Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "Celular"

10 dicas para tirar boas fotos com o celular

04 de agosto de 2014 1

Celulares com câmera já deixaram de ser um artigo de luxo e hoje estão nas mãos da maioria das pessoas, tornando o ato de fotografar cada vez mais rápido e prático; basta pegar o celular e registrar qualquer momento ao seu redor. Será que a rapidez para capturar o acontecimento pode atrapalhar na qualidade da foto? Com algum conhecimento sobre as funções da câmera do celular e noções de fotografia, o resultado pode ser quase profissional. O fotógrafo Kako Waldrich dá 10 dicas para quem quer tirar boas fotos utilizando apenas a câmera do seu telefone celular.

1) Tire muitas fotos
Como o celular está sempre com você, não deixe de capturar esses momentos espontâneos. Tire muitas fotos para aumentar as chances de captar o momento certo.

2) Chegue perto
Muitos celulares com câmera não têm lentes de aumento, por isso, certifique-se de que você chegou perto do tema para capturá-lo. Preencha o visor do celular com o tema para criar fotos com impacto maior. Com a foto centralizada no tema, é possível revelar até mesmo os pequenos detalhes, como um nariz enrugado ou o desenho da sobrancelha. Não chegue perto demais do tema, pois suas fotos podem não ficar nítidas ou podem ficar desfocadas. Regra geral: fique um ou dois passos de distância do tema.

3) Fotografe no nível dos olhos
O contato direto com os olhos pode ser tão encantador em uma foto como na vida real. Quando você for tirar uma foto de uma pessoa, segure a câmera no nível dos olhos para liberar a força dos olhares atraentes e enfatizar os sorrisos. Para fotografar crianças e animais de estimação, deixe a câmera no nível dos olhos deles. O tema não precisa olhar para a câmera, o ângulo do nível dos olhos criará um toque pessoal e convidativo que te colocará na foto.

4) Preste atenção na luz
A menos que a câmera do seu celular tenha um flash embutido, luz baixa é sinônimo de foto ruim. Tente tirar fotos sob luz intensa; sem luz adequada, as fotos ficam muito escuras e granuladas. Sob a luz do sol, encontre uma posição em que o sol ilumine o tema, já em ambientes fechados, acenda luzes para iluminar o tema.

5) Fique em um ambiente com fundo simples
Um fundo simples mostra com clareza o tema da foto. Quando estiver pronto para tirar a foto, estude o ambiente em que está o seu tema. Certifique-se de que não há uma árvore saindo de trás da cabeça da pessoa e nem um carro pendurado na orelha.

6) Tente ângulos diferentes
Capturar em ângulos diferentes adicionará detalhes variados e interessantes em suas fotos. Tire várias fotos, deixe as que você gosta e apague as outras.

7) Defina a resolução como alta
Muitos celulares com câmera têm a opção de resolução baixa, média e alta (qualidade da foto). Configurar a câmera do celular em níveis altos de resolução proporciona a melhor qualidade de foto, essa diferença pode não ser notada no visor do celular, mas será percebida no computador.

8) Mantenha o tema parado
Não balance as mãos para não desfocar a foto, e depois de tirá-la, mantenha suas mãos paradas por um ou dois segundos, pois a foto ainda estará sendo processada. Quando você ouvir um clique, não significa que a foto já foi capturada, isso indica que você pressionou o obturador.

9) Seja educado e correto
Uma dica de etiqueta com relação ao celular é ser cuidadoso com a câmera. Algumas orientações interessantes:
- Peça permissão antes de tirar qualquer foto de uma pessoa.
- Não use a câmera do celular em ambientes como academias ou teatros.
- Lugares como aviões, tribunais e bases militares não permitem câmeras ou celulares.
- Obedeça as regras específicas de cada lugar ou estabelecimento.

10) Saiba utilizar aplicativos que não deformem a sua fotografia
As aberrações começam quando não sabemos usar eles próprios. Peça dicas, ou consulte um fotógrafo profissional.

Bookmark and Share

Baixe agora o aplicativo de horários da Praiana no seu celular

13 de abril de 2014 1

 

praiana 1

Usuários de dispositivos Android agora podem ter os horários da Viação Praiana de forma bem prática esqueça aquele papelzinho que se perde na carteira. O aplicativo gratuito oferece consulta das linhas de Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Porto Belo, Bombas, Bombinhas, Canto Grande, Tijucas, Camboriú e Meia Praia. Muito útil naqueles momentos em que se está no ponto de ônibus sozinho ou ninguém sabe informar qual é a próxima linha que vai passar.

Para usar, basta pegar o aplicativo no Google Play e acessar a Consulta de Horários. É preciso apertar exatamente sobre as palavras “Onde estou” e “Para onde estou indo” para definir as rotas e depois apertar “Buscar Horários”.

Infelizmente o aplicativo não é oficial da empresa, pois foi desenvolvido por um usuário, o Jorge Luis Ferrari Cé. Segundo ele, a ideia surgiu de uma necessidade que não era atendida pela Viação Praiana.

Há apenas algumas publicidades, que são importantes para o desenvolvedor ter algum retorno e, assim, poder implementar mais funcionalidades. Mas o interessante mesmo seria a Viação Praiana entrar em contato com o responsável pelo aplicativo e fazer uma parceria – assim ambas as partes (e os usuários dos ônibus) saem ganhando.

Untitled-2

Leia também: Transporte coletivo de Itajaí faz parceria com Google para disponibilizar horários na internet

 

Bookmark and Share

Cinco maneiras de ser uma pessoa melhor na era digital

21 de novembro de 2013 0

Nosso admirável mundo novo digital é um lugar complicado: a gente precisa dividir nossa atenção entre quem esta na nossa frente e dispositivos eletrônicos inanimados, que ficam apitando com atualizações constantemente.  E para não sermos indelicados ou antissociais (apesar de estarmos ironicamente vidrados nas mídias sociais), alguns conselhos podem ajudar:

1 . Largue este maldito celular!

Hoje os celulares são extensões de nossos corpos – um terceiro braço, um terceiro olho ou mesmo um novo cérebro. Estamos sempre verificando atualizações ao menor sinal (ou até mesmo quando não há e imaginamos ouvir algo vindo dele). Mas num mundo hiperconectado, é fácil desconectar do que importa. E ao ficarmos muito vidrados na telinha deixamos de acompanhar o que acontece ao vivo. É até inconveniente muitas vezes usar o aparelho em momentos inapropriados.

2 . Esteja de corpo e mente nos lugares

Falando em momentos inconvenientes: evite os contatos online quando você estiver pessoalmente com quem você gosta, seja em um encontro romântico ou em uma roda de amigos, almoços, cinema… É até rude prestar mais atenção em um aparelho do que em uma pessoa,  pois parecerá que aquilo que estiver acontecendo não é tão importante – talvez não seja, mas seja legal, poxa! Uma dica : mantenha o seu telefone no bolso ou na sua bolsa e, se você realmente precisar, olhe furtivamente as atualizações quando a pessoa ir ao banheiro ou você mesmo ter que dar uma saída estratégica.

3. Interrompa o ciclo do ódio

Isso já aconteceu com todo mundo: você leu alguma coisa na internet e sentiu muita raiva. E graças aquele espaço “comentar”, você tem a oportunidade de descontar todas as suas frustrações acumuladas debulhando o teclado. E isso te consome, te preocupa, tira sua atenção de coisas mais importantes (e úteis)… Muitas vezes a gente só precisa colocar para fora mesmo. Mas que tal, ao invés de apertar o “enter” quando acabar de digitar, selecionar tudo e apertar o “delete”? Além de ter a sensação de alívio, você vai acabar com um ciclo de réplicas e tréplicas de ódio.

4 . Menos fones, mais som ambiente

Ouvir uma música para descontrair é legal. Mas ficar o tempo todo, a exemplo dos itens um e dois, com o ouvido fechado com um fone deve ser prejudicial à saúde (algum médico lendo para ajudar a tirar a dúvida nos comentários?).  Sem contar que pode ser perigoso quando andar na rua, tornando um alvo desatento e fácil para assaltos, além do perigo de não ouvir um veículo na rua. Agora, se você gosta de ouvir música em ônibus lotados e não consegue largar o hábito, por favor use fone de ouvido.

5. Um obrigado não custa nada

Está usando a internet grátis de algum estabelecimento comercial? Consuma alguma coisa como forma de retribuição ou elogie (pessoalmente) quem disponibilizar o sinal. Gestos simples, que vão incentivar a pessoa a manter e melhorar o serviço disponível para você continuar usando.

Conhece mais alguma dica legal? Compartilhe nos comentários, sem ódio ;)

 ***

Há também um estudo que saiu esta semana sobre os hábitos de etiqueta digital com smartphones. Os dados são bem interessantes para ver como mudamos com a tecnologia. Clique na imagem abaixo para ler completo (em inglês).

digital

Bookmark and Share

Novas lojas foram adicionadas no provador virtual da FIP

04 de junho de 2013 0

Lembra do provador de roupas virtual da Feira da Moda FIP? Novas lojas foram adicionadas na lista de participantes, para quem quiser fazer provas nos manequins online. Com a atualização, o aplicativo amplia o mix de produtos, atendendo agora a linha underwear, a infantil, a masculina e a feminina.

No aplicativo os modelos podem ser aumentados ou diminuídos, e cada peça tem valor, loja e data de inserção. Para fazer download basta ir até a loja de aplicativos no celular ou tablet, e procurar por Feira da Moda FIP. Ele está disponível no sistema iOS ou Android. Infelizmente é possível apenas usar biotipos padrões, diferente do provador virtual na versão web.

A iniciativa é bem interessante por dois motivos. A primeira é a comodidade para os clientes, que podem se ver na roupa desejada, sem precisar ter o trabalho de tirar a roupa ou sair de casa. Enquanto que para as lojas é uma forma inovadora de alcançar o público, aproveitando também o potencial de divulgação pelo compartilhamento em redes sociais – é possível enviar por e-mail ou em seus perfis, inserindo inclusive balões de fala ou pensamentos, como nas histórias em quadrinho.

Bookmark and Share

Gradiente explica a diferente entre o iphone e o iPhone

26 de dezembro de 2012 0

A notícia um tanto curiosa de que a Gradiente lançou uma linha de produtos com o nome iphone mexeu com o mundo tecnológico nesse fim de ano. A reação dos usuários nas redes sociais foi de humor e ódio, entre afirmações de que “agora qualquer um vai poder ter um iphone” ou “vergonha de ser brasileiro pela cópia da marca”.

Acontece que a Gradiente tem tudo registrado certinho no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) desde 2008, quando houve o parecer favorável. Ou seja, apple maníacos choram a empresa brasileira de eletrônicos pode comercializar sem problemas (mas o pessoal da maçã mordida provavelmente vai acionar sua equipe iDvogados, como fez com a Samsung).

E para ajudar os consumidores a entender melhor a diferença entre o iphone o o iPhone, a Gradiente lançou um vídeo explicando as principais características de ambos. O destaque são os sistemas operacionais, onde justamente o Android, que é o concorrente direto da Apple, foi escolhido.

Um detalhe que não está no vídeo, mas que é a maior diferença no meu ver, são os preços. Enquanto um iPhone 5 da Apple é vendido pela média de R$ 2.400,00, o preço base de um iphone da Gradiente é de R$ 600,00.

Veja também:
> Configuração completa do iphone da Gradiente
> Configuração completa do iPhone da Apple

Bookmark and Share

Celulares sem homologação serão bloqueados a partir de 2013

12 de novembro de 2012 0

Atenção usuário de celular de procedência duvidosa: aparelhos sem homologação da Anatel serão barrados a partir de 2013. A justificativa principal é de que modelos não certificados têm baixa qualidade e provocam problemas na rede, o que aumenta quedas de chamadas (uma desculpa um tanto esfarrapada). As operadoras Telefônica/Vivo, TIM, Claro e Oi aplicarão a medida por meio de novos chips ativados.

A ação vai combater principalmente os produtos ching lings piratas, que são uma concorrência tão grande para as operadoras (na venda de aparelhos) quanto a entre elas. Outro ponto a ser considerado é que as réplicas (modelos não oficiais e homologados) também podem ter a mesma aparência, mas não o mesmo sistema operacional. Como quase todos os dispositivos servem para acessar a internet, os usuários que confiam senhas e dados de serviços em softwares piratas correm um grande risco (bem maior do que já existe nos aparelhos originais).

O bloqueio também será uma dor de cabeça para quem comprar novidades fora do Brasil (mesmo as originais), já que há um intervalo entre o lançamento dos aparelhos e a homologação da Anatel. Já acontecem problemas por incompatibilidade de rede, que são resolvidos por desbloqueio (ou jailbreak em iOS) e acabando assim com garantias oficiais. Provavelmente os muambeiros vão desenvolver uma alternativa para dar a volta no bloqueio, mas ainda será uma gambiarra improviso (é a mesma coisa que usar peças genéricas no motor do carro, no lugar das originais da marca).

A restrição foi pensada para beneficiar as operadoras com os lucros afetados por produtos ilegais. Mas a medida será útil também para tirar de circulação aparelhos de qualidade inferior, que podem prejudicar usuários sem o conhecimento técnico necessário (outra vantagem interessante para os usuários será o bloqueio total do aparelho, caso ele seja roubado).

Bom seria se a ação garantisse também o funcionamento pleno dos aparelhos homologados (e linhas) vendidos pelas operadoras.

Bookmark and Share

Oktoberfest em versão portátil

28 de setembro de 2012 0

Donos de aparelhos (smartphones e tablets) com o sistema Android vão poder aproveitar melhor Oktoberfest Blumenau 2012, pois já está disponível para download gratuito no Google Play o novo aplicativo da festa alemã no Brasil.

A ideia é bem legal: servir como um guia portátil, onde é possível montar um roteiro com toda a programação. Além disso, o usuário também pode compartilhar com os amigos, direto pelo Twitter, o que estiver fazendo.

O aplicativo é desenvolvido em uma parceria do grupo Android Brasil – Projetos com a organização da Oktoberfest Blumenau 2012.

Confira as principais características da versão para Android:

Agenda: Nela é possível acompanhar os shows que estão programados para acontecer em cada dia da festa, em cada um dos setores e no Biergarten. Na agenda é possível ainda sinalizar um show como favorito, e este show passa a aparecer também em outra área da aplicação, a Minha Agenda;

Minha Agenda: Esta característica da aplicação tem por objetivo dar continuidade na ideia de que a Oktoberfest é para todo mundo, e que cada um pode fazer a festa da sua maneira. Nesta parte da aplicação, cada dia exibe os shows marcados como favoritos e mostra o lugar em que cada show ou desfile vai acontecer;

Horários: Nessa parte é possível ver a hora de inicio e de término da festa em cada dia, além de ter uma ligação com a programação na Agenda. Há ainda uma aba com os horários programados para os desfiles e estes também podem ser marcados como favoritos e aparecerem na Minha Agenda;

Mapa: No mapa existem duas abas, uma com um mapa da Vila Germânica e que auxilia o turista a encontrar os principais pontos da festa, uma vez que ele já esteja no local. A outra aba é justamente para ajudar o turista a chegar à Vila Germânica. O turista pode informar um endereço ou permitir que a aplicação obtenha sua posição no GPS, e então traçar uma rota até o local;

Comidas e Bebidas: Esta parte da aplicação exibe, principalmente, os valores das comidas e das bebidas da festa. Também foram adicionados os valores dos ingressos em cada em cada dia;

Oktoberfest no Twitter: Nesta área da aplicação é onde os turistas poderão acompanhar quando alguém estiver falando da festa no Twitter. Para que o post no Twitter apareça na lista, basta citar o perfil oficial da festa @oktoberbnu ou a hashtag #Oktoberfestblumenau.

Widgets temáticos com contador: Widgets são mini-aplicações que podem ser adicionadas a Home dos aparelhos celulares que usam AndroidTM. A aplicação traz dois tamanhos de Widgets, um ocupando duas linhas e quatro colunas (2×4) e outro ocupando uma linha e duas colunas (1×2).

Já quem tem produtos da Apple pode baixar a atualização do aplicativo (necessita iOS 5.0 ou superior de iPhones/iPods touch) de forma gratuita pela App Store. Também bem completo, o destaque é a contagem regressiva para o início da festa e a parte histórica. Confira uma análise no vídeo a seguir.

Bookmark and Share