Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Microsoft reúne suas armas pelo Yahoo!

30 de abril de 2008 0


Pipocam pela internet especulações sobre o próximo passo da Microsoft na batalha pelo Yahoo!. Segundo o IDG Now, diz-se até que já haveria uma lista de executivos que a companhia pretende colocar no lugar do atual conselho para garantir a aquisição.

>> Confira os capítulos anteriores da novela

CNBC

Segundo a rede CNBC, especializada na cobertura do mercado financeiro, investidores afirmam que a companhia estaria articulando um movimento chamado “proxy fight”. A estratégia envolve convencer os acionistas a usarem seus votos para substituir o corpo de gestão da empresa por executivos favoráveis à aquisição.

Techcrunch
Apresentando uma lista atualizada com os nomes dos executivos selecionados pela Microsoft para substituir o atual quadro de gestão do Yahoo, o blog Techcrunch reforça a hipótese. Na lista estão:

- John Chapple (ex- CEO da Nextel Communications)
- Edward H. Meyer (ex- CEO do Grey Global Group)
- Jaynie Studenmund (ex- CEO da eHarmony)
- Kenneth Goldman (mebro do conselho da Infinera Corporation; ex-CFO da Siebel Systems)
- Richard Kashnow (director da Ariba; ex-CEO da Raychem)
- James Mooney (diretor da Virgin Media e da Sirius Satellite Radio)
- Ross Levinsohn (ex-presidente da Fox Interactive Media; sócio no Velocity Interactive Group)
- Vanessa Whittman (ex-CFO da Adelphia Communications)

A Bloomberg, trazendo opiniões de investidores, que afirmam que o atual CEO do Yahoo, Jerry Yang, perderá a batalha se não tiver uma boa alternativa na manga para aumentar o valor das ações da empresa.

Yahoo já procurou alternativas com Google, AOL, Disney e News Corp.

No último sábado, dia 26, se esgotou o prazo de três semanas que a Microsoft deu ao Yahoo para a conclusão do negócio. Desde então, a Microsoft não se pronunciou sobre os seus próximos passos. Apesar de Ballmer ter dito que poderia descartar, sabe-se que a Microsoft depende da compra para combater a predominância do Google na internet.

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Envie seu Comentário