Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Paulo Coelho prevê que livro durará mais mil anos

14 de outubro de 2008 1

Atenção: Não é o Paulo Coelho na foto!!/reprodução

O mago-alquimista-escritor-compositor e agora autopirata de seus próprios livros Paulo Coelho lançou uma premonição: apesar da proliferação de obras digitalizadas disponíveis na internet, o livro impresso ainda vai durar pelo menos mais mil anos. Em discurso durante a entrevista coletiva de abertura da Feira do Livro de Frankfurt, Paulo Coelho elogiou as possibilidades que a internet abre à literatura e pediu que as editoras não vejam os novos meios como uma ameaça.

O escritor de hoje clássicos como O Diário de Um Mago e O Alquimista comparou a revolução digital com a invenção da imprensa por Gutenberg.

– No século XVI, os monges que copiavam seus pergaminhos provavelmente tiveram a mesma atitude ante os livros impressos – disse.

Paulo Coelho falou sobre a radicalização do processo de democratização de idéias. Mas, de olho no bolso, destacou também que a internet é um caminho para aumentar o número das pessoas que, cedo ou tarde, acabam recorrendo ao livro impresso.

Tem que ter cuidado mesmo, mago! Lembremos da música “Eu também vou reclamar“, feita em parceria com Raul Seixas:

Olhos os livros
Na minha estante
Que nada dizem
De importante
Servem só prá quem
Não sabe ler

Como ficariam os versos acima, se os livros impressos acabassem de vez?

Olho os e-books na pastinha / servem só pra encher meu HD

Postado por André Crespani

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • Luzinha Franzoi diz: 15 de outubro de 2008

    kkkkkkkk
    genial a imagem!

Envie seu Comentário