Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Redes Sociais"

O primeiro debate dos presidenciáveis 2014 resumido em memes

27 de agosto de 2014 0

Política é coisa séria. Mas quando a #zuera da internet entra em ação, nem mesmo o debate entre os candidatos à presidência do Brasil é perdoado. E a prova está nos melhores momentos “memetizados” que o pessoal está compartilhando nas redes sociais. Confira os principais:

"Candidato, o senhor me deve 14 meses de aluguel".

“Candidato, o senhor me deve 14 meses de aluguel”.

#foreveralone (sobre a fala dela durante o debate, por não receber nenhuma pergunta de outro candidato)

#foreveralone (sobre a fala dela durante o debate, por não receber nenhuma pergunta de outro candidato)

Qual dos dois vai montar o Exodia primeiro? Não, pera.

Qual dos dois vai montar o Exodia primeiro? Não, pera.

Vamos resolver os problemas na Alameda dos Anj... Quero dizer, Brasil!

Vamos resolver os problemas na Alameda dos Anj… Quero dizer, Brasil!

FINISH HIM!

You have been chosen to defend the realm of Earth. In a tournament called Mortal Kombat. FINISH HIM!

"Candidato, eu acho que conheço o senhor de algum lugar..."

“Candidato, eu acho que conheço o senhor de algum lugar…”

Tuntz Tuntz Tuntz Tuntz

Tuntz Tuntz Tuntz Tuntz

Caso você viu por aí outro meme legal sobre o debate dos presidenciáveis, compartilhe nos comentários :)

E se quiser um resumo mais fiel do Debate Band com os Candidatados, clique aqui.

Bookmark and Share

A Copa no Brasil sob a ótica dos torcedores nas redes sociais

27 de junho de 2014 0

estatisticas

Mas afinal, o que é a Copa do Mundo para os brasileiros? O verde e amarelo inspira o civismo ou chega às ruas em forma de manifestações contrárias ao maior evento de futebol do mundo?  Saber o que pensam, escrevem e compartilham os torcedores no Brasil sobre a competição é o principal enfoque de um trabalho que une empresas brasileiras de tecnologia, de comunicação e de pesquisa.

Desde o dia 23 de junho, internautas que se manifestam sobre o mundial no Facebook, Google Plus, Twitter e Instagram são acompanhados pelo projeto Folha na Copa. A iniciativa, além do jornal Folha de São Paulo, conta com a Seekr, empresa de monitoramento digital, e a AskNew, especializada em Marketing e pesquisa.  Durante os jogos da Copa, internautas que usarem a #folhanacopa integrarão um banco de dados que deve apresentar o que representou para o Brasil participar e abrigar a competição.

Por meio de uma seleção criteriosa de palavras e expressões, a equipe da AskNew conseguirá identificar informações postadas dentro e fora dos estádios. Além da hashtag, será monitorada a localização dos internautas via ferramentas de GPS (Foursquare e geolocalização) para analisar de onde partem os comentários.

Todo o material estará disponível em uma timeline da página da Folha de São Paulo. “Monitoramento nada mais é do que uma grande pesquisa espontânea sobre o que pensa um grupo de pessoas. E o mundo virtual representa a extensão de pensamento e comportamento social”, comenta Janine Fisher, uma das gestoras da AskNew. As pesquisadoras reforçam que além de sanar a curiosidade sobre a aceitação do evento, as informações servirão para nortear ações ligadas à Copa do Mundo em várias áreas.

Veja todas as estatísticas aqui: http://goo.gl/NM6njw

Bookmark and Share

No que você está pensando?

26 de junho de 2014 0

Whats-on-your-mind-Facebook-5

O Facebook e outras redes sociais podem ser um tanto depressivas, principalmente quando a vida dos amigos conectados parece ser bem melhor. Tanto que a “Depressão Facebook” já é um fenômeno com tendência à doença.

Mas no filme curta-metragem criado por Shaun Higton, chamado What’s on your mind? (a famosa frase “No que você está pensando?” do Facebook), um homem tenta embelezar sua vida depois de começar a comparar suas atualizações com os amigos. O resultado é uma reflexão bem profunda de como nós estamos editando nossas vidas em busca de curtidas.

Dica do meu amigo Juliano Theiss.

Bookmark and Share

Como manter seus filhos seguros na internet?

04 de junho de 2014 0

 seguranca Imagem: pcblindado.com

O caso do suspeito que usou o Facebook para conseguir informações sobre o menino raptado em Ilhota reacendeu a discussão da importância de cuidados no uso de redes sociais. Infelizmente, as crianças sem orientação acabam se expondo a ameaças além do sequestro, como a pedofilia e o ciberbullying. E muitas vezes por falta de experiência, os pais não sabem como educar para a vida digital. Para ser mais fácil de todos entenderem, a internet deve ser considerada uma extensão da nossa sociedade como um todo (mesmo que ela não seja palpável, tudo aquilo que acontece na “vida real” pode repercutir de forma mais ampla na “virtual”). Por exemplo, se os pais já orientam os filhos a não falar com estranhos na vida real, o mesmo vale para a internet. Algumas dicas gerais, apontadas por especialistas em segurança online, são:

  • Atenção dos pais. Os pais e cuidadores devem estar cientes do que as crianças estão fazendo na internet. Quais os caminhos, sites e tipos de interação que têm.
  • Sistema de monitoramento. Existem sistemas de monitoramento online, alguns do próprio sistema operacional do computador utilizado, é só escolher de acordo com a faixa etária da criança.
  • Ambientação. O computador deve ficar sempre em um ambiente coletivo ou de passagem, para facilitar o monitoramento pelos pais.
  • Computadores diferentes. A criança não deve utilizar o mesmo computador do adulto, pois os dados salvos podem gerar confusão, como por exemplo sites de compras, senhas e dados de cartões.

Outro material muito útil é a cartilha do site Família mais segura na internet. Nela estão explicados de forma bem didática os detalhes para a formação de “usuários digitalmente corretos para a construção de um ambiente virtual mais ético, seguro e legal”. Mas como tudo que envolve educação e segurança, o diálogo aberto entre a família e o cuidado com a repercussão das ações ainda são os conselhos mais certos para uma vida digital tranquila.

Bookmark and Share

10 links para comemorar os 10 anos do Facebook

04 de fevereiro de 2014 0

Thefacebook

Em 4 de fevereiro de 2004, quatro colegas da Universidade de Harvard criaram o The Facebook, um site que pretendia comparar garotas e classificá-las como uma brincadeira boba. Após oito anos, depois de muitas intrigas, só um deles foi eleito a pessoa do ano pela revista Time por conectar mais de meio bilhão de pessoas no mundo inteiro. Em dez anos, aproximadamente 1 em cada 7 pessoas do planeta estão conectadas ao Facebook de Mark Zuckerberg. Hoje esta rede social é um dos principais meios de expressão e comunicação entre pessoas e empresas.

E para comemorar este marco, aqui vão 10 links para entender um pouco a trajetória desta plataforma durante seus primeiros 10 anos (é só clicar na frase escolhida abaixo).

Extra:

  • O Facebook tem mania de alterar muitas coisas em pouco tempo, desde funções até o desing. E se ele fizesse isso também com nossas vidas? Veja como seria abaixo:

Bookmark and Share

Camboriú está de volta ao Facebook!

25 de outubro de 2013 0

camboriu

Lembra que Camboriú sumiu do Facebook e um vereador pediu que voltasse? Pois agora, a cidade é novamente selecionável para ser marcada como local de nascimento e atual moradia na rede social. Quem quiser fazer a mudança só precisa editar o seu perfil.

Mas o mais legal está sendo a reação de felicidade dos moradores, que estiverem diretamente envolvidos xingando muito enviando mensagens e pedindo a volta da sua terra para o mundo virtual:

camboriu1

camboriu2

E no dia anterior da volta, o vereador que fez o requerimento confirmou o recebimento do documento pelo Facebook Brasil.

camboriu3

Bookmark and Share

Facebook enfrentou problemas técnicos nesta segunda-feira (21/10)

21 de outubro de 2013 1

mw-630-facebook-cry-630w

[10h]

Usuários do Facebook relatam problemas na rede social por volta das 9h50min desta segunda-feira (21/10). Ao tentar publicar alguma atualização, compartilhar, curtir ou comentar alguma publicação é recebida a mensagem “Ocorreu um erro. Por favor, tente novamente em alguns minutos”.

Segundo o site Down Right Now, que monitora o funcionamento de sites, o Facebook está com “provável interrupção do serviço”. No Twitter é possível encontrar os relatos em comum dos usuários sobre os problemas.

ksv094IcU42

[10h20min] 

A atualização por aplicativos móveis (smartphones e tablets) é possível para alguns usuários. Porém, há pessoas que relatam “falha no carregamento” ao tentar publicar por este meio.

Até o momento, o Facebook Newsroom não se pronunciou sobre os relatos de erros.

bug

[10h35min]

Ao tentar entrar no Facebook, os usuários são avisados que o serviço está “fora do ar para uma manutenção obrigatória”. Não há previsão explícita de quando será normalizado.

BXGhdUeCMAArUWQ

[10h55min]

Como era de se esperar, os problemas no Facebook viraram piada. Serviço ainda não voltou ao normal.

[11h20min]

O sistema do Facebook normalizou para atualização de status. Porém ainda não é possível curtir, comentar ou compartilhar informações.

[11h55min] 

Facebook começa a voltar a normalidade, mas ainda apresenta alguns problemas.

[12h30min]

Usuários não comentam mais problemas com o Facebook e feed de notícias volta a ser atualizado. Opções curtir, compartilhar e comentar voltaram ao normal. Se você ainda enfrenta problemas, tente sair e entrar novamente em sua conta.

Bookmark and Share

Camboriú sumiu do Facebook e vereador pede que a cidade volte

19 de setembro de 2013 0

camboriu

Desde 1964 Balneário Camboriú e Camboriú são duas cidades diferentes, mas parece que o Facebook não foi atualizado sobre isso. Apesar de muita gente de fora achar que é tudo a mesma coisa, na verdade os dois lugares são bem diferentes: o primeiro é reconhecido principalmente por suas praias e a outro pelas suas paisagens rurais.

Só que desde janeiro de 2013 os camboriuenses não têm mais a opção de marcar sua cidade natal em seus perfis. E mais: a cidade também não pode ser marcada como atual residência, além de quem já estava marcado em Camboriú foi automaticamente mudado para Balneário Camboriú.

Na época os moradores encararam a mudança como uma das (muitas) falhas do Facebook. Muitos enviaram mensagens reportando o problema (inclusive eu também, que estava por lá naquela época). Mas até onde se sabe ninguém teve uma resposta. O assunto então ficou só nas piadas e o conformismo da situação.

Até que um vereador de Camboriú, Ângelo César Gervásio, resolveu cutucar o Facebook de forma oficial sobre isso. Ele fez um requerimento em 17/9/2013 para notificar o Facebook e resolver a questão com a inclusão da cidade. Segundo o político, o problema está “causando constrangimento e repúdio do camboriuense”.

Parece uma coisa simples, mas como bem disse Stefani Ceolla em um comentário no próprio Facebook, “Camboriú luta bastante para ter reconhecimento, deixar de ser ‘vila’ (…). Ser excluído do Facebook é bem chato para o pessoal. Questão de autoestima e tudo o mais”. Ou seja, a falta identidade virtual acaba refletindo no reconhecimento das pessoas como cidadãos camboriuenses.

Tomara que o os responsáveis pelo Facebook Brasil percebam que a falta de Camboriú é um problema sim, assim como também outras cidades brasileiras que não aparecem oficialmente na rede social. #AddCamboriuFacebook

requerimento_facebook_camboriu

Bookmark and Share

Ser contratado, ou não, para um novo emprego depende hoje do seu perfil online

16 de setembro de 2013 0

EMPREGO2

Você já deve ter ouvido que “tudo postado na internet fica para sempre na internet”. Quem sabe muito bem disso são as celebridades com seus vídeos vazados, além de ilustres desconhecidos que ganham fama com suas fotos de bebedeira em festas – devidamente publicadas (e marcadas) por um amigo inconveniente no Facebook. Mas este tipo de conteúdo vai além da zoeira nos círculos sociais.

As empresas usam cada vez mais referências de redes sociais para avaliar os candidatos para vagas de emprego. E uma imagem embaraçosa ou outro comportamento online inadequado aos padrões profissionais pode fazer a diferença na hora de conseguir um trabalho.

Na pesquisa publicada recentemente pela empresa Jobvite, especializada em recrutamento para empresas, mais de 40% dos responsáveis pela contratação disseram que reconsideram candidatos depois de conhecerem seu perfil online. Isto acontece quando eles avaliam o conteúdo do Facebook, Twitter, Google+ e outros canais com a presença do candidato.

O estudo também mostra que os empregadores classificam o candidato (muito) negativamente se há sinais de uso de drogas ilegais ou mensagens de natureza sexual em seus perfis. Já mais de 60% das empresas pesquisadas disseram que a evidência de voluntariado ou outros atos de caridade reflete muito bem para o candidato.

Imagens não são as únicas peças avaliadas. Os textos também são importantes, pois quase dois terços das empresas afirmou que palavrões, erros de digitação e gramaticas refletem negativamente na escolha do candidato ao emprego.

Então o que é preciso fazer para as redes sociais não arruinarem as chances do emprego? O infográfico abaixo detalha os tipos de comportamento que influenciam na hora da análise. E atenção com conteúdo postado é o primeiro passo (configurar o Facebook para não ser marcado nas fotos inconvenientes também ajuda muito).

EMPREGO WEB

Bookmark and Share

Prefeito de Balneário Camboriú agora compartilha seu cotidiano no Instagram

05 de setembro de 2013 0

Sem título

Edson Renato Dias, mais conhecido como Piriquito, agora compartilha com o mundo um pouco da sua vida pessoal pelas redes sociais. O prefeito de Balneário Camboriú (SC) está no Instagram, publicando seu cotidiano ao melhor estilo #selfie, com toques de #instafitness, pratos saudáveis de sua dieta #instafood e momentos de diversão na #balada.

A iniciativa é muito interessante (e até diria importante) para figuras públicas, principalmente ao humanizar a imagem de alguém tido como autoridade. Afinal, existe uma pessoa como todas as outras ocupando um cargo e mostrar que ela vive na cidade que administra é muito positivo.

Mas vale lembrar que Piriquito já teve problemas com as redes sociais. Em 2011 ele esteve envolvido em uma polêmica por conta de comentários pejorativos no Facebook (onde tinha mais de cinco mil amigos/seguidores). Xingamentos e palavras de baixo calão, dirigidas a um morador da cidade, foram feitos em seu nome, causando burburinho dentro e fora da internet. Piriquito negou todo o fato e alegou que sua conta foi invadida.

Ou seja, o cuidado com o conteúdo postado e compartilhado nestes casos deve ser muito maior. Vale aquele conselho do tio do Homem-Aranha para gerenciar as redes sociais de figuras públicas: “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.

Bookmark and Share