Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Após 10 anos de weblog, onde está o seu blog?

18 de dezembro de 2007 6


Ontem chegamos aos 10 anos do surgimento da palavra weblog, que depois deu origem ao blog, por uma “economia” linguística. Foi em 1997 que John Barger usou o termo pela primeira vez para designar os sites que hoje conhecemos pelo formato de posts em ordem cronológica decrescente, com fotos, arquivos de áudio, vídeo e vários outros recursos que chegaram ao longo do caminho.

Desde 1998, quando a estimativa da BBC era de que havia 23 sites na blogosfera, a bolha inchou para 70 milhões, segundo o Technorati. Então aí vai uma perguntinha pra você: qual é o endereço do seu blog? (É só responder lá nos comentários.)

Caso você ainda não tenha um, seguem algumas dicas catadas dos meus favoritos.

• Um dos primeiros passos é escolher uma página para receber o seu blog. Em maio de 2006 a Online Journalism Review publicou uma tabela (Yes!) comparando seis ferramentas de weblogs para você saber bem onde está se metendo. É uma boa dar uma olhada antes.

Pra dar uma diversificada, passeie pelos links indicados em blogs que você costuma ler – você costumar ler blogs, né? – quem sabe lá aparece um novo provedor, até mais interessante que a tal lista.

• Escolhido o servidor e o template, você pode agora deixar o blog com a sua cara. Como? Isso vai exigir algum conhecimento de HTML, dependendo do blog. Se você tiver um editor de HTML, melhor, se não, um pouco de engenharia reversa pode ajudar. E no caso do HTML, a comparação é a melhor técnica, dentro do método suíno dedutivo, claro. Se você não faz a menor idéia do que se está falando, dê uma conferida num manual online, deve dar pro início.

Agora, diga alguma coisa! Essa é a moral do blog, certo? O bom é que pode ser qualquer coisa que você quiser, que será acessada por qualquer pessoa conectada. Não sabe o que dizer, ou como? Então seguem alguns links de “manuais” de jornalismo colaborativo.

Ferramentas para jornalismo cidadão (inglês)

Boca Grande, Manual de jornalismo cidadão (inglês)

Conquiste a rede (português)

Claro que as dicas de hoje são as mais básicas o possível. Mas iremos avançando um pouco nos conteúdos. No próximo post desta série, que nasce agora, no oitavo parágrafo do texto, faremos uma comparação entre recursos de ferramentas gratuitas e pagas. Será que quem vai no blog grátis perde alguma coisa para as empresas em termos de interação e conhecimento da audiência?

E não se esqueça, divulgue seu blog aí nos comentários abaixo!!!

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Comentários (6)

  • Gerson de Oliveira diz: 18 de dezembro de 2007

    Não vou dizer… na real não quero passar a falsa impressão de que acesso e opino no teu blog para fazer um jabá do meu blog. ehehhehe
    Tô de camarote aqui tchê. Qdo eu puder colaborar com algo em teus posts certamente o farei. Grande abraço.

  • Daniel Hypeman diz: 28 de dezembro de 2007

    Já que você perguntou….

    http://www.srhype.com

  • Guilherme Neves diz: 18 de dezembro de 2007

    Obrigado, Gerson. Espero que tenha sido útil. A propósito, onde está o seu blog?

  • Gerson de Oliveira diz: 18 de dezembro de 2007

    Show! Parabéns pelo Post gurizada.

  • Andréa da Luz diz: 10 de março de 2009

    Criei o blog em 2007, no Blogger, e agora estou migrando para domínio próprio. Cresceu tanto que em breve vai virar site especializado em cosméticos.

  • anselmo diz: 17 de junho de 2008

    Parabéns pelo blog, muito bom !! Sou novo nesse universo dos blogs mas já estou viciado nele. Aprendo muito visitando blogs com os mais variados temas e propostas. Fico impressionado com a qualidade que muitos apresentam. São muito enriquecedores em termos de aprendizado e uma excelente forma de estar sempre bem informado com uma gama maior e diversificada de conteúdos.


    Legal, Anselmo. Divulga teu blog aí! – Guilherme Neves

Envie seu Comentário