Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vídeo de suposta agressão policial causa polêmica no YouTube

24 de novembro de 2009 9
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

/

O episódio acima (clique no vídeo para assistir) já deve ter ocorrido centenas de vezes na rotina policial. Um agente vai prender alguém, uma janela é quebrada pelo (ou com o, para alguns) detido e a polêmica da violência policial está acesa. No caso do vídeo acima, são mais de 45 mil visualizações em menos de dois dias e 435 comentários.

Tudo aconteceu no último sábado quando um policial foi retirar Michael Gibson, 37 anos, de um trem nos Estados Unidos. Como se pode ver, o policial conduz Gibson, que estava embriagado, até uma janela. O detido bate nela e acaba sangrando, assim como o policial, que também se feriu.

Ângulo e qualidade do vídeo não nos permitem ter mais detalhes.


Em épocas de dispositivos de gravação amplamente difundidos, um caso como este –  que, convenhamos, poderia passar por acidente (será que alguém sangraria se em vez de uma janela houvesse somente uma parede?) – resultou em uma investigação interna sobre a conduta do oficial.

Não que eu seja a favor do uso excessivo de força policial. Creio que concordamos que a violência nunca é boa.

O que eu gostaria de ressaltar, porém, é que com a possibilidade de ser mais do que observador cada cidadão se converte num “fiscal” de deslizes de conduta de qualquer outra pessoa – seja autoridade, seja cidadão comum. Assim como aparentemente ninguém no vagão interpretou a ação como uso de força indevida proposital, é possível que o próprio policial tenha encarado a ação como normal.

Mas, com uma câmera “no cangote”, de uma pequena assistência de pessoas diretamente envolvidas no fato – aqueles que eram incomodados pelo bêbado no trem – o policial passa a ser alvo do julgamento de mais de 45 mil pessoas, e contando.

Está certo, está errado? Não sei. Mas se eu fosse este policial, mesmo que inocentado, na próxima vez que um bêbado incomodasse no trem, nem dava bola.

Com informações do site do jornal britânico The Metro.

Comentários

comentários

Comentários (9)

  • Giovane diz: 24 de novembro de 2009

    Prefiro manter distância de Polícia e Ladrão!!!

  • SPECTRE diz: 24 de novembro de 2009

    De acordo com o texto o elemento encontra-se bebado dentro de um trem e gritando como um ignorante. O policial fez pouco para o que um cara destes merece, pois quando uma pessoa encontra-se bebada vai saber o que ela pode fazer em qualquer lugar.
    Caso o policial tenha feito de proposito eu agradeco por existir pessoas como ele que nos protegem. Diferente de muitos idiotas que vão falar mal do policial apenas porque ele é um homem da lei.
    Deve-se analisar cada caso, e neste caso eu sou a favor do que ele fez para o elemento bebado.

    No texto consta esta outroa frase : “Não sei. Mas se eu fosse este policial, mesmo que inocentado, na próxima vez que um bêbado incomodasse no trem, nem dava bola.”
    me desculpe mas graças a deus você não é policial e fica ai falando besteira, o cara fez o que devia ser feito. Encontre um bebado no seu caminho e quero ver se o cara ficasse te enchendo, ai você iria mudar de opinião.
    Obrigado

  • Luiz Carlos da Silva Freire diz: 24 de novembro de 2009

    O que existe é hipocrisa por parte do povo em geral, reclama pedindo segurança, e
    ao mesmo tempo critica a policia por qualquer atitude mais rispida , o que querem troque gentileza com marginais para dete-los, a policia tem usar força sim, porque
    os marginais assim exigem por suas atitudes agressivas quando são interpelados

  • Antônio Carlos de Souza diz: 24 de novembro de 2009

    Ainda bem que você não é policial, você é o tipo de pessoa que somente toma consciência quando tiver alguém próximo vítima de truculência policial, nossos políticos têm todos os defeitos do mundo, no entanto eles em sua maioria graças a Deus não vão atrás do engôdo que a mídia nos passa, pois do contrário teríamos pena de morte no Brasil, claro, só para matar pobres, pretos, etc.

  • Alexandre diz: 25 de novembro de 2009

    Concordo com o Luiz Carlos. Marginais não devem ser tratados com delicadeza. Nos EUA, a situação é mais controlada. Mas no Brasil há, por exemplo, 45 mil homicídios por ano, e tem quem ainda reclame de policial que trate com violência deliquente pego em flagrante. Tem é que dar uma surra no meliante mesmo. Se eu presenciasse o acontecimento do vídeo, aplaudiria o policial.

  • Ronaldo Costa diz: 25 de novembro de 2009

    Por necessidade de serviço e estar no serviço público no período certo, morei por um ano na Europa e como gosto de observar comportamentos para desenvolver opiniões abalizadas, tive oportunidade de ver algumas ações policiais na cidade onde residi e posso assegurar como corriqueiros, alguns aspectos que pela matéria acima parecem ser aos olhos do autor da mesma fatos inusitados, a saber:
    1-O policial do 1º mundo sempre age com firmeza visando garantir sua integridade física e a rápida imobilização do suspeito;
    2-A ação policial sempre é investigada a posteriori, independente do ocorrido; e
    3-O policial sabe que será investigado e isso não pauta sua conduta.
    Se o Sr. Sergio Cabral tivesse em sua força policial algumas centenas de policiais com tal mentalidade, em pouco tempo poderia deixar de mandar invadir morros pois iria prender grande parte dos compradores de droga, matando o tráfico sem precisar matar o traficante.

  • Edson Jose Fraga diz: 25 de novembro de 2009

    É isso ai policial, não agressão só detenção, fatalidade aquela janela no caminho mais que ja foi encomodado por um bebado chato em um lugar fechado onde não podemos ter muita escolha de se livrar do palhaço bebado. Concordo com a ação do policial, e deveria ter dado uns tapas na cara do palhaço, pois o colocou em maus lençoes.

  • Angelo diz: 25 de novembro de 2009

    Tem mais é que apanhar este pau-dágua. Porque eu preciso aturar coisas como estas? Outra, não houve agressão. Queriam que o policial jogasse as algemas para que ele as colocasse? Quanta ingenuidade. Pelas imagens parece ser noite. Quantos passageiros do trem estão cansados após um dia de trabalho e voltando para suas casas e ainda ter que aguentar um bêbado enchendo o saco. Sorte deste vagabundo não estar no Brasil.

  • Nicão Neto diz: 25 de novembro de 2009

    A policia inglesa é um amor! Jean Charles que o diga!

Envie seu Comentário