Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais

20 de setembro de 2009 15
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

Os sites de relacionamento expõem muitos detalhes sobre as pessoas. Das fotos constrangedoras ao estado de espírito, quase tudo está online. Justamente o que este “quase” esconde é o que os estudantes do MIT Carter Jernigan e Behram Mistree desenvolveram o Gaydar (gay + radar, ou radar gay).

A ideia é simples, analisar os perfis de usuários de sites de relacionamento e dizer, com base nas informações fornecidas, se a pessoa é ou não gay.

Para isso, foi criado um software, homônimo ao projeto.

Dados fornecidos, como amigos online, por exemplo, são analisados pelo programa e cruzados com análises estatísticas. O resultado é uma desentocada dos enrustidos que, segundo a dupla, se mostrou verídica entre os seus amigos da vida real “testados” pelo Gaydar.

Não pense que esteriótipos ligados a gostos musicais e comunidades são o que entrega o jogo.

Segundo o site do jornal The Boston Globe, são as amizades que revelam a opção, ou inclinação, ou orientação, sexual do usuário.

Qual a polêmica da vez? Privacidade.

No momento em que informações tornadas públicas podem levar a informações confidenciais, os internautas caem num dilema. Estar na internet envolve ter informações na rede. Ao mesmo tempo, estas informações podem levar a conclusões (certas ou não) pessoais demais para serem compartilhadas com todo mundo.

E aí, é hora de cancelar o Orkut?

Comentários

comentários

Comentários (15)

  • DanceMania diz: 20 de setembro de 2009

    mais um daqueles [des]usos de dados estatísticos para algo totalmente subjetivo. tanta coisa melhor e o povo se interessante no que se faz entre 4 paredes… deveriam aproveitar e criar o radar da traição, assim a ditadura heterossexual teria o que realmente se preocupar.

  • fabio diz: 20 de setembro de 2009

    Papo furado esse soft.nada a ver.e coisa de quem nao tem nada mais interessante pra fazer e aparecer. um perfil fake desmascara esse soft. nada a ver.

  • Ronaldo Costa diz: 21 de setembro de 2009

    Cidadão, se esse software aparece nas bandas de cá, vira problema nacional pois entregará os enrustidos escondidos nos armários, que não tenho dúvida, são em número muito maior do que os que assumiram sua opção. O que vai ter de casamento desfeito e mulheres trocadas por homens será imprevisível e os brigões e traficantes que tem suas comunidades nos sites de relacionamento descobrirão que existe algo de muito suave por trás de sua valentia que talves acabe por torná-los pessoas melhores ao descobrir do que realmente gostam. Entretanto, apesar das possíveis vantagens de tal software, me pergunto se o prestigiado Instituto de Tecnologia de Massachusets(MIT), até então referencia mundial em pesquisas tecnológicas, não estaria orientando mal seus alunos, pois, acredito que existem muitos softwares mais importantes para o futuro da humanidade a serem desenvolvidos.

  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 21 de setembro de 2009

    [...] Infosfera » Blog Archive » Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais wp.clicrbs.com.br/infosfera/2009/09/20/software-preve-se-alguem-e-gay-pelo-perfil-de-redes-sociais/ – view page – cached Os sites de relacionamento expõem muitos detalhes sobre as pessoas. Das fotos constrangedoras ao estado de espírito, quase tudo está online. — From the page [...]

  • Raquel Fernandes diz: 21 de setembro de 2009

    Será que estes estudantes já se descobriram o terei de usar meu gaydar, que nunca falha, para desmascará-los tb? Tanta coisa mais importante e a galera preocupada com que as pessoas fazem entre 4 paredes…. se assumir não é pra qualquer um/uma, tem de ter coragem num mundo, infelizmente, cada vez mais prconceituoso. O orkut me escancara, mas pra mim tá ótimo! Abraços!

  • thom diz: 21 de setembro de 2009

    gente, deixem de ser ignorantes, o viés que chama a atenção é esse, e as pessoas ficam discutindo em cima do que menos conta, quem é gay ou não, mas a pesquisa é sobre inteligência artificial + comportamento + privacidade online + segurança de dados, e não sobre fazer fofocas da candinha da vida das pessoas.

    o que os caras fizeram foi expor uma situação que muitos de nós não prestamos atenção, e vai desde revelar tudo sobre si mesmo até usar senhar estúpidas em nossas contas, passando por clicar em links que levam a vírus. isso é pra gente pensar que se vier um novo nazismo, vai ser muito fácil identificar e matar todos os “inimigos do regime”: é só pegar uma lista no orkut com dados que nós mesmos fornecemos.

    pensem ainda como seria fácil pra ditadura brasileira olhar o perfil de um subversivo e enquadrar todos os amigos dele. as pessoas já tiram esse tipo de conclusões, os caras estão mostrando agora o modelo teórico de como isso é feito.

  • Alan Bomfim diz: 21 de setembro de 2009

    Achei esse um pouco infeliz a existencia desse software, as pessoas mesmo sendo homossexuais e não assumindo a sua orientação elas têm esse direito mesmo eu não achando que seja mais necessario…cada um deve mostrar ao Mundo realmente o que acha que deve ser mostrado e não pode ser um aparelho ou softaware que pode impedir que exista esse direito…Algumas pessoas não lidam bem com sua orientação sexual e talvez fazê-las assumir assim por causa de um software não seria tão correto…e outra coisa para que software? Se os gays e lesbicas sabem muito bem quem é gay ou não…seja a pessoa enrustida ou não!!!rsrs

  • Sérgio diz: 21 de setembro de 2009

    Desnecessário! Pra mim, querer saber qual é a preferência sexual de alguém, só tem um único uso: Pra querer essa pessoa pra sí !

  • Mariza diz: 21 de setembro de 2009

    Achei perfeito o comentário do Thom, por trás de uma suposta fofoquinha, se esconde um projeto muito maior do que nossa vã filosofia sonha…

  • Lissa diz: 21 de setembro de 2009

    Nossa
    Que falta de privacidade e de respeito.
    O que isso importa ? As pessoas que são assumidas (na maioria das vezes) ja entram em comunidade gays, tem amigos gays.
    As pessoas que sao enrustidas nunca entram nessas comunidades.
    Eu sou gay e tenho varias comunidades gays e amigos comuns tbem gays. Minha irmã é simpatizante e tem um monte de comunidades gays e é amiga dos meu amigos gays. E o que isso interessa? Se pesquisarem ela, acharão que ela é gay ???
    No entanto ela não é…
    Acho esse tipo de pesquisa uma falta de criatividade e um grande preconceito. Fazer software pra saber se a pessoa é gay ou não ???
    Tem tanta mulher/homem casados que não tem orkut, não estão em nenhuma rede de relacionamento, mas mantém relacionamentos homossexuais. Então isso dai pra mim é furada.
    É querer rotular as pessoas sem realmente conhecê-las.
    Me poupem…
    Vão criar um software educacional e implementar em escolas carentes… Isso dai nao acrescenta nada na vida de ninguém…

  • Ricardo Bertges diz: 21 de setembro de 2009

    É por estas atitudes que a humanidade não vai para frente, quem é o cara que quer saber se o outro é gay ou não. Isso só serve para prejudicar as pessoas e dar mais uma ferramenta para que gente desocupada e hipócrita fique ocupando sua vida mediocre perseguindo e enchendo o saco das outras.

  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 21 de setembro de 2009

    [...] Infosfera » Blog Archive » Software prevê se alguém é gay pelo perfil de redes sociais wp.clicrbs.com.br/infosfera/2009/09/20/software-preve-se-alguem-e-gay-pelo-perfil-de-redes-sociais – view page – cached Os sites de relacionamento expõem muitos detalhes sobre as pessoas. Das fotos constrangedoras ao estado de espírito, quase tudo está online. — From the page [...]

  • Bruna diz: 21 de setembro de 2009

    Completamente denecessário isso. Se as pessoas quiserem assumir que são gays em suas redes sociais tudo bem, se não, qual o problema? Pra que ficar cuidando da vida dos outros, vamos cuidar nas nossas próprias vidas! Que grande bobagem! Me desculpem se sou ignorante que não pecebi segundas intenções do que simplesmente especular a vida alheia. Existem maiores causas do que essa por trás disso?

  • Erika Lopes diz: 21 de setembro de 2009

    Tanta gente morrendo de fome.. o mundo precisando de sustentabilidade.. rs e esse pessoal depois de vários anos de estudo perdendo o tempo com um projeto que só contribui com as diferenças sociais e de forma desnecessária bah! perca de tempo.. é óbvio que é pra ter repercussão em cima de um assunto que ainda traz muita polêmica…

  • fabiano diz: 1 de outubro de 2009

    adorei o site gay

Envie seu Comentário