa o fone dos aparelhos para captar a voz e testar a pronúncia. Há também alguns atalhos, testes de aptidão para avançar etapas, caso já se tenha um bom conhecimento.

A característica mais interessante é que durante cada lição há corações (como as vidas de jogos de videogame). Se forem perdidos todos os corações, a lição falha e é preciso repetir para reforçar. Caso a lição seja concluída com todos os corações há um bônus de pontos e de “Lingots”, uma espécie de moeda virtual que pode ser trocada por outros bônus e lições extras no site www.duolingo.com ligado ao aplicativo.

d2
Imagem: Divulgação / Duolingo

O Duolingo usa ainda as conexões com amigos dos perfis sociais (Facebook e Google+), para criar uma tabela de pontos. E a ideia de competição incentiva ainda mais a usar o aplicativo e praticar o idioma. Além disso, há bônus para quem realiza grandes “ofensivas”, que são dias seguidos de aprendizado. Se precisar também é possível programar lembretes das aulas. Tudo restrito ao próprio aplicativo, sem aqueles pedidos chatos de jogos sociais que infestam o Facebook.

Todas estas características contribuem para o Duolingo ser um aplicativo fácil e útil de usar. Tanto que ele foi eleito pelos usuários um dos melhores aplicativos de 2013 do iTunes e do Google Play. Também por ser portátil é ótimo para enfrentar filas ou aproveitar alguns minutos do intervalo do almoço, pois cada lição pode ser feita facilmente em 10 ou 15 minutos. E segundo os próprios desenvolvedores, 34 horas de prática no Duolingo equivalem à um semestre em um curso normal. Ou seja, quem começar agora vai conseguir uma boa base para conversar com os visitantes que vierem para a Copa do Mundo.

Bookmark and Share

"BBB 13" foi o assunto mais buscado no Google em 2013 pelos brasileiros

17 de dezembro de 2013 1

O Google é responsável por indexar /organizar a maior parte das informações que circulam na web mundial. E nada mais justo que a sua retrospectiva de 2013 ser uma das mais importantes e interessantes. Prova disso é o fantástico vídeo que está acima, que conta a história da humanidade neste ano em um minutos e trinta segundos.

No Google Zeitgeist (espírito do tempo, em alemão) é apresentado tudo aquilo que o mundo buscou nos últimos 365 dias. Mas também há uma parte específica só para o Brasil. E nela constam desde marcas mais procuradas, até o “Como fazer arroz” ser o mais procurado item da culinária por aqui, passando pelo “Flamengo” como o time de futebol que teve mais pesquisas e “Meu Malvado Favorito 2″ como o filme mais popular na internet brasileira.

Todas as listas podem ser conferidas no Google Trends. Mas a lista geral Top 10 do que os brasileiros mais buscaram em 2013 você já confere aqui:

Bookmark and Share