Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Evite o superaquecimento do note ao usar o Firefox

25 de novembro de 2009 7
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


Um bug tem feito com que o Firefox superaqueça notebooks em função do alto desempenho que tem exigido da máquina. O bug nas abas leva o software a usar de 30 a 60% da CPU. Em alguns casos, o uso chega a 80%.

Segundo a fundação Mozilla, desenvolvedora do browser, algumas vezes o Firefox pode precisar de muitos recursos da CPU para o download e o processamento dos sites exibidos. Em páginas com flash, a falha é mais frequente.

Como evitar problemas?

A dica é desativar o Flash ou usar o add-on Flashblock para que os conteúdos que mais exigem da máquina não sejam automaticamente exibidos, mas fiquem bloqueados até que o usuário resolva exibi-los.

Vale lembar que muitos recursos em Flash presentes em sites web a fora são anúncios, propagandas e pop-ups, que talvez não interessem ao usuário. E, caso interessem, basta ativá-los com um clique do mouse.

Caso se perceba o problema de superaquecimento, o usuário deve dar atenção aos plugins que permitem a leitura de PDFs (Adobe Reader) e JavaScript. Também é possível reportar problemas específicos aos desenvolvedores da Mozilla. Mais informações, na página de suporte do Firefox.

Comentários

comentários

Comentários (7)

  • Felipe Rodrigues diz: 25 de novembro de 2009

    Já tive esse problema mas eu usava o addon do Orbit Downloader e quando entrava no Youtube o Firefox consumia 100% da CPU. Aí foi só desativá-lo que parou de dar problema.

  • Simbad Gremistao diz: 25 de novembro de 2009

    Pois é… IE8 é cheio de vírus, Chrome é limitado, FF esquenta os netbooks… O OPERA é o navegador mais rápido, eficiente e seguro. Quer ser feliz? Use o OPERA.

  • Marcelo Torres diz: 25 de novembro de 2009

    É… se fosse o IE vocês dariam outro tom na matéria.
    Como é engraçado ver essa gurizada ainda com a visão de faculdade ter opiniões tendenciosas.
    Pensem na tecnologia, mas não só nela. Pra que serve a tecnologia se não tiver um propósito (negócio). Acoredem, crianças!!!

  • Artur Moura diz: 25 de novembro de 2009

    Concordo com o Marcelo Torres, a tecnologia tem que servir de gerador de números, tem que se aliar ao negócio do cliente, não adianta ter uma tecnologia de ponta se não gera resultados.

  • Giovani diz: 25 de novembro de 2009

    Se fosse o IE o tom seria o mesmo de sempre, pois é um produto mal acabado. Ponto final. Errado é querer ver ideologia em tudo. Como desenvolvedor Web noto a cada dia, quando gasto horas tentando consertar um Bug no IE6 que o mundo seria muito melhor se essa praga fosse varrida do mapa. Quando se desenvolve para o engine Webkit por exemplo que se vê a grande diferença…não sei a qual negócio do Artur se refere mas dá uma pesquisada em HTML5, CSS3, suporte a PNG, bordas arredondadas, resize de imagem no background, colocar várias imagens de backgrounds em um elemento, css animation, e assim por diante. Coisas que o IE na velocidade atual vai levar 10 anos para apresentar a seus usuários…

  • leandro diz: 27 de novembro de 2009

    Minha placa wireless queimou por super-aquecimento.. e eu utilizava o firefox. Posso processar a Mozilla?

  • André Freire diz: 25 de maio de 2010

    Pessoal alguem sabe de algo parecido no IE porque comigo tem acontecido direto com qualquer navegador (IE, FireFox e Chrome) começa a rodar um Flash o notebook liga o cooler e não para mais dá quase para aquecer o cafezinho no cooler.

Envie seu Comentário