Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA

15 de setembro de 2009 29
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


A Microsoft confirmou a autenticidade do treinamento contra o Linux, flagrado por um funcionário da rede de lojas BestBuy, dos Estados Unidos. Em comunicado, a MS declarou:

“A Microsoft trabalha com seus parceiros para ajudá-los a se prepararem para vender os produtos num mercado competitivo. Este material, que é apenas uma parte do material de referência que fornecemos aos nossos associados, foi especialmente criada para mostrar aos vendedores as diferenças entre Linux e Windows, para que eles possam ajudar os consumidores a comprar os computadores que atendam suas expectativas”.

Segundo o site DailyFinance, defensores do Linux acusaram a Microsoft de “doutrinar” trabalhadores com propaganda anti-Linux para, por fim, enganar o público.

Você pode conferir a “propaganda anti-Linux” da Microsoft neste post aqui (tome um chá de camomila antes, por favor).

Todo esse rolo faz pensar: será que a Microsoft se sente ameaçada pelo Linux?

Comentários

comentários

Comentários (29)

  • Márcio B diz: 15 de setembro de 2009

    Creio que os links abaixo podem explicar melhor o tamanho da preocupação atual da microsoft com os *NIX…

    Notícia demonstrando preocupação da Microsoft:
    http://www.theregister.co.uk/2009/08/05/microsoft_rivals_red_hat_canonical_linux/

    Documento oficial da Microsoft no “U.S. Securities and Exchange Commission”:
    http://www.sec.gov/Archives/edgar/data/789019/000119312509158735/d10k.htm

    Quanto ao ato em si… Já temos o acalorado post “propaganda anti-Linux”…

  • Rogério Rosa diz: 15 de setembro de 2009

    Na realidade a MS, como toda a grande empresa, pensa no futuro, e nesse futuro distante o Linux pode vir a ameaçar e até tomar o lugar da MS.
    Com o popular Ubuntu cada vez mais fácil, eles já pensam nisso, mas tem uma grande diferença, a MS tá no mercado para vender e o Ubuntu não.

  • Ronaldo Costa diz: 15 de setembro de 2009

    Não conheco na área de informática nada mais óbvio do que a ameaça representada pelo Linux ao futuro da Microsoft e tenho certeza que seus executivos já estão muito preocupados com isso bastando ver a divesificação de setores em que a empresa tem investido nos últimos anos para ampliar negócios e não ficar tão dependente de seu principal produto que provavelmente será engolido no futuro. È claro que issso vai demorar a ainda existem muitos recursos para postergar tal realidade, que certamente virão após campanhas como a relatada no blog. Não tenho dúvida por exemplo que quando a interface do Linux estiver tão amigável quanto a do Windows, a Microsoft irá derrubar e muito os preços de seu software, que com todos os custos envolvidos, certamente poderia custar a quarta parte do preço e seria lucrativo. ou seja existe muita gordura para cortar quando no futuro o cinto apertar.

  • Leonardo Fagundes diz: 15 de setembro de 2009

    É óbvio que o Linux não tem a menor chance de competir com o Windows 7, que é realmente fantástico.
    A Microsoft faz bem em alertar os clientes na hora da compra, para que eles não coloquem a loja na justiça depois de comprar um computador com Linux…

  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 15 de setembro de 2009

    [...] Infosfera » Blog Archive » Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA wp.clicrbs.com.br/infosfera/2009/09/15/microsoft-confirma-treinamento-anti-linux-para-lojistas-dos-eua – view page – cached « Multa imposta à Microsoft por patente do Outlook é perdoada nos EUA [Ecogadget] Relógio de bambu troca tomada por terra » — From the page [...]

  • Tiago diz: 15 de setembro de 2009

    Eu tive contato com a área de tecnologia do Banco do Brasil a algum tempo e sei que eles já estão usando Linux nos PCs das agências, já que o mesmo é personalizável e o suporte fica a cargo dos próprios técnicos do banco. Eu sei que a Microsoft cobra licensas absurdas para as grandes empresas e ainda oferece um suporte bem “porco”. É por isso que o Windows vai morrer nas empresas…

  • Marcelo Terres (mhterres) ‘s status on Tuesday, 15-Sep-09 19:38:40 UTC – Identi.ca diz: 15 de setembro de 2009
  • Marcelo Terres (mhterres) ‘s status on Tuesday, 15-Sep-09 19:44:06 UTC – Identi.ca diz: 15 de setembro de 2009
  • Adorilson Bezerra de Araújo (adorilson) ‘s status on Tuesday, 15-Sep-09 20:14:23 UTC – Identi.ca diz: 15 de setembro de 2009
  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 15 de setembro de 2009

    [...] Infosfera » Blog Archive » Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA wp.clicrbs.com.br/infosfera/2009/09/15/microsoft-confirma-treinamento-anti-linux-para-lojistas-dos-eua/ – view page – cached « Multa imposta à Microsoft por patente do Outlook é perdoada nos EUA [Ecogadget] Relógio de bambu troca tomada por terra » — From the page [...]

  • Alexandre de Oliveira diz: 15 de setembro de 2009

    Leonardo, olha o que você disse, “É óbvio que o Linux não tem a menor chance de competir com o Windows 7, que é realmente fantástico.”

    É “óbvio”? O Windows só tem sucesso devido ao seu marketing. Suas virtudes não passam de plágio do Mac OS X. Ele não tem segurança decente.

    Bem, cada um decide o que quer, mas o Ubuntu está muito fácil de ser usado.

  • EDUARDO diz: 15 de setembro de 2009

    de tanto a microsoft ficar, falando mal dos software concorrentes vai morrer por ela mesma :)

  • Márcio Vinícius Pinheiro diz: 15 de setembro de 2009

    A explicação da Microsoft é quase perfeita, só não explica porque tem tantas mentiras e meias verdades sobre o Linux nesse treinamento.

    Sobre o Linux ser uma ameaça… hoje com certeza não chega nem perto disso. Muita coisa tem que mudar para o Linux realmente se tornar uma ameça ao monopólio da Microsoft com seu Windows. Não que o Linux não seja melhor (e, como usuário do Ubuntu, tenho que admitir que sob muitos aspectos não é), mas o mundo tem que mudar.

    Quanto a pensar no futuro, certamente é melhor previnir do que remediar, mas pode ser que no futuro distante em esperam que o Linux supere o Windows nenhum dos dois exista mais.

  • Microsoft passando treinamento “anti-Linux” « UBUNTU – Minha Vida diz: 15 de setembro de 2009

    [...] (fontes tirado: Infosfera) [...]

  • Markus diz: 15 de setembro de 2009

    Ela está apenas defendendo o lado dela, ora bolas. Quem não faria o mesmo com um produto seu?
    Concordo com o Ronaldo Costa, o Windows poderia ser BEM mais barato pois uma licença de um Windows Vista ou 7 Ultimate custar em torno de R$ 900,00 é dose. Se custasse no máximo uns R$ 300,00 o Win7 venderia como pão quente. Por sinal, o Win7 é um tremendo dum S.O. Uso a versão RC dele aqui (64bits) e absolutamente todo o hardware foi reconhecido automaticamente, o único driver que eu alterei foi o de vídeo. Depois disso, só alegrias. ;-)

  • Frederico diz: 16 de setembro de 2009

    Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao pessoal do Infosfera por essa publicação, mostrando a campanha absurda que a Microsoft está produzindo nos EUA. Essas coisas praticamente não aparecem na “imprensa especializada” por aqui e são muito boas para mostrar o quanto a Microsoft está desesperada.

    Inclusive a pergunta do final da matéria é muito oportuna. Se o Windows 7 é TÃO melhor que tudo o que existe, por que apelar pra baixaria? Pois é, Markus, a Microsoft não está “apenas defendendo o lado dela”, ela está ATACANDO a concorrência distorcendo os argumentos ao seu favor. Defender o lado dela seria mostrar as virtudes do Windows e não falar das (supostas) deficiências do GNU/Linux. E Leonardo, o que a Microsoft tem a ver com clientes processando a loja? Desde quando ela é uma empresa de defesa do consumidor? :-)

    E em relação a comparação entre Windows e GNU/Linux, não pode ser feita no “eu acho”. Existem testes de acessibilidade e usabilidade para isso. Mesmo porque, mudar de um sistema para outro é difícil sim. Eu uso o GNU/Linux desde 2000 e senti isso ao contrário. Tentei usar o MS Office 2007 outro dia e demorei 5 minutos(!!!) pra descobrir onde ela tinha enfiado a opção de “Salvar como…” (isso depois de clicar em menu por menu). E minha experiência com o Vista foi ainda pior. Ou seja, os produtos da Microsoft só são intuitivos para quem os usa cotidianamente. Afinal, durante anos, as pessoas clicavam em um botão “Iniciar” pra fazer tudo no computador, inclusive desligá-lo. Qual a lógica disso? É uma questão de hábito, não de facilidade de uso.

    Em relação a interface… Bem, recomendo que vocês procurem na rede vídeos sobre o KDE 4 (que é UMA das intefaces gráficas do GNU/Linux). Inclusive já indico um da ZDNet Australia (http://www.zdnet.com.au/insight/software/soa/Is-it-Windows-7-or-KDE-4-/0,139023769,339294810,00.htm), onde eles saíram nas ruas, no início desse ano, com um notebook com GNU/Linux usando o KDE 4 e anunciaram como o Windows 7. A maioria dos entrevistados achou a interface muito melhor que o Vista. Povo inteligente e de muito bom gosto esse… :-)

  • Frederico Goncalves Guimaraes (aracnus) ‘s status on Wednesday, 16-Sep-09 10:33:50 UTC – Identi.ca diz: 16 de setembro de 2009
  • Microsoft confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA diz: 16 de setembro de 2009

    [...] “A Microsoft trabalha com seus parceiros para ajudá-los a se prepararem para vender os produtos num mercado competitivo. Este material, que é apenas uma parte do material de referência que fornecemos aos nossos associados, foi especialmente criada para mostrar aos vendedores as diferenças entre Linux e Windows, para que eles possam ajudar os consumidores a comprar os computadores que atendam suas expectativas”.” [referência: wp.clicrbs.com.br] [...]

  • Ribamar FS diz: 16 de setembro de 2009

    Como posso transmitir confiança de que estou trabalhando com softeare livre, opensource, se eu não dou a contrapartida.
    Ou seja, o portal criado (codeplex) é apenas fachada e a coisa está sendo feita com bem pouca inteligência.

  • Guilherme Mac diz: 16 de setembro de 2009

    As mentiras absurdas e meias-verdades da Microsoft tem uma explicação. Google.
    Em 2010 o Linux do Google, o Google Chrome OS, será lançado, e o nome Google consegue muitas parcerias.

  • M$ confirma treinamento anti-Linux para lojistas dos EUA « Ciência, Tecnologia e Afins… diz: 16 de setembro de 2009

    [...] Fonte: Infosfera. [...]

  • Markus diz: 16 de setembro de 2009

    Pois então Frederico, se a MS ataca os concorrentes, o SL não fica atrás, vide o artigo a seguir: http://www.linuxforu.com/reviews/windows-7-vs-mandriva-2009/ . É a mesma coisa que entrar no site http://www.revistawindowsvista.com.br e ver um comparativo dizendo que o Windows é melhor que o Linux.
    Depois, não perco muito meu tempo discutindo sobre 3 coisas: 1 – Futebol; 2 – Religião; 3 – Sistemas Operacionais.

    Torça, siga e use, respectivamente, o que melhor lhe convier e/ou agradar.

    Na minha opinião, o “problema” do linux são os xiitas que, ao invés de tentarem mostrar aos usuários de Windows mostrando as qualidades do seu S.O, passam a vida tentando difamar o outro, coisa que até o próprio Linus diz ser contra. Não é o pessoal do software livre que diz “viva a liberdade de escolha”?

  • Markus diz: 16 de setembro de 2009

    A propósito, uso os dois sistemas, Windows e Linux (Mandriva).

  • Frederico diz: 16 de setembro de 2009

    Olá Markus,

    Não entendi muito bem o problema do artigo que você citou. Lá está falando de um TESTE de instalação comparando os dois sistemas. É algo bem técnico. Não estou vendo nenhum ataque gratuito. Mas pode ser que eu não tenha enxergado o que você viu lá. :-)

    Quanto aos xiitas, concordo com você. E, sinceramente, considero os xiitas do Windows piores do que o do GNU/Linux. Por exemplo, um amigo meu foi BANIDO do Fórum do Baboo porque elogiou o Firefox. Igual a esse tenho vários outros exemplos. E eles são piores, na minha opinião, porque ao defender o software livre, estou defendendo algo que eu posso usar livremente, sem restrições. Mas ao defender o software proprietário, estou defendendo uma empresa que me VENDE (e caro) o produto dela. Isso pra mim é meio estranho… :-)

    Além disso, só porque o sujeito usa software livre não quer dizer que ele seja uma pessoa bacana e honesta. Infelizmente temos vários picaretas nessa área (mais infelizmente ainda, aqui no Brasil ele proliferam como coelhos).

    Portanto, xiitismo (e picaretas) nós temos dos dois lados. E ambos são nocivos. O importante é SEMPRE destacar as qualidades do que se defende. Só discordo do argumento de que o usuário de softwares livres seja mais radical do que o dos proprietários. Essa campanha mentirosa da Microsoft é um bom exemplo. Ela poderia muito bem falar das virtudes do Windows 7 sem atacar (de maneira desonesta) o GNU/Linux. Mesmo porque se o problema é superioridade técnica, porque ela não fala mal também do MacOS? Ah, mas a Microsoft desenvolve softwares para esse sistema também. Hummm… Então o problema não é de qualidade de SO. É de disputa de mercado mesmo. Tá explicado… ;-)

  • Agora a Microsoft treina técnicos para mentir em público… | Guanabara.INFO diz: 18 de setembro de 2009

    [...] mais curioso é que a Microsoft confirmou o treinamento dado, pelo que vi nesse post no Infoesfera. Segundo ela mesma, para “defender seus interesses”. Mas ela acha que mentir para o [...]

  • Infosfera » Blog Archive » # 45 – Outdoor Wi-Fi, Mega Drive, MS vence o Google diz: 18 de setembro de 2009

    [...] e a vantagem da MS sobre o Google em tempo navegado no Brasil. Completam a pauta a confirmação do curso anti-Linux e a campanha anti-Office. Fãs da MS podem xingar o cara nos comentários, ele gostcha! O quê [...]

  • Markus diz: 19 de setembro de 2009

    Frederico, eu acho os xiitas do SL piores e metidos a sabe tudo. Já viste como gostam de espalhar aos quatro ventos de como sabem resolver um problema usando a linha de comando? Já vi em vários fóruns coisas como por exemplo, uma dúvida de como instalar uma webcam em determinada distro. Veio um forista e respondeu: basta dar um “simples” comando (e após o simples veio uma linha de comando que dava para encher duas linhas deste post aqui). Aí eu me pergunto: simples comando para quem cara pálida?
    E eu não defendo nem SL nem software proprietário, defendo aquilo que melhor me serve, e nem sempre software proprietário é caro, depende do programa.
    E se o software proprietário é caro, o suporte do software livre também o é se precisares recorrer a técnicos para resolver a questão. Contrate um bom técnico em sistemas *NIX para ver quanto sai a brincadeira.

  • Infosfera » Blog Archive » Microsoft está de olho nos funcionários da Apple diz: 22 de setembro de 2009

    [...] Microsoft está de olho nos funcionários da Apple Já noticiamos aqui que a Microsoft estava abrindo lojas com seus produtos nas redondezas das lojas da Apple nos Estados Unidos. Você já leu por aqui, também, sobre a busca por novos funcionários da MS e alguns treinamentos oferecidos pela MS. [...]

  • FSF lança campanha contra o Windows 7 « Caminhando Livre diz: 30 de setembro de 2009

    [...] retribuição à campanha anti-Linux iniciada pela Microsoft junto a revendedores nos Estados Unidos, com o objetivo de promover o [...]

Envie seu Comentário