Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Super Bomberman e eu, há 15 anos ali-ali

26 de janeiro de 2008 0


“No nonagésimo terceiro ano, do vigésimo século, nascia Super Bomberman, filho de Mega [Bomberman], descendente de Bomberman, da tribo Hudson Soft.”

Bah! Desculpem se exagerei no começo “à narrativa bíblica”, mas uma série de estratégia divertida como Bomberman merece (se concorda, diga amém!).

Eu e a série temos a mesma idade, desde a primeira versão (Bomberman, de 1983), claro, e parece que a partir do nosso nascimento, nossa vida tem sido desafiar um ao outro. Claro que eu não jogava Bomberman com um ano de idade, acho que nem conseguiria, mas até hoje gasto um tempinho por dia posicionando minhas bombas naquele desafiador tabuleiro.

Nossa relação é mais ou menos como a do pinheiro que tinha num parque perto da minha casa. Volta e meia eu ia me medir com o pinheiro. Como não sou especialista em botânica e tenho uma memória meio ruim, não sei exatamente em que momento aconteceu, mas de um momento em diante eu simplesmente não conseguia crescer tanto quanto o pinheiro (dã).

O Bomberman está para mim como esta árvore. No início, no meu tempo de guri, eu fazia fila na porta da locadora pra jogar a última versão e tentar virá-la a todo o custo (custo que minha mãe bancava), e conseguia. Estávamos ali-ali, sempre, ele mais desafiador, eu ganhando todas.

Mas, teve uma hora em que não adiantou mais, empaquei. E agora é como se eu fosse um guri perto do pinheiro. Não ganho nem a pau, ou pinha.

:o)

Então, leitor, tudo isso foi pra dizer que eu raramente passo da oitava fase de Super Bomberman, que jogo ali, entre janta e o banho pra ir dormir. Isto que essa versão é mais nova, tem 15 anos; e eu, 25. Mas não consigo largar, é a minha dose de frustração diária.
 
Pra você que também curte largar as bombinhas, segue o link para jogar em flash.

>> Mais sobre games? Confira o Canal dos Games
>> Não perca também a série games memória

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Envie seu Comentário