Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Microsoft nega que atualizações tenham causado tela preta da morte

02 de dezembro de 2009 4
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


A Microsoft negou nesta quarta-feira que a “tela preta da morte” que surge nos computadores rodando Windows 7, Vista e XP seja causada pelas recentes atualizações de segurança da empresa. A informação apontando as atualizações como culpadas no cartório partiu da empresa de segurança Prevx, do Reino Unido, que até criou uma correção.

Já a Microsoft, além de negar a fonte do problema, deixou claro que não foi contatada pela Prevx antes da identificação do problema.

Conforme o site SeattlePI, as alterações que os patches fariam nos registros de usuário do computador não são reais, o que invalidaria a hipótese de atualizações da própria Microsoft causando a tela preta.

Porém, a Microsoft não indicou a solução, nem a causa do problema, ainda.

Comentários

comentários

Comentários (4)

  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » Microsoft nega que atualizações tenham causado tela preta da morte [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 2 de dezembro de 2009

    [...] Shortened Links Linking to the clicrbs.com.br page http://bit.ly/7g9Z0o info   2 tweet [...]

  • Daniel Quadros diz: 2 de dezembro de 2009

    A própria PrevX voltou atrás nas suas declarações:

    http://www.prevx.com/blog/141/Windows-Black-Screen-Root-Cause.html

    (Obs.: o site SeattlePI já foi atualizado para incluir esta informação).

    Valeu Daniel. (Guilherme Neves – redator clicRBS)

  • Jorge diz: 2 de dezembro de 2009

    Será que a microsoft não “molhou” a mão da PrevX para voltar atrás dessa descoberta???

  • Ismael diz: 2 de dezembro de 2009

    Usaram o truque Jedi (ou Sith se tratando da MS ;) para resolver:

    “Você não vê nenhuma tela preta, você não encontrou problema nenhum.”

Envie seu Comentário