Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Microsoft dá três semanas para o Yahoo! decidir-se

05 de abril de 2008 0

Steve Ballmer está perdendo a paciência/Reprodução
Já encheu o saco! Passados mais de dois meses de espera, a Microsoft, que ofereceu US$ 44,6 bilhões pelo Yahoo! em 31 de janeiro, enviou hoje uma carta ao Conselho de Administração da empresa com a advertência de que se não alcançar um acordo antes de três semanas dará prosseguimento à compra. Como assim?

%22Caso não alcancemos um acordo antes de três semanas nos veremos obrigados a nos dirigir diretamente aos acionistas da Yahoo!%22, diz a carta assinada pelo executivo-chefe da Microsoft, Steven Ballmer.

Segundo a Agência EFE, a Microsoft ameaça que, uma vez comprado um percentual suficiente de ações, iniciará o processo para colocar seus próprios representantes no Conselho do Yahoo!. Assim: ou dá ou desce!

A Microsoft já declarou o porquê de ter grelado os olhos pro lado do Yahoo! – publicidade online. Acontece que a MS ainda não emplacou serviços que tenham real competência na área. Por mais que tenha produtos à web 2.0, nada como um portal consolidado e com as pernas bambas, financeiramente, pra dar sustentabilidade.

Resta agora saber qual é a reação do lado de lá. Desde o anúncio da oferta, Yahoo! tem se debatido pra tentar uma contra proposta – não queriam se vender por tão pouco – mas ninguém foi lhes defender. E então, o que vai ser?

Está bem claro que não há muito mais o que fazer. A agressividade é uma marca da Microsoft – liderança num mercado tão competitivo não se conquista com passividade.

As próximas três semanas serão bem interessantes!!!

>>>> Leia: Eles não querem a Microsoft no Flickr

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Envie seu Comentário