Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Diário de uma (des)migração # 1 - trabalhando

17 de janeiro de 2009 4

Reprodução, Guilherme Neves

Há quatro dias tenho o Windows 7 no meu computador, e ontem foi o dia de deixá-lo nos conformes com os programas que necessito para trabalhar, como editores de texto, de imagem e o Firefox, é claro. Ao contrário da instalação inicial do Windows propriamente dito com, problemas na placa de rede, os outros programas não apresentaram qualquer dificuldade para rodar no Seven.

Em primeiro lugar, todas as instalações foram rápidas, se comparadas ao Windows XP. Como utilizo softwares open source (OpenOffice, GIMP e Firefox), tive que baixá-los e instalá-los, enquanto que eles já fazem parte do pacote de programas do outro boot da minha máquina, Ubuntu – ponto para o Linux.

Os livres e os proprietários

Segue normal, sem diferença do que uso no XP ou no Linux. Mesma velocidade para abrir os arquivos, por exemplo. Não cheguei a testar o OpenOffice com uma planilha daquelas carregadas ainda, mas a impressão que tenho é de que não vai fazer muita diferença.

Cheguei a abrir várias janelas ao mesmo tempo, só pra ver como ele se comportava. Em primeiro lugar, não travou. Eba!!! Em segundo, o uso do CPU variou pouco, com picos na abertura dos programas, e um uso escalonado da memória – por escalonado quero dizer que foi subindo aos poucos, à medida em que os programas eram abertos.

Com três aplicativos ao mesmo tempo, por exemplo, o uso de memória RAM sempre ficou abaixo do 1GB solicitado pelo usuário, mas num dos momentos em que abri 10 janelas, chegou a 1.3 GB – teria travado se eu não tivesse 2GB?

Algumas coisas realmente irritantes

A primeira coisa irritante que percebi foi o idioma do teclado. Como uso Linux há um bom tempo e não tenho que ficar selecionando vez após vez o PT (não o partido, o idioma) na barra de ferramentas, estava desabituado. Isso é chato.

Outra coisa xarope são os popups de segurança pedindo para confirmar algumas operações que realizo. Me lembra o comercial da Apple (confira abaixo).

E mais, o Atl+Tab incrementado (teclas Windows+Tab), continua horrível. O Ubuntu tem um visual muito mais bonito para este recurso (abaixo, no Ubuntu).

 

 


Outras coisas muito legais

Apesar da minha queixa contra o Windows+Tab, o visual está muito bom. O recurso de preiview na barra de tarefas é excelente, permitindo dar uma bizoiada nos arquivos sem ter que clicar neles. Além disso, colocar o ponteiro do mouse sobre o preview deixa todas as outras janelas transparentes e apenas a “selecionada” ativa.

Outra! Boot em 20 segundos. Para mim, que dava uma voltinha depois de ligar o note com XP, é legal. Li alguns comentários no mural de avaliação do sistema se queixando do boot. Tá certo, ainda não é o instantâneo, mas já é alguma coisa (claro que o hardware interfere, eu sei).

Bueno, essas são algumas das m

Postado por Guilherme Neves

Comentários

comentários

Comentários (4)

  • Tux diz: 14 de fevereiro de 2009

    Você, Lucio, que é um tosco por achar que windows é bom.

  • Lucio diz: 17 de janeiro de 2009

    Porque alguem que esta analisando uma nova versão do Windows fica comparando com “ubuntu” e a todo momento falando de linux e bla bla bla, voce é um daqueles xiitas usuarios do linux que escreve Microsoft trocando o S pelo $.
    Voces são muito chatos!!!!

  • Valerio Ferreira diz: 18 de janeiro de 2009

    Oi, para resolver o problema com o teclado, faça o seguinte:

    - Abra o Control Panel;
    - Selecione “Change keyboards or…. (No agrupamento Clock, Language, and Region);
    - Clique em Change Keyboards;
    - Na parte superior selecione o idioma com o teclado desejado.
    - Na parte inferior, remova todos os outros teclados e idiomas, que não serão utilizados.

    Isso deve resolver o problema.

  • monu diz: 17 de janeiro de 2009

    - Utilizo o Ubuntu 8.10 e agora também o Windows7 em dual boot.
    - Uma das ferramentas que utilizo no Ubuntu é o Remastersys, ele cria uma imagem .ISO do Ubuntu idêntica a instalada no pc.
    - Queimada em um CD/DVD funciona como Live CD/DVD ou Instaladora / Backup .
    - Já o Windows 7 , está funcionando bem demais para uma versão beta, acho que o problema estará no preço.
    - Mas largar o Ubuntu, jamais.
    - Abraços

Envie seu Comentário